Santa Maria: manifestação nas ruas contra o prefeito após o inquérito


Por Willian Miranda

 

Os manifestantes na Praça Saldanha Marinho. Foto: Willian Wiranda. Laboratório Fotografia e Memória

O que começou nas redes sociais online, logo após a divulgação do inquérito da tragédia na boate Kiss, se transformou numa mobilização por justiça na Praça Saldanha Marinho, centro de Santa Maria. Intitulado no Facebook como “1º Ato Fora Schirmer”, nas ruas começou por volta das 17h da segunda-feira. Os participantes pediam a devida responsabilidade dos servidores públicos indiciados no inquérito, e do prefeito Cezar Schirmer, incluindo o seu afastamento do cargo. Participante da mobilização, Janaína Robalo, foi categórica : “Essa mobilização é para alertar o prefeito e seus secretários que não vamos sossegar enquanto não vermos a justiça sendo feita.”

No início do movimento, um tumulto entre participantes e fiscais da prefeitura teve que ser controlado pela Brigada Militar. Rodrigo Vargas, 22, estudante, um dos participantes da manifestação reclamou: “Além de cortar a luz, cortar a água dos banheiros da praça, eles querem nos agredir.”

Os cartazes mostram o desejo dos participantes. Foto: Willian Miranda. Laboratório Fotografia e Memória.

Com apitos, cartazes e gritos constantes de “fora Schirmer” a manifestação contou com mais de 200 pessoas e se deslocou para frente do prédio da SUCV, onde fica o gabinete do prefeito, pois os protestantes exigiam a presença dele. Nenhuma autoridade ou representante do gabinete se manifestou e a assessoria de comunicação informou que o prefeito estaria em atividade longe do centro da cidade.

O manifesto se estendeu até às 18h e terminou na frente da boate Kiss, já com um número reduzido de pessoas, mas com muitos aplausos e buzinas de carros que passavam pelo local.

Deixe um comentário

Adicione o seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode acompanhar estes comentários (assinar) via RSS.

Seu e-mail nunca será divulgado, nem compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com *