Jornalismo imersivo ambiental é tema de pesquisa na UFN


Por Agência CentralSul de Notícias

 

João Pedro Foletto. Foto: Patrício de Freitas/LABFEM

Aconteceu na última quarta-feira feira, 3 de julho, a XXI Jornada Científica de Jornalismo. O evento é  realizado pelo curso de Jornalismo da Universidade Franciscana e reúne acadêmicos do sétimo semestre para apresentarem a primeira etapa do seu trabalho final de graduação.

João Pedro Foletto foi um dos alunos que se apresentaram. O seu TFG tem como título: “Jornalismo imersivo ambiental: estudo de vídeos em 360° do National Geographic” e orientação do professor Maurício Dias. O acadêmico vai analisar como o National Geographic tem se apropriado da imersão para abordar jornalismo nos vídeos em 360°. Ele pretende identificar o uso dos sensores do smartphone presentes no consumo dos vídeos e observar o grau de imersão encontrados nos mesmos a partir de categorias específicas. O trabalho é uma pesquisa qualitativa e será usada a metodologia de estudo de caso com método exploratório e discursivo. Foletto ainda vai produzir um questionário que será respondido por estudantes e profissionais de comunicação que assistem regularmente a vídeos em  360°.

João explica que escolheu esse tema em razão de sempre gostar de tecnologia e natureza. Também porque a National Geographic é uma empresa conceituada no ponto de vista midiático. Ele considera um assunto interessante, ainda mais por ser uma inovação e que pode ser explorado novos formatos jornalísticos.

O jovem  conta que a maior dificuldade é fazer com que os termos técnicos como simulação e realidade aumentada fiquem de fácil entendimento para aqueles que não tem conhecimento sobre o assunto. “Se todos conseguirem entender esses termos, significa que eu fiz o trabalho certo”, relata Foletto.

Para os acadêmicos que possuem um certo receio em se matricular na disciplina de TFG I, João esclarece que é melhor quando o aluno escolhe um tema que é do seu interesse. “Se realmente gosta do tema, ele vai ser tornar fácil”, aconselha.

Por Milena Dias para a disciplina de Jornalismo Científico

Sobre o autor:

Agência CentralSul de Notícias

Deixe um comentário

Adicione o seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode acompanhar estes comentários (assinar) via RSS.

Seu e-mail nunca será divulgado, nem compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com *