1º Prêmio de Jornalismo consagra acadêmicos em noite animada


Por Luisa Neves

 

Professores e colegas prestigiam os trabalhos classificados. Foto João Paulo Stefanello. Laboratório Fotografia e Memória

 

Expectativa, emoção, surpresas, prêmios e comemoração. Estas palavras ainda não são suficientes para descrever o I Prêmio Universitário de Jornalismo do Centro Universitário Franciscano. Foram várias categorias, avaliadas por mestres do jornalismo brasileiro, valorizadas por quem entende. Os resultados do concurso foram apresentados pela professora Daniela Aline Hinerasky e pelo acadêmico Lucas Leivas Amorim na noite de encerramento do 11º Fórum de Comunicação, no dia 23 de agosto.

As categorias premiadas foram: Impresso, Televisão, Cinema, Rádio, Fotografia, Digital, Assessoria de Imprensa, Pesquisa e Produções Diversas. “Neste primeiro ano, estamos experimentando. Sabemos que apenas é a primeira edição e, assim, como as práticas jornalísticas, a construção do prêmio é um processo que exige aprimoramento”, destaca a professora Daniela.

Segundo os organizadores, o prêmio de jornalismo traduz uma troca de saberes e ideias entre alunos e professores e, para o próximo ano serão feitas algumas mudanças, conforme sugestões dos participantes. “Este concurso é um trabalho em conjunto de vários professores e vem sendo pensado há alguns anos”, enfatiza Lucas Amorim no texto do Cerimonial.

Valorizar o trabalho dos alunos foi o grande objetivo do concurso. Foto João Paulo Stefanello

Em algumas modalidades, o concurso teve apenas um inscrito. Já em outras, os avaliadores tiveram dificuldade para escolher entre os concorrentes. A comissão julgadora foi composta por profissionais qualificados do jornalismo e da pesquisa em Comunicação, entre os quais: os editores Paulo Chagas e Andréia Fontana do Diário de Santa Maria, o repórter e colunista Marcelo Canellas da Rede Globo, a editora Fabiana Siqueira da TV Globo/Recife, o jornalista Claudemir Pereira, a fotógrafa e professora Marina Chiapinotto, egressa da primeira turma de Jornalismo da Unifra, e as pesquisadoras doutoras Liliane Dutra Brignol, Ana Coiro e Rosane Rosa.

As premiações compreendem as classificações ouro, prata e bronze, mas todos os inscritos receberam certificados de participação. Os trabalhos que foram os únicos inscritos em sua modalidade receberam menção honrosa de participação. No final, houve sorteios, entre os primeiros colocados, de bolsas parciais na escola de idiomas PBF, vale-livros e um tablet Samsug Galáxi.

A lista completa dos premiados (foto abaixo), você confere na apresentação disponível no site do Prêmio ou na lista disponível em uma matéria da CentralSul.

 

Ter o trabalho reconhecido por grandes jornalistas é o melhor prêmio para os acadêmicos. Foto João Paulo Stefanello

 

Deixe um comentário

Adicione o seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode acompanhar estes comentários (assinar) via RSS.

Seu e-mail nunca será divulgado, nem compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com *