Exposição reúne diferentes olhares sobre São Francisco de Assis


Por Luisa Peixoto

 

Exposição acontece no hall do prédio da reitoria da Unifra. Foto: Jéssica Marian, Labfem

Iniciou na última terça-feira, 03, no hall do Prédio 7 do Conjunto I da Unifra, a exposição “As Faces de Francisco” que reúne diferentes manifestações artísticas sobre o santo. No local estão imagens produzidas por artistas, artesãos e indústrias. Pintura à óleo, pintura em azulejo, quadros, esculturas em gesso, madeira, tecido, terracota, cerâmica, juta, palha, resina, couro, pedra sabão, relevo em pedra, relevo em papel são algumas das técnicas e materiais utilizados na confecção. Alguns dos objetos vieram de Florianópolis, Itália, Alemanha, do Cerrado e Paraná. A maioria das peças são do Acervo do Museu Histórico e Cultural das Irmãs Franciscanas.

Estão expostas também a coleção ‘Joias de Francisco’, produzida por acadêmicos e egressos do curso de Design de Produto da Unifra. A atividade faz parte das comemorações do Dia de São Francisco de Assis, celebrado em 4 de outubro. Neste ano, as produções têm como tema “Trechos e Adorações de São Francisco de Assis”. Por isso, envolvem cordões, tau, sol, animais e orações do santo. As peças são em prata e a maioria tem tamanho pequeno para que as pessoas carreguem consigo os símbolos de paz e bem.

Foram realizadas pesquisas das orações e imagens mais conhecidas do santo para, depois, iniciar as produções. “Joias de Francisco” surgiu dentro da disciplina do curso de Design de Produto que foca na parte de joias, para que os alunos possam praticar mais e mostrar à comunidade o que pode ser feito no curso.

Além de expostas, as joias também são comercializadas. O preço é calculado pela mão de obra e pelo peso da peça. Os pedidos devem ser ligados à temática de cada ano e podem ser feitos pelo e-mail: joiasdefrancisco@outlook.com.

As várias interpretações da vida de São Francisco de Assis podem ser visitadas pelo público até 16 de novembro, de segunda a sexta-feira, das 8h ao meio-dia e das 13h30min às 18h.

Deixe um comentário

Adicione o seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode acompanhar estes comentários (assinar) via RSS.

Seu e-mail nunca será divulgado, nem compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com *