Custo de vida em Santa Maria diminui


Por Jornalismo Digital

 

Telefonia foi o item que provocou a maior variação no ICVSM. Foto: Lilian Streb

O Laboratório de Práticas Econômicas (LAPE), do Centro Universitário Franciscano, registrou deflação no Índice do Custo de Vida de Santa Maria (ICVSM) no mês de junho. O motivo que levou o ICVSM a este resultado foi o crescimento do número de desempregados, que interfere na economia da cidade, resultando em quedas nos setores de transporte, vestuário e alimentação.

Entre os nove grupos pesquisados, o que mais variou em junho foi o de comunicação, devido ao aumento nos planos de telefonia. Os setores de saúde e cuidados pessoais, habitação, despesas pessoais, transporte, vestuário, alimentação, artigos de residência e educação também apresentaram variações, segundo levantamento publicado no site.

O economista Fernando Lima, 34, afirma que o desemprego resulta em cortes de gastos que acarretam mudanças radicais no dia a dia. As pessoas que estão fora do mercado de trabalho realizam a tarefa de sobreviver aos 30 dias do mês e precisam buscar alternativas. ‘’Uma boa saída é dar início a negócios próprios, pequenos e sem investimentos altos’’, sugere Lima.

Texto: Lilian Streb para a disciplina de Jornalismo Digital 1

Deixe um comentário

Adicione o seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode acompanhar estes comentários (assinar) via RSS.

Seu e-mail nunca será divulgado, nem compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com *