Prefeito e Câmara recebem abaixo-assinado em defesa da Zona2


Por Agência CentralSul de Notícias

 

Uma das poucas áreas tombadas em Santa Maria. Foto: arquivo

O Conselho de Patrimônio Histórico e Cultural de Santa Maria (COMPHIC) fez a entrega, nesta quarta e quinta-feira (6/6 e 7/6/18), do pedido de manutenção dos bens edificados na chamada Zona 2 do município de Santa Maria, para o poder executivo municipal. A entrega foi feita no Gabinete do Prefeito e, também, na Presidência da Câmara de Vereadores Municipal e Comissão do Plano Diretor da Câmara. Hum mil, duzentos e sessenta e quatro pessoas o abaixo-assinado disponibilizado no site Charge.Org.

A informação, veiculada no site, traz ainda o agradecimento do Conselho aos signatários do abaixo assinado. ” Estamos gratos a cada um que emprestou seu nome a esta causa, e esperamos que nossos governantes sejam sensíveis a memória de nossa cidade. Seguiremos acompanhando a situação, até que tenhamos êxito!”, afirmam.

A iniciativa visava agregar a população em torno da preservação da história arquitetônica de Santa Maria em seus elementos arquitetônicos e urbanísticos, pressionando as instâncias decisórias constituídas pelos vereadores que compõem a Comissão do Plano Diretor, a presidência da Câmara,  a Casa Civil, o COMPHIC, a procuradoria do município para que votem contrários à  proposta que visa modificar o Plano Diretor de Santa Maria, ainda em maio corrente.

O novo texto que está em apreciação na Câmara de Vereadores reduz a consulta de análise do  Instituto do Planejamento do Município (IPLAN) apenas aos poucos prédios já tombados. Pelo novo texto, se aprovado, será possível demolir prédios  de interesse histórico ainda não tombados, possam ser demolidos  sem consulta pública prévia. O texto ameaça a mudança radical da chamada Zona 2, que reúne o conjunto de prédios e casarões do centro histórico de Santa Maria.

 

Sobre o autor:

Agência CentralSul de Notícias

Deixe um comentário

Adicione o seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode acompanhar estes comentários (assinar) via RSS.

Seu e-mail nunca será divulgado, nem compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com *