Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Cidade fica mais limpa

 

As eleições foram realizadas no domingo, mas quem andou pelo centro da cidade ontem e hoje encontrou resquícios do pleito eleitoral.

Os tradicionais santinhos, sempre distribuídos milhares pelos partidos, se aglomeraram pelas ruas e calçadas de Santa Maria. A sujeira tomou conta, principalmente, do centro onde a campanha de alguns políticos foi mais intensa.

 

 

 

 

Desde segunda-feira os trabalhos de limpeza se intensificaram. A prefeitura é a responsável pelas tarefas de retirada de santinhos e panfletos. Entre os trabalhadores que estão nas ruas, está o gari Jorge Bastos (foto), 52 anos. Bastos já participou da limpeza da cidade em cinco eleições. Segundo ele, neste ano, a situação está complicada porque há mais sujeira. “É muita sujeira, muito papel. Domingo, o pessoal estava limpando e passou um carro e atiraram papel de campanha”, lembra Bastos.

Além de santinhos e panfletos que são distribuídos como material de campanha, os políticos usam de outros artifícios para conquistar o eleitorado. Vale a pintura em muros e a colocação de placas e cavaletes em canteiros das avenidas de Santa Maria.

Conforme o juiz da 41ª Zona Eleitoral, Vanderlei Deolindo, a retirada dos cavaletes e da pintura dos muros é obrigação dos políticos. Entretanto, ele disse que a prefeitura está tomando iniciativas mesmo naquelas tarefas que cabiam aos políticos.

“A idéia da justiça eleitoral é esperar que os políticos pintem os muros. Nas próximas semanas será expedido um documento com os prazos para a retirada das propagandas”, enfatiza Deolindo.

Quem não cumprir as regras estabelecidas pela Justiça vai receber uma notificação. Caso esta seja desrespeitada, uma denúncia pode ser encaminhada ao Ministério Público.

Fotos: Núcleo de Fotografia e Memória 

 

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

As eleições foram realizadas no domingo, mas quem andou pelo centro da cidade ontem e hoje encontrou resquícios do pleito eleitoral.

Os tradicionais santinhos, sempre distribuídos milhares pelos partidos, se aglomeraram pelas ruas e calçadas de Santa Maria. A sujeira tomou conta, principalmente, do centro onde a campanha de alguns políticos foi mais intensa.

 

 

 

 

Desde segunda-feira os trabalhos de limpeza se intensificaram. A prefeitura é a responsável pelas tarefas de retirada de santinhos e panfletos. Entre os trabalhadores que estão nas ruas, está o gari Jorge Bastos (foto), 52 anos. Bastos já participou da limpeza da cidade em cinco eleições. Segundo ele, neste ano, a situação está complicada porque há mais sujeira. “É muita sujeira, muito papel. Domingo, o pessoal estava limpando e passou um carro e atiraram papel de campanha”, lembra Bastos.

Além de santinhos e panfletos que são distribuídos como material de campanha, os políticos usam de outros artifícios para conquistar o eleitorado. Vale a pintura em muros e a colocação de placas e cavaletes em canteiros das avenidas de Santa Maria.

Conforme o juiz da 41ª Zona Eleitoral, Vanderlei Deolindo, a retirada dos cavaletes e da pintura dos muros é obrigação dos políticos. Entretanto, ele disse que a prefeitura está tomando iniciativas mesmo naquelas tarefas que cabiam aos políticos.

“A idéia da justiça eleitoral é esperar que os políticos pintem os muros. Nas próximas semanas será expedido um documento com os prazos para a retirada das propagandas”, enfatiza Deolindo.

Quem não cumprir as regras estabelecidas pela Justiça vai receber uma notificação. Caso esta seja desrespeitada, uma denúncia pode ser encaminhada ao Ministério Público.

Fotos: Núcleo de Fotografia e Memória