Oficina com Natasha Corbelino trabalha arte e política


Por Agência CentralSul de Notícias

 

Natasha Corbelino. Foto: arquivo pessoal da atriz

Estão abertas as inscrições para a oficina performativa Em casa com a Constituição, ministrada pela atriz e ativista carioca Natasha Corbelino. Inovadora, a oficina acontece no período de 2 a 5 de maio, em Santa Maria, em local privado, e os alunos terão artigos da constituição para se inspirarem e ocuparem os espaços da casa para uma apresentação final ao público. As vagas para oficina  são limitadas a 30 lugares  “Vamos trabalhar um programa performativo que dê conta daquilo que nossos corpos se sentirem provocados a pôr em cena a partir do contato com o texto da Constituição e sua interação real com o país que se desenha hoje”, afirma a atriz.

Natasha Corbelino é graduada na UniRio, bacharel em Artes Cênicas – Interpretação.  Teve sua formação permeada pela dança através da Escola Estadual de Danças Maria Olenewa. Com mais de duas décadas de experiência como trabalhadora da cultura, busca se integrar a ideias transdisciplinares e coletivas,para novos modos de produção, onde sempre a partilha real dos encontros seja motor da criação. Neste caminho, tem realizado cada vez mais ações que falam com a cidade – “as cidades que nos habitam”, diz ela.

Entre seus trabalhos, Natasha dirige e escreve “Bora”, novo solo de Soraya Ravenle; circula com Maria Juliana (texto, direção e performance), um solo expandido criado como programa performativo ao longo dos estudos com Eleonora Fabião; um spin-off da personagem que faz no espetáculo Rose, de Cecília Ripoll, indicada ao Prêmio Shell RJ de melhor texto, com direção de Vinícius Arneiro.Teatro Comercial (texto e direção): coletivo performático que atua em comércios e no metrô. Que legado (curadoria e direção geral com Breno Sanches): ocupação cultural com mais de 400 profissionais em programa de teatro, dança, performance, música, literatura, cinema, psicanálise, tendo sida indicada ao Prêmio Shell de teatro 2017, na categoria Inovação.

Cenas/ações na oficina “Em casa com a Constituição”

“07 cômodos. 07 incômodos, ops, inevitável… artigos”

Local onde será ministrada a oficina

Na saleta => Artigo 5º, XV: é livre a locomoção no território nacional em tempo de paz, podendo qualquer pessoa, nos termos da lei, nele entrar, permanecer ou dele sair com seus bens.

Na sala => Art 3o, IV: promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação.

Na cozinha => Art. 225º: todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações.

No corredor => Art 5º, VI: é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias.

Na área => Art 5º, III: ninguém será submetido a tortura nem a tratamento desumano ou degradante.

No banheiro => Art 5º, I: homens e mulheres são iguais em direitos e obrigações, nos termos desta Constituição.

No quarto => Art 5º, XI: a casa é asilo inviolável do indivíduo, ninguém nela podendo penetrar sem consentimento do morador, salvo em caso de flagrante delito ou desastre, ou para prestar socorro, ou, durante o dia, por determinação judicial.

Informações e inscrições pelos telefones (055) 99626 8290 e (055)99614 3316. Vagas limitadas.

Sobre o autor:

Agência CentralSul de Notícias

Deixe um comentário

Adicione o seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode acompanhar estes comentários (assinar) via RSS.

Seu e-mail nunca será divulgado, nem compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com *