EsporteSUL e o espaço para o esporte de Santa Maria


Por Paola Saldanha

 

15672770_1279953228741563_4631510378230669886_n

Foto: Divulgação ES

Santa Maria já sediou campeonatos de judô, handebol, bocha. Teve represente nas Olímpiadas 2016 na canoagem. Tem no futebol americano e rugby equipes que já conquistaram taças. A cidade é celeiro de atletas e clubes em diversas modalidades. E com o objetivo de dar espaço e divulgar a riqueza do esporte santamariense, o portal de notícias EsporteSUL (ES) atua há mais de quatro anos na cobertura jornalística desta categoria na cidade.

O início

Especializado em mais de 40 modalidades, ES distribui seu conteúdo pela internet, por meio de site e redes sociais. Fotos, vídeos e textos compõem a produção das matérias e reportagens. Foi idealizado por Diogo Viedo e Bruno Tech, que se conheceram no curso de Jornalismo do Centro Universitário Franciscano, e desde então sempre estiveram ligados ao esporte do município.

Conforme Bruno Tech, foi em um projeto de rádio no curso de Jornalismo, que ganhou o nome de Rompendo as Barreiras do Amadorismo, que ele e Diogo trabalharam  com esportes que saem do convencional. “Esse trabalho foi importante para ver que Santa Maria tinha esse potencial, que tinha atletas e clubes que são top estadual, nacional, que desenvolvem um grande trabalho e não tinham tanta visibilidade”, lembra Tech. O projeto estimulou a dupla, que em entre os anos de 2010 e 2011 apresentaram um programa em uma rádio comunitária.

Na Banheira tinha duração de 40 minutos e concedia mais espaço para o futebol, em destaque a dupla RioNal. Segundo Tech, esse programa pode ser considerado o embrião do EsporteSUL, pois foi o primeiro contato que eles tiveram com jogadores e atletas – que os incentivaram a continuar produzindo conteúdo sobre o esporte na cidade.

Com o estímulo dos jogadores de futebol, e outros atletas que os instigavam a também trabalhar com outras modalidades, surgiu a ideia para a criação do site – lançado em 2012, durante um RioNal. Em 2013 o ES passou a compor o ambiente de inovação da Incubadora Tecnológica da Unifra (Itec). “Desde o início a nossa bandeira foi esporte santamariense”, afirma Tech.

 

ES e os atletas

premio 2016

Troféu da 4º edição Prêmio EsporteSUL. Foto: EsporteSUL

Para Tech, um fator que motiva o trabalho desenvolvido pela equipe do EsporteSUL é o retorno do atletas. Dar visibilidade e atenção a categorias que não tem espaço, mostrar o potencial de Santa Maria e servir como janela para esportistas é o intuito do portal. “Desde o início nos acolheram. Um ajudou o outro e criamos um laço. Por mais que seja apenas divulgar uma notícia, esse retorno é gratificante. Nos ajuda a manter viva essa esperança de ajudar o esporte, de fazer algo para o esporte de Santa Maria”, declara Tech.

Além do destaque dia a dia, o prêmio EsporteSUL consagra  os atletas que se destacaram em suas categorias. De acordo com Tech, a premiação também é uma forma de apresentação e interação entre os esportistas e o próprio ES, pois vai além da tela do computador.

premio-es-2016.-tubino

4º Prêmio EsporteSUL. Foto: EsporteSUL

A quarta edição do prêmio ocorreu no dia 14 de dezembro de 2016, no Salão de Atos do Conjunto III da Unifra, e contemplou 35 modalidades – número que cresceu ao longo dos anos.  “Queremos promover o esporte. Essa festa para os atletas é um reconhecimento e também um motivador”, explica Tech, que relembra uma situação envolvendo um atleta.”O Tiago Saldanha ganhou ano passado(2015) a categoria lutas. No ano anterior ele foi na premiação e o mestre dele ganhou. Eles vieram nos parabenizar e agradecer pelo reconhecimento e ele brincou ‘ano que vem vai ser meu’. Este ano também muitas pessoas vieram falar com gente e disseram que vão ganhar o prêmio do ano que vem (2017)”.

A equipe do ES define os indicados por meio de uma avaliação ao final do ano, em que são definidos os destaques, seja atletas que atuam na cidade ou que saíram de Santa Maria para jogar em outros municípios. Diretores e técnicos também são ouvidos e apontam os esportistas que mais se destacaram no ano. Após a determinação dos nomes é lançada a votação online. Um júri especializado, formado por outros jornalistas da cidade, também vota. Ao final, somada a decisão do júri e do público os jogadores são premiados. A solenidade também envolve  a confecção dos troféus que são dados aos ganhadores,  pois são feitos pelos próprios componentes do ES. Desde 2015 todos os indicados ganham troféu.

 

ANO NÚMERO DE CATEGORIAS
2013 21
2014 28
2015 32
2016 35

 

Os Projetos

Durante o Prêmio EsporteSUL 2016 foi lançado o mais recente projeto da equipe. “2016 em fotos – As memórias do esporte de Santa Maria” é uma compilação das competições e do que aconteceu no cenário esportivo da cidade ao longo do ano passado.

Além da revista, o ano de 2016 também foi de lançamento de outros projetos e parcerias do ES. A loja virtual EStore reúne produtos das equipes da cidade, como Soldiers e Inter-SM, e artigos exclusivos do portal.

A Copa EsporteSUL de jiu jitsu contou com a participação de 180 atletas em sua segunda edição.  Também, segundo Tech, a Copa foi criada com o propósito de sair do computador.  Tech ainda afirma que há ideias para outras competições, com o intuito de promover o esporte.

O ES também realiza o trabalho de assessoria de eventos, em que os serviços da equipe são contratados para a realização de coberturas em eventos esportivos. Em um dos trabalhos de assessoria realizados, o ES desenvolveu um projeto em parceria com uma das empresas instaladas na Itec, a DGB Drone – que trabalha com filmagens aéreas.  

Outra parceria envolvendo uma empresa que compõe o ambiente de inovação, foi a criação do Clube ES. O cartão criado junto ao Polvo Louco( pelo Polvo Club) dá acesso a conteúdos exclusivos do ES e galeria de fotos exclusivas, realiza sorteio de brindes e desconto nos atividades promovidos pelo ES.

 

Equipe ES

Inicialmente, o ES foi composto por três pessoas, Bruno Tech, Diogo Viedo e Tutu Fagundes, que foi o criador o site. “Já passaram muitas pessoas. Foi fundamental para o começo, ajudou a trabalhar com a grande gama de esportes”, relembra Tech do número de pessoas que já fizeram parte da equipe.

Hoje, o ES é formado por Bruno Tech, Diogo Viedo, Felipe Michalski, Felipe Tubino e Bruna Oliveira. A maior parte do grupo do ES é composta por estudantes da Unifra e da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Em coberturas ou eventos que exigem um número maior de pessoas, Tech explica que outros jornalistas são chamados para colaborar na produção de conteúdo.

A distribuição das matérias é feita por meio do site e redes sociais. Segundo Tech, há troca com os consumidores do conteúdo, que acessam as matérias e também sugerem pautas. “A página está sempre evoluindo e o site também. Eles são um termômetro”.

O ES está instalado na Itec desde 2013, e conforme Tech, foi fundamental para o desenvolvimento do projeto. “A interação entre as empresas e as parcerias. Um lugar físico para trabalhar. Suporte jurídico e psicológico. A gente se sente bem trabalhar aqui porque se sente seguro”, afirma. O ES compõe o ambiente de inovação como empresa residente da Itec e está localizada na avenida Rio Branco, 639.

 

 

Deixe um comentário

Adicione o seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode acompanhar estes comentários (assinar) via RSS.

Seu e-mail nunca será divulgado, nem compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com *