Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Ainda há vagas para hospedagem de vestibulandos

Hotéis, alojamentos e casas de famílias possibilitam estada nos dias de vestibular

A proximidade do vestibular da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) costuma aumentar a procura por vagas nos hotéis da cidade. Mas não é o que está acontecendo este ano. Segundo o representante da Associação de Hotéis, Restaurantes, Agências de Viagens e Turismo de Santa Maria (AHTURR), José Rafael D’Império, ainda há quartos sobrando para cerca de 500 vestibulandos. Outras possibilidades para hospedagem são alojamentos e casas de família.

O processo seletivo deste ano, que acontece entre 10 e 13 de janeiro, conta com cerca de 18.500 candidatos. A estatística representa uma queda de 3 mil inscrições em relação ao vestibular 2005. Para  D’Império, a baixa procura no setor não se deve apenas a essa diferença no número de inscrições. 

Rafael aponta a seca, que influenciou a economia de forma negativa, e a coincidência de data com o vestibular da UFRGS, em Porto Alegre, como razões para a sobra de 45% das vagas nos hotéis de Santa Maria. "Nos anos anteriores a procura era maior. Em 2006, a previsão é de que teremos menos dinheiro injetado na economia da cidade", afirma. A média da diária para quartos duplos e triplos fica em torno de R$ 65.

O Hotel Samara, na Avenida Rio Branco, é um caso em que a lotação está por esgotar. Os quartos individuais custam R$ 25 por dia, sendo R$ 16 com banheiro comunitário. Em ambos os casos o café da manhã está incluso. O atendente João Alberto Silveira comenta que as reservas demoraram a ser feitas desta vez. "Acredito que isso aconteceu porque agora existem outras opções, como casas de famílias", explica.

Silveira conta que muitas das reservas são feitas por vestibulandos que vem de longe. É o caso de um estudante que chegará três dias antes do vestibular: "Ele é de Goiás e já chega aqui no sábado por causa do ônibus. Se ele pegasse o outro, chegaria atrasado para as provas do vestibular na terça-feira", relata.

Hospedagem alternativa 

Os candidatos que chegam de todo o Brasil também optam por estadas alternativas. A Diocese de Santa Maria oferece hospedagem com valor mais acessível que os hotéis e já confirma a vinda de estudantes do Paraná, Goiás e de  São Paulo. A diária para os quartos coletivos com beliches é de R$ 35, com direito a três refeições. As reservas são feitas no local ou pelo telefone (55) 3221-3842. A confirmação é feita via fax, com o envio do comprovante de pagamento. Das 40 vagas iniciais, ainda restam cerca de 20.

Outra altenativa é o alojamento do DCE da UFSM, na rua Professor Braga, 79. A diária é gratuita e os interessados devem levar colchonete e roupa de cama. As vagas são garantidas pelos telefones (55) 8113-3760 e (55) 8111-8864.

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Hotéis, alojamentos e casas de famílias possibilitam estada nos dias de vestibular

A proximidade do vestibular da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) costuma aumentar a procura por vagas nos hotéis da cidade. Mas não é o que está acontecendo este ano. Segundo o representante da Associação de Hotéis, Restaurantes, Agências de Viagens e Turismo de Santa Maria (AHTURR), José Rafael D’Império, ainda há quartos sobrando para cerca de 500 vestibulandos. Outras possibilidades para hospedagem são alojamentos e casas de família.

O processo seletivo deste ano, que acontece entre 10 e 13 de janeiro, conta com cerca de 18.500 candidatos. A estatística representa uma queda de 3 mil inscrições em relação ao vestibular 2005. Para  D’Império, a baixa procura no setor não se deve apenas a essa diferença no número de inscrições. 

Rafael aponta a seca, que influenciou a economia de forma negativa, e a coincidência de data com o vestibular da UFRGS, em Porto Alegre, como razões para a sobra de 45% das vagas nos hotéis de Santa Maria. "Nos anos anteriores a procura era maior. Em 2006, a previsão é de que teremos menos dinheiro injetado na economia da cidade", afirma. A média da diária para quartos duplos e triplos fica em torno de R$ 65.

O Hotel Samara, na Avenida Rio Branco, é um caso em que a lotação está por esgotar. Os quartos individuais custam R$ 25 por dia, sendo R$ 16 com banheiro comunitário. Em ambos os casos o café da manhã está incluso. O atendente João Alberto Silveira comenta que as reservas demoraram a ser feitas desta vez. "Acredito que isso aconteceu porque agora existem outras opções, como casas de famílias", explica.

Silveira conta que muitas das reservas são feitas por vestibulandos que vem de longe. É o caso de um estudante que chegará três dias antes do vestibular: "Ele é de Goiás e já chega aqui no sábado por causa do ônibus. Se ele pegasse o outro, chegaria atrasado para as provas do vestibular na terça-feira", relata.

Hospedagem alternativa 

Os candidatos que chegam de todo o Brasil também optam por estadas alternativas. A Diocese de Santa Maria oferece hospedagem com valor mais acessível que os hotéis e já confirma a vinda de estudantes do Paraná, Goiás e de  São Paulo. A diária para os quartos coletivos com beliches é de R$ 35, com direito a três refeições. As reservas são feitas no local ou pelo telefone (55) 3221-3842. A confirmação é feita via fax, com o envio do comprovante de pagamento. Das 40 vagas iniciais, ainda restam cerca de 20.

Outra altenativa é o alojamento do DCE da UFSM, na rua Professor Braga, 79. A diária é gratuita e os interessados devem levar colchonete e roupa de cama. As vagas são garantidas pelos telefones (55) 8113-3760 e (55) 8111-8864.