Oficina aborda o rádio hipermidiático


 

O 14º Fórum de Comunicação da Universidade Franciscana trouxe oficinas para os participantes.  Entre elas, a de Rádio Hipermidiático, ministrada pela jornalista Viviana Fronza, da Rádio Gaúcha Santa Maria, no dia 14 de agosto.

Na oficina, a jornalista afirmou que hoje o rádio ganha mais espaço nos meios de comunicação, fazendo com que a aproximação com o público seja mais fiel. Além disso, ela destacou que o repórter de rádio deve ser dinâmico pois, hoje, a preocupação não é apenas no áudio, mas, também, na possibilidade de poder transmitir imagens.

Viviana ressaltou que o jornalista tem que ter múltiplas funções: ‘’Mente aberta, estar preparado e ter em sua cabeça que é jornalista. Irá conseguir fazer matérias completas para rádio, para sites, para jornais e para TV. Essa integração só será benéfica para o jornalista e para as pessoas que procuram um material de qualidade”, afirmou.

A oficina prendeu a atenção dos alunos. Entre eles, da acadêmica Luiza Rorato, do curso de Jornalismo: “Foi muito válido estar com uma pessoa do meio do jornalismo e poder entender a sua rotina. Isso nos faz pensar como irá ser o nosso futuro. É muito importante a universidade poder te proporcionar essa experiência já que hoje o mundo está mais dinâmico e hipermidiático”.

Jornalista da Rádio Gaucha Viviana Fronza ministrando a oficina de Rádio hipermídiatico. Foto: Thaís Trindade/Laboratório de Fotografia e Memória

Deixe um comentário

Adicione o seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode acompanhar estes comentários (assinar) via RSS.

Seu e-mail nunca será divulgado, nem compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com *