Palmeiras decacampeão e números do Brasileirão 2018


Por Pablo Milani

 

O capitão Bruno Henrique levantando a taça de campeão. Foto: Marcos Ribolli / Globo Esporte

233 dias e 380 jogos depois, neste domingo (2), o Palmeiras levantou oficialmente o troféu do Campeonato Brasileiro 2018. Este é o décimo título do Brasileirão da história do porco, maior campeão nacional do futebol brasileiro.

Já campeão desde o último domingo (25), ao vencer o Vasco pela 37ª rodada, o verdão só cumpria tabela contra o Vitória, e mesmo assim venceu por 3 a 2, com gols de Edu Dracena, Gustavo Scarpa e Bruno Henrique (Palmeiras), Yago e Luan (Vitória), no Allianz Parque, palco de festa do terceiro título desde a reinauguração.

O atacante Deyverson autor do gol do título,  destacou os altos e baixos momentos que passou pelo clube: “é normal o torcedor se empolgar porque ele é apaixonado, eu entendo isso, ele gosta da gente, mas ele ama o Palmeiras […] porque isso é o futebol, a gente vive de criticas e de elogios, eu sou um cara que sempre falei com Deus que a minha hora iria chegar, e graças a Deus, com a chegada do professor, dos companheiros me apoiando, do torcedor, meus familiares, eu pude dar a volta por cima…”

A cerimônia de premiação ficou marcada pela participação do presidente eleito Jair Bolsonaro, que foi convidado pelo clube, o qual se assumiu torcedor.

Rodada 38

A última rodada do campeonato foi de decisiva para decidir os classificados para a libertadores, e aqueles que permanecem na elite do futebol brasileiro para 2019. O Grêmio venceu o Corinthians e classificou para a fase de grupos da Libertadores, o Atlético Mineiro garantiu a ultima vaga do G6 após vencer o botafogo, e o Sport apesar da vitória não conseguiu sair do Z4 pois o Ceará não venceu o Vasco. Confira todos os resultados:

  • Atlético MG 1 x 0 Botafogo
  • Flamengo 1 x 2 Atlético Paranaense
  • Paraná 1 x 1 Internacional
  • Chapecoense 1 x 0 São Paulo
  • Bahia 0 x 0 Cruzeiro
  • Fluminense 1 x 0 América MG
  • Ceará 0 x 0 Vasco
  • Sport 2 x 1 Santos
  • Palmeiras 3 x 2 Vitória
  • Grêmio 1 x 0 Corinthians

 

Tabela

Classificados para a Libertadores da América 2019

  • 1º – Palmeiras – 80 pontos
  • 2º – Flamengo – 72 pontos
  • 3º – Internacional – 69 pontos
  • 4º – Grêmio – 66 pontos
  • 5º – São Paulo – 63 pontos
  • 6º – Atlético Mineiro – 59 pontos
  • 8º – Cruzeiro – 53 pontos

O Cruzeiro está classificado para a Libertadores por ter vencido a Copa do Brasil 2018.

Classificados para a Sul-Americana 2019

  • 7º – Atlético Paranaense – 57 pontos
  • 9º – Botafogo – 51 pontos
  • 10º – Santos – 50 pontos
  • 11º – Bahia – 48 pontos
  • 12º – Fluminense – 45 pontos
  • 13º – Corinthians – 44 pontos

Clubes que se mantém na Série A de 2019

  • 14º – Chapecoense – 44 pontos
  • 15º – Ceará – 44 pontos
  • 16º – Vasco – 43 pontos

Rebaixados para a Série B de 2019

  • 17º – Sport – 42 pontos
  • 18º – América MG – 40 pontos
  • 19º – Vitória – 37 pontos
  • 20º – Paraná – 23 pontos

Classificados para a Série A de 2019 (G4 da Série B 2018)

  • 1º – Fortaleza – 71 pontos
  • 2º – CSA – 62 pontos
  • 3º – Avaí – 61 pontos
  • 4º – Goiás – 60 pontos

 

Estatísticas

Artilharia

  • 1º – Gabriel (Santos) – 18 gols
  • 2º – Ricardo Oliveira (Atlético MG) – 13 gols
  • 3º – Pablo (Atlético Paranaense) e Diego Souza (São Paulo) – 12 gols
  • 4º – Leandro Pereira (Chapecoense) e Nico Lópes (Internacional) – 11 gols

Vitórias

  • Maior número – Palmeiras – 23 vitórias
  • Menor número – Paraná – 4 vitórias

Derrotas

  • Maior número – Paraná – 23 derrotas
  • Menor número – Palmeiras – 4 derrotas

Empates

  • Maior número – São Paulo – 15 empates
  • Menor número – Atlético MG – 8 empates

Ataque

  • Melhor ataque – Palmeiras – 64 gols
  • Pior ataque – Paraná – 18 gols

Defesa

  • Melhor defesa – Palmeiras – 26 gols
  • Pior defesa – Vitória – 63 gols

Vitória de Mandantes

  • 202 vitórias

Vitória de Visitantes

  • 68 vitórias

Empates

  • 110 empates

Placares que mais aconteceram

  • 1 x 0 – 68 vezes
  • 1 x 1 – 50 vezes
  • 0 x 0 – 43 vezes
  • 2 x 1 – 41 vezes

Gols

  • Gols de mandante – 525 gols
  • Gols de visitante – 302 gols
  • Média de gols por jogo – 2,18
  • Total – 827 gols

Momento dos Gols

  • 0-15 minutos (1º tempo) – 12%
  • 16-30 minutos (1º tempo) – 13%
  • 31-45 minutos (1º tempo) –  17%
  • 0-15 minutos (2º tempo) – 17%
  • 16-30 minutos (2º tempo) – 16%
  • 31-45 minutos (2º tempo) – 25%

Mais cartões amarelos

  • Felipe Melo (Palmeiras) – 15 cartões
  • Richardson (Ceará) – 12 cartões
  • Victor Cuesta (Internacional) – 12 cartões

Mais cartões vermelhos

  • Cuéllar (Flamengo) – 3 cartões
  • Samuel Xavier (Ceará) – 2 cartões
  • R. Aguirre (Botafogo) – 2 cartões
  • Yago Pikachu (Vasco) – 2 cartões
  • Luan (América MG) – 2 cartões
  • Anderson Martins (São Paulo) – 2 cartões
  • Andrey (Paraná) – 2 cartões
  • Wesley (America MG) – 2 cartões
  • Mancuello (Cruzeiro) – 2 cartões

Maiores goleadas (diferença de gols)

  • Atlético Paranaense 5 x 1 Chapecoense
  • Paraná 0 x 4 Corinthians
  • Grêmio 5 x 1 Santos
  • Atlético Paranaense 4 x 0 Vitória
  • Grêmio 4 x 0 Vitória
  • Grêmio 4 x 0 Botafogo
  • Atlético Paranaense 4 x 0 América Mineiro
  • Fluminense 4 x 0 Paraná
  • Atlético Paranaense 4 x 0 Sport
  • Paraná 0 x 4 Flamengo
  • Palmeiras 4 x 0 América Mineiro

Renda Líquida

  • Menor renda líquida (jogo) – Fluminense x Atlético MG – R$ -369.732,90
  • Maior renda líquida (jogo) – São Paulo x Palmeiras – R$ 2.370.144,22
  • Menor renda líquida (total) – Botafogo – R$ -3.280.251,33
  • Maior renda líquida (total) – Palmeiras – R$ 21.274.913,12
  • Média de renda líquida – R$ 265.453,45
  • Total de renda líquida – R$ 99.545.045,42

Renda Bruta

  • Menor renda bruta (jogo) – Paraná x Vitória – R$ 15.030,00
  • Maior renda bruta (jogo) – Fluminense x Flamengo – R$ 3.177.575,00
  • Menor renda bruta (total) – América MG – R$ 1.105.212,00
  • Maior renda bruta (total) – Palmeiras – R$ 33.670.935,82
  • Média de renda bruta – R$ 564.688,23
  • Total de renda bruta – R$ 211.758.086,47

Público

  • Menor público pagante (jogo) – Paraná x Vitória – 931 pagantes
  • Maior público pagante (jogo) – Flamengo x Atlético Paranaense – 62.994 pagantes
  • Menor público (total) – América Mineiro – 93.057 pessoas
  • Maior público (total) – Flamengo – 895.652 pessoas
  • Média de público (jogo) – 18.783 pessoas
  • Total de público – 7.043.587 pessoas

Ingressos

  • Total – 7.072.980 ingressos
  • % de vendidos – 99,58%

 

com informações de www.academiadasapostasbrasil.com e www.srgoool.com.br

Deixe um comentário

Adicione o seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode acompanhar estes comentários (assinar) via RSS.

Seu e-mail nunca será divulgado, nem compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com *