O Dia dos Finados para jovens ateus e agnósticos


Por Denzel Valiente

 

O Dia dos Finados deste ano reuniu um grande número de pessoas nos cemitérios para prestar homenagens a amigos e familiares falecidos. Em Santa Maria, o forte sol e o calor da tarde do dia 2 não espantaram o público que lotou os espaços com flores, velas e orações. Apesar de um grande número de religiosos ser adepto ao feriado, há uma parcela de pessoas, principalmente jovens, que não se identifica com a data.

Atualmente estima-se que 19,3% dos jovens do Brasil sejam ateus, e 6% agnósticos. O número de jovens que não creem em Deus só é menor que a porcentagem dos mesmos que se denominam católicos, 34,3%, segundo pesquisa realizada pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).

A estudante Victoria Maciel, 21 anos, intitula-se como agnóstica e relata não ter o costume de participar dos eventos desta data, considerando apenas um dia normal. Apesar disso, a futura publicitária comenta que o feriado tem um certo peso por se tratar do dia em que sua avó fazia aniversário, por isso respeita e participa esporadicamente quando necessário, pois representa algo importante para a sua família.

A estudante Helena Martins Longhinotti, 18 anos, identifica-se como ateia e diz não participar com frequência das atividades do dia. “Meu avô morreu já faz 2 anos, porém eu nunca visitei o túmulo dele. Não por falta de respeito nem nada disso, mas porque eu sei que ali só tá o corpo dele em decomposição. Eu prefiro lembrar só das memórias que eu tenho com ele”, conta.

Já o soldado Túlio Guilherme Bastos, 19 anos, considera-se agnóstico. O militar diz ter um enorme respeito pelas pessoas que seguem o feriado porém, o trata como um dia normal, indiferente em seu cotidiano.

Divergindo dos jovens que dizem não possuir religião ou crença, a universitária Luíza Dotta Scarrone, 19 anos, tem grande carinho pelo Dia dos Finados. Ela costuma visitar com a família os túmulos dos parentes falecidos para prestar homenagens. Além disso, a jovem se identifica como católica e participa de diversas cerimônias da igreja.

 

Deixe um comentário

Adicione o seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode acompanhar estes comentários (assinar) via RSS.

Seu e-mail nunca será divulgado, nem compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com *