Reativado em 2014, Cineclube traz diversidade


Por Agência CentralSul de Notícias

 

O Diretório Central dos Estudantes (DCE) do Centro Universitário Franciscano convida os acadêmicos de todos os cursos para prestigiar o Cineclube. No dia 21 de março, serão apresentados filmes, a partir das 14h, no Salão de Atos do Prédio 13, situado no Conjunto III da Instituição. A programação de filmes vai até o dia 30 de maio. As sessões serão sempre nos sábados, com duração de cerca de duas horas. O tema desse mês será “Mulher”, em abril sobre “Ditadura Militar” e em maio “Trabalho”.

422586_378723688811962_822633528_n

O Cineclube ressurgiu em agosto, no 12º Fórum da Comunicação, em que foram apresentadas três produções cinematográficas, relacionadas à Ditadura Civil Militar. Segundo o coordenador geral do DCE, Daniel de Moura Pinto, o projeto busca democratizar os espaços culturais do Centro Universitário Franciscano, através do trabalho de forma interdisciplinar, despertando o senso crítico e criando um ambiente agradável para discussões entre os estudantes.

Não é necessário se inscrever para assistir aos filmes. Ao final, o acadêmico recebe um formulário com o carimbo e assinatura do DCE. Cada comprovante vale como duas horas de Atividade Extra Curricular.

Alunos querem que as atividades sejam melhor divulgadas

Mesmo sendo uma oportunidade de os acadêmicos interagirem com a instituição, o Cineclube possui poucos adeptos. Segundo os alunos Lorenzo Franchi e Tiago Nunes, ambos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Franciscano, a pouca divulgação é um dos fatores que contribui para o pouco público nas sessões.

11063285_858093690917661_190401285_n

Professor Rafael Gobbato (Foto: Dara Hamann)

O professor do curso de Fisioterapia Rafael Gobbato, mesmo fazendo parte da instituição, desconhecia o projeto. “Se soubesse que existia, já teria sugerido aos alunos, pois é uma boa opção para os estudantes participarem das promoções do Centro Universitário Franciscano”, acrescentou o docente. Ele sugeriu que o Cineclube seja mais divulgado, através de informações no site da universidade e até mesmo por cartazes que podem ser distribuídos entre os prédios dos Conjuntos I, II e III.

Outra questão que pode interferir na participação é o dia das sessões. Aos sábados, a maioria das acadêmicos não está na instituição. Entre doze alunos de diferentes cursos do Centro Universitário Franciscano, apenas dois já participaram do Cineclube. Os demais não assistiram, ou não sabiam da existência do projeto.

Por Amanda Souza e Dara Hamann

Sobre o autor:

Agência CentralSul de Notícias

Deixe um comentário

Adicione o seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode acompanhar estes comentários (assinar) via RSS.

Seu e-mail nunca será divulgado, nem compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com *