Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Jeans: questões históricas

Quem  diria que a peça quase que indispensável no guarda roupa de todos surgiu de um traje de lona feito especialmente para mineradores há 150 anos?


Em 1850, na época da febre do ouro nos Estados Unidos, o francês Levy Strauss notou a procura de mineradores por roupas que agüentassem seus dias duros de trabalho. Com  um grande estoque de lona que não conseguiu vender, Strauss decidiu fazer alguns pares de calças com aquela lona e deu aos mineradores. Resistente, as peças foram um grande sucesso na época com esses trabalhadores. Assim, o jeans havia surgido e ia virar uma febre internacional.


Na década de 40, os jovens adotaram essa moda, que  foi lançada pelos ícones da música e do cinema, como Marlon Brando e Marilyn Monroe. "O jeans nas décadas de 40 e 50 era o símbolo de rebeldia dos jovens", diz Valter Oliveira Araújo, advogado de 71 anos.  Ele explica que por causa das grandes estrelas do rock, que eram conhecidas por serem revolucionárias e "bagunceiras", o jeans passou a ser bastante usado.


Estilistas e lojas viram o sucesso que as calças estavam fazendo entre os jovens e começaram a estilizar as calças. O jeans foi um apetrecho de trabalho para a classe baixa, que começou a ser vendido por designers conhecidos como Jacques Fath, Pierre Cardin e Givenchy Pierre Balmain para a elite.


Mair Furquim, professora de 58 anos, comenta que seu primeiro jeans foi aos 12 anos e que na época  era chamado de Brim Coringa, e as pessoas só usavam para viajar ou para o carnaval. “Nos anos 60, as mulheres adoravam usar jeans, mas os homens não gostavam que suas namoradas ou esposas usassem”, analisa. “O jeans era unissex e difícil de comprar. Comprávamos os mesmos que os homens, mas nos anos 70, a moda era costurar um pano embaixo para ela ficar boca de sino”,  finaliza Mair.


A moda que surgiu com os mineradores em 1850 veio para ficar. Com altas variações de preços e estilos, o jeans pode agradar a todos os gostos e ser apropriado para inúmeras ocasiões.

 

Fotos: Núcleo de Fotografia e Memória (Romulo Tondo)

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Quem  diria que a peça quase que indispensável no guarda roupa de todos surgiu de um traje de lona feito especialmente para mineradores há 150 anos?


Em 1850, na época da febre do ouro nos Estados Unidos, o francês Levy Strauss notou a procura de mineradores por roupas que agüentassem seus dias duros de trabalho. Com  um grande estoque de lona que não conseguiu vender, Strauss decidiu fazer alguns pares de calças com aquela lona e deu aos mineradores. Resistente, as peças foram um grande sucesso na época com esses trabalhadores. Assim, o jeans havia surgido e ia virar uma febre internacional.


Na década de 40, os jovens adotaram essa moda, que  foi lançada pelos ícones da música e do cinema, como Marlon Brando e Marilyn Monroe. "O jeans nas décadas de 40 e 50 era o símbolo de rebeldia dos jovens", diz Valter Oliveira Araújo, advogado de 71 anos.  Ele explica que por causa das grandes estrelas do rock, que eram conhecidas por serem revolucionárias e "bagunceiras", o jeans passou a ser bastante usado.


Estilistas e lojas viram o sucesso que as calças estavam fazendo entre os jovens e começaram a estilizar as calças. O jeans foi um apetrecho de trabalho para a classe baixa, que começou a ser vendido por designers conhecidos como Jacques Fath, Pierre Cardin e Givenchy Pierre Balmain para a elite.


Mair Furquim, professora de 58 anos, comenta que seu primeiro jeans foi aos 12 anos e que na época  era chamado de Brim Coringa, e as pessoas só usavam para viajar ou para o carnaval. “Nos anos 60, as mulheres adoravam usar jeans, mas os homens não gostavam que suas namoradas ou esposas usassem”, analisa. “O jeans era unissex e difícil de comprar. Comprávamos os mesmos que os homens, mas nos anos 70, a moda era costurar um pano embaixo para ela ficar boca de sino”,  finaliza Mair.


A moda que surgiu com os mineradores em 1850 veio para ficar. Com altas variações de preços e estilos, o jeans pode agradar a todos os gostos e ser apropriado para inúmeras ocasiões.

 

Fotos: Núcleo de Fotografia e Memória (Romulo Tondo)