Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Ônibus mais caro a partir de hoje

Desde a meia-noite desta segunda-feira, o valor da passagem de ônibus passou de R$ 1,60 para R$ 1,80. O reajuste de 12,5% atinge também os azuizinhos – transporte seletivo – com a passagem subindo de R$ 2,00 para R$ 2,25.

O novo valor da tarifa pode ocasionar o desemprego da diarista Daniela Medianeira dos Santos. Ela usa o transporte coletivo quatro vezes por dia e gastava R$ 6,40. Agora, ela vai ter que desembolsar R$ 7,20 para andar de ônibus.

"Trabalho na T. Neves e moro na Vila Schirmer. Tenho que pegar um de lá da Vila Schirmer até o centro e um do centro até a T. Neves. E agora vou sair do serviço, não vou trabalhar só pra pagar a passagem", analisa Daniela.

A vendedora Cláudia Scherer, 36 anos, acha um absurdo o aumento do valor da passagem. Conforme Cláudia, o gasto mensal que ficava em torno dos R$ 80,00 pode passar dos R$ 100,00. Sobre o aumento da tarifa, Cláudia afirma: "Acho um absurdo, porque se já era caro a R$ 1,60, com R$ 1,80 fica pior ainda".

 

Discussões não param

O aumento foi aprovado pelo Conselho Municipal de Transportes em reunião realizada na manhã de 21 de setembro e decretado na semana passada pelo prefeito em exercício Werner Rempel. Mesmo entrando em vigor nesta segunda-feira, a OAB de Santa Maria e o DCE da UFSM contestam um decreto da prefeitura que decidiu os parâmetros para o cálculo da custo da passagem.

 

Jorge Maciel, presidente da subseção da OAB em Santa Maria, disse que a entidade está analisando a questão e aguardando a documentação sobre a legislação que regulamenta as gratuidades no transporte coletivo da cidade. "O objetivo é divulgar quem paga o ônus decorrente da concessão de benefícios pelas gratuidades", afirmou Maciel.

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Desde a meia-noite desta segunda-feira, o valor da passagem de ônibus passou de R$ 1,60 para R$ 1,80. O reajuste de 12,5% atinge também os azuizinhos – transporte seletivo – com a passagem subindo de R$ 2,00 para R$ 2,25.

O novo valor da tarifa pode ocasionar o desemprego da diarista Daniela Medianeira dos Santos. Ela usa o transporte coletivo quatro vezes por dia e gastava R$ 6,40. Agora, ela vai ter que desembolsar R$ 7,20 para andar de ônibus.

"Trabalho na T. Neves e moro na Vila Schirmer. Tenho que pegar um de lá da Vila Schirmer até o centro e um do centro até a T. Neves. E agora vou sair do serviço, não vou trabalhar só pra pagar a passagem", analisa Daniela.

A vendedora Cláudia Scherer, 36 anos, acha um absurdo o aumento do valor da passagem. Conforme Cláudia, o gasto mensal que ficava em torno dos R$ 80,00 pode passar dos R$ 100,00. Sobre o aumento da tarifa, Cláudia afirma: "Acho um absurdo, porque se já era caro a R$ 1,60, com R$ 1,80 fica pior ainda".

 

Discussões não param

O aumento foi aprovado pelo Conselho Municipal de Transportes em reunião realizada na manhã de 21 de setembro e decretado na semana passada pelo prefeito em exercício Werner Rempel. Mesmo entrando em vigor nesta segunda-feira, a OAB de Santa Maria e o DCE da UFSM contestam um decreto da prefeitura que decidiu os parâmetros para o cálculo da custo da passagem.

 

Jorge Maciel, presidente da subseção da OAB em Santa Maria, disse que a entidade está analisando a questão e aguardando a documentação sobre a legislação que regulamenta as gratuidades no transporte coletivo da cidade. "O objetivo é divulgar quem paga o ônus decorrente da concessão de benefícios pelas gratuidades", afirmou Maciel.