Jornalismo e Letras integrados para discutir as linguagens


Por ariadne.marin

 

Interdisciplinaridade reúne acadêmicos de Letras e de Jornalismo na UFN. Foto: Mariana Olhaberriet/LABFEM

A Análise do Discurso  foi uma das discussões da cadeira de Métodos e Técnicas de Pesquisa do curso de Jornalismo, na quinta-feira, 8. A disciplina trabalha os diferentes métodos da pesquisa em Comunicação e em Jornalismo, e trouxe a interdisciplinaridade para o centro das discussões.

A aula foi integrada com uma das turmas do curso de Letras e contou com a presença da professora Najara Ferrari Pinheiro, que desenvolve pesquisas na área da linguagem verbal e não-verbal, cultura e sociedade, e ensino e práticas docentes.

Um dos textos discutidos pela professora foi Análise Crítica do Discurso (ADC) como método em pesquisa social cientifica, com base em autores como Norman Fairclough. A ADC reúne teorias de vários autores que trabalharam a questão do social na perspectiva da linguística crítica.

“A linguagem cria, reforça e constitui identidades”, explica a professora Najara. Foi debatida a naturalização de linguagens que reforçam conceitos e crenças, explanando que é através da linguagem que as relações são constituídas. Um dos exemplos  decorrentes desse processo foi a polarização política que caracterizou as eleições no Brasil, e continua mesmo após pleito. “Ela veio disso, de criar força, criar poder pela linguagem, reforçar conteúdos, conceitos e práticas, e aí reconstituir identidades”, finaliza.

 

 

Deixe um comentário

Adicione o seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode acompanhar estes comentários (assinar) via RSS.

Seu e-mail nunca será divulgado, nem compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com *