Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Pronto-atendimento registra 10 casos durante o vestibular 2006 da Unifra

Calor, nervosismo e stress atingem candidatos a uma vaga no vestibular da Unifra.

No primeiro dia de vestibular de verão da Unifra, dois candidatos passaram mal durante as provas. No Campus II, a ambulância da Unimed foi acionada para atender um estudante com hipotensão no prédio 13. No Campus I, uma vestibulanda de fisioterapia foi atendida pela equipe do prédio 1. 
 Já no segundo dia de provas, o Pronto-Atendimento registrou oitos casos no Campus I. Foram seis vestibulandos de fisioterapia e dois de odontologia. “Foram casos de náuseas, hipotensão. Tudo por causa do estresse das provas”, garante a enfermeira Adriane Dalasta.  Além do  aluno que chegou atrasado, perdeu a prova e teve uma crise de hipertensão.

As enfermeiras  Adriane e sua colega Maria Marinho também acompanharam um caso de catapora. Uma candidata ao curso de história avisou a Coperves um dia antes do vestibular que estava com a doença. Por isso, ela realizou as provas numa sala separada, com a fiscalização e acompanhamento médico.

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Calor, nervosismo e stress atingem candidatos a uma vaga no vestibular da Unifra.

No primeiro dia de vestibular de verão da Unifra, dois candidatos passaram mal durante as provas. No Campus II, a ambulância da Unimed foi acionada para atender um estudante com hipotensão no prédio 13. No Campus I, uma vestibulanda de fisioterapia foi atendida pela equipe do prédio 1. 
 Já no segundo dia de provas, o Pronto-Atendimento registrou oitos casos no Campus I. Foram seis vestibulandos de fisioterapia e dois de odontologia. “Foram casos de náuseas, hipotensão. Tudo por causa do estresse das provas”, garante a enfermeira Adriane Dalasta.  Além do  aluno que chegou atrasado, perdeu a prova e teve uma crise de hipertensão.

As enfermeiras  Adriane e sua colega Maria Marinho também acompanharam um caso de catapora. Uma candidata ao curso de história avisou a Coperves um dia antes do vestibular que estava com a doença. Por isso, ela realizou as provas numa sala separada, com a fiscalização e acompanhamento médico.