O futuro é feminino


Por Mariana Olhaberriet

 

Texto e foto de Mariana Olhaberriet/LABFEM

The Future Is Female” apareceu originalmente em uma camiseta feita em 1972 por Jane Lurie e Marizel Rios, donas da Labyris Books, a primeira livraria de mulheres em Nova York. Em 1975, a fotógrafa Liza Cowan clicou sua namorada vestindo a camiseta para um projeto e desde então o slogan passou a ser usado por feministas. Atualmente, ele faz parte de um contexto muito maior, representa a luta diária das mulheres para ocupar espaços sociais e políticos. Marielle Franco era socióloga e foi vereadora da Câmara do Rio de Janeiro, pelo PSOL, Partido Socialismo e Liberdade, e presidente da Comissão da Mulher do mesmo município. A representatividade feminina na política brasileira é bastante inexpressiva, por isso Marielle queria mudar esse quadro e entendia que a presença feminina em espaços como esses é importante para reduzir desigualdades. Marielle foi assassinada em março de 2018, deixando marcas e herdeiras.

Foram mulheres que organizaram e reuniram o maior número de pessoas em manifestações pelo Brasil durante o período eleitoral, desde os protestos de setembro de 2016. O registro fotográfico feito durante o ato “Justiça para Marielle”, no dia 14 de março passado, representa como vejo o futuro: uma sociedade com mulheres inspiradoras, que apoiam umas às outras, lutam por seus objetivos e, principalmente, não se calam diante aos erros que são tratados como banalidades, apenas por estarem enraizados na nossa sociedade e cultura. O futuro é feminino porque a luta de Marielle e tantas outras brasileiras é também a minha luta, enquanto mulher, na busca pela igualdade de direitos.

Deixe um comentário

Adicione o seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode acompanhar estes comentários (assinar) via RSS.

Seu e-mail nunca será divulgado, nem compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com *