Inter SM perde para o Grêmio e vai em busca da reabilitação no sábado


Por Thiago Nunes

 

Disputa da Copa Wianey Carlet, em Eldorado do Sul .Foto: Rodrigo Fatturi/Assessoria/Grêmio

Após sete anos, o estádio Presidente Vargas voltou a ter futebol profissional os 12 meses. O Internacional de Santa Maria disputa a Copa Wianey Carlet em busca de uma vaga na Copa do Brasil de 2019 ou na Série D do Campeonato Brasileiro. Na tarde de quinta-feira (5), o alvirrubro foi até o município de Eldorado do Sul, na região metropolitana, para enfrentar o time B do Grêmio, chamado de equipe de transição. O jogo foi o Centro de Treinamentos Presidente Hélio Dourado.

Em um gramado impecável, o Inter-SM não conseguiu usar da sua principal ferramenta, a posse de bola. O time errou muitos passes e acabou sofrendo uma goleada por 3 a 0. Os gols do Grêmio foram marcados por Tontini, Isaque e Darlan. Nos minutos finais, a equipe de Santa Maria ainda contou com a sorte. O tricolor chegou a colocar duas bolas no travessão.

Em seis jogos na Copa Wianey Carlet, o Inter-SM ainda não sabe o que é vencer. Foram três empates e uma derrota. Após a goleada, o técnico alvirrubro Guilherme Tochetto afirmou que a vitória será fundamental no próximo sábado, às 15h30, diante do Nova Prata para buscar a reabilitação no campeonato.

“Agora a gente se coloca na obrigação da vitória, ainda mais, sendo em casa o jogo. É tudo ou nada para conquistar a primeira vitória. Vamos digerir bem essa derrota, analisar os erros para corrigir para o jogo de sábado. Vamos ter apenas um treino, na sexta-feira e vamos dar uma ênfase mais na parte ofensiva, já que o confronto de sábado exige que a equipe busque o gol”, declarou o técnico Tochetto.

A equipe de Santa Maria ocupa a 6ª colocação do Grupo B da Copa. Hoje, o time estaria fora da fase de mata-mata. De um total de sete clubes, avançam os cinco melhores. Dois pontos separam o Inter-SM da zona de classificação.

Ficha Técnica

Grêmio B 3×0 Inter-SM

Escalações

Grêmio: Breno; Felipe, Rodrigues, Derlan e Baiano (Guilherme Guedes); Michel (Darlan Mendes), Rodrigo Ancheta, Tontini (Matheus Frizzo), Mateus Criciúma e Israel (Ferreira); Isaque (Luis Henrique).
Técnico: Thiago Gomes

Inter-SM: João Paulo; Darlem, Manolo, Dionatan e Augusto (Ícaro); Cabeça (Benhur), Sampson, Chiquinho (Josué), Alex Junio (Pedro Guilherme) e Pablo; Juninho (Paulo Henrique)
Técnico: Guilherme Tocchetto

Arbitragem: Éder Zanella, auxiliado por Guilherme Alves e Fabrício Villa;

 

Deixe um comentário

Adicione o seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode acompanhar estes comentários (assinar) via RSS.

Seu e-mail nunca será divulgado, nem compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com *