Vem aí congresso de literatura infantojuvenil


Por Agência CentralSul de Notícias

 

O mundo da literatura continua oxigenando os ares de Santa Maria. Na próxima semana, de 22 a 24 de maio será realizado o I Congresso de Literatura Infantojuvenil que terá na programação oficinas, saraus literários, apresentações de espetáculos e mesas redondas.

Com o tema Ler, escrever, ilustrar e fazer livros, o congresso homenageia o escritor e ilustrador pernambucano André Neves, e traz como homenageado de honra o jornalista Marcelo Canellas. A abertura oficial será no dia 22 de maio, quarta-feira, às 19h, no Theatro Treze de Maio, com a apresentação do espetáculo “No fundo da Mata Ouvi”, de Roberto Freitas.

Para quem quiser fazer oficinas, há seis opções, nos dias 23 e 24, quinta e sexta-feira. Serão oferecidas duas turmas para cada: uma no turno da manhã (das 9h ao meio-dia) e outra no turno da tarde (das 14h às 17h). Elas serão ministradas por escritores e ilustradores de renome nacional vindos do Rio de Janeiro, Distrito Federal, São Paulo, Pernambuco e Minas Gerais. Todas as atividades são gratuitas e abertas ao público.

Os interessados em participar das oficinas podem fazer sua inscrição por meio do e-mail chili@chilism.com.br. Confira, abaixo, a programação completa.

22 DE MAIO –Theatro Treze de Maio

19h – Abertura Oficial 

Espetáculo de Abertura –  No fundo da mata ouvi… com Roberto Freitas
É um espetáculo pesquisa de contação de histórias. Em cena apenas o contador/narrador e suas personagens. Com a duração de 1h e 30m, o espectador é convidado à fazer uma exuberante viagem pelo mundo do imaginário, participando de forma interativa dos acontecimentos que são narrados. No palco desfilam histórias de humor, terror, amor e dor, costuradas com muita musicalidade e ritmo.

23 e 24 DE MAIO – Antiga Reitoria

Oficinas: das 9h às 12h e das 14h às 17h 

 O livro, as histórias e a leitura nas escolas e na vida da gente  – Lucia Fidalgo (RJ)
A oficina propõe dialogar sobre a formação do leitor através do prazer das histórias e dos livros. Para formar um leitor, precisamos antes formar um professor leitor e assim descobrir porque a leitura na escola e na vida da gente tem tanta importância. Conversas e práticas sobre os livros e as leituras em sala de aula. (30 vagas)

Esses Livros para a Infância – André Neves (PE)
Visa reflexão sobre os livros contemporâneos e sua gama de possibilidades narrativas. Técnica: Leitura com textos e Imagens como ponto de partida para a aquisição do conhecimento e pensamento crítico.(30 vagas)

Narrativa Visual e Caminhos da Leitura – Luciano Pontes (PE)
A oficina leva a uma reflexão sobre a produção, criação e mediação, com as narrativas visuais da literatura para infância. Reflete de forma prática a relação do olhar e a leitura de imagem na narrativa literária, como forma de conhecimento e enriquecimento do imaginário poético e visual dos leitores, possibilitando práticas criativas com o livro de imagem, dentro e fora da escola. (30 vagas)

Criação do livro esboço (sketchbook) – Osvaldo da Costa (SP)
Experimentações gráficas e seu processo criativo que permite muitas possibilidades visuais e reaproveitamento de materiais baratos e tão comuns e acessíveis em nosso dia-a-dia, como imagens de revistas, jornais e fotos. Materiais necessários para oficina: canetas coloridas, tesouras e revistas. (Oficina indicada para professores e alunos a partir de 16 anos, 20 vagas).

 A Mala de Leitura apresenta o universo mágico dos Pop Up’s Books. – Maurício Leite (DF/Portugal)
Conheça e se encante com as técnicas de para construção de um divertido Pop Up Book.

 Os Pontos de Quem Conta e Lê um Conto: a utilização lúdica e pedagógica das histórias no processo educacional – Roberto Freitas (MG)
Este encontro tem como principal objetivo sensibilizar os educadores para a utilização lúdica e pedagógica das histórias no processo educacional. Através de algumas técnicas simples, as histórias se transformam num rico instrumento de aprendizagem, aplicáveis nas mais diversas matérias.

23 DE MAIO  – Theatro Treze de Maio

19h – Mesa Redonda

COMO FORMAR O LEITOR PELOS CAMINHOS DOS LIVROS, DAS LEITURAS E DAS ILUSTRAÇÕES – com Luciano Pontes, André Neves, Roberto Freitas e Pedro Brum Santos (UFSM). Mediação de Lucia Fidalgo.

24 DE MAIO – Theatro Treze de Maio

19h – Espetáculo de Encerramento

Seu Rei Mandou (Recife/PE)
Aborda o universo fabuloso da realeza por meio de releituras cômicas e poéticas dos contos populares. No palco, são interpretados: A lavadeira Real, O rato que roeu a roupa do Rei de Roma e o Rei Chinês Reinaldo Reis. Luciano Pontes e Gustavo Vilar. (infantil)

 

Sobre o autor:

Agência CentralSul de Notícias

Deixe um comentário

Adicione o seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode acompanhar estes comentários (assinar) via RSS.

Seu e-mail nunca será divulgado, nem compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com *