Meio ambiente ou meio ambiência?


Por Luisa Neves

 

"Ambjor-0</p

Cessados as chuvas, ficou para muitas famílias, a difícil tarefa de calcular os prejuízos causados pelas enchentes. A maioria fica comovida com o drama das pessoas atingidas pelas cheias, mas no fundo se sente aliviada porque nossos móveis permanecem sequinhos e intactos como sempre.

Tenho refletido sobre a minha responsabilidade com o meio ambiente. Segundo o dicionário, ambiente é o meio que vive um vegetal ou animal. Até aí, estamos todos cansados de saber. Já, a palavra ambiência estende o sentido para meio físico, psicológico e moral preparado para as atividades humanas e/ou animais. Neste sentido, pensar o meio ambiente em todos os aspectos aumenta a nossa responsabilidade, já que somos seres dotados de moral.

É necessário destruir o estigma de que defender o meio ambiente é uma atividade de gente chata. É questão moral pensar o mundo que vamos deixar para as outras gerações. Chato é queimar o lixo e fazer fumaça para o vizinho, além de produzir Co2 sem necessidade, é claro. Chato é deixar a torneira aberta, enquanto falta água em centenas de casas. Mais chato ainda, é reclamar da conta da luz, enquanto que os aparelhos eletrônicos das nossas casas ficam ligados, sem uso. “Só para não colocar na tomada toda hora”, como eu insistia.

Meio ambiência é pensar no todo. Ou seja, a minha e a sua atitude refletem de maneira significativa nas consequências ambientais, seja elas positivas ou não. Várias pessoas afirmam que não adianta um consumidor dispensar o uso da sacola plástica, se outros mil, insistem: “Me dá mais uma sacolinha, por favor.” Se uma pessoa dispensar o uso de 20 sacolas por semana em um ano, serão, aproximadamente, mil sacolas a menos jogadas no meio ambiente. A não ser que você reaproveite todas as sacolas que carrega.

Pensar no todo é cuidar do meio ambiente como estilo de vida. Andemos mais a pé, gastemos menos, descartemos aquele celular velho, sem uso, que tanto amamos, dispensemos o copo descartável e não queimemos nada, nada, nada. Pequenas atitudes nos fazem grandes na defesa do meio ambiente.

selo sustentabilidade

Deixe um comentário

Adicione o seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode acompanhar estes comentários (assinar) via RSS.

Seu e-mail nunca será divulgado, nem compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com *