Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

‘Duas cabeças pensam melhor que uma’

 

     O chavão, citado pelo jornalista André Passamani, salienta um dos pontos discutidos na tarde de hoje durante a realização do workshop Colaboração e Produção em Ambiente Web, no V Fórum de Comunicação da Unifra. Na oficina, o jornalista bateu um papo descontraído com alunos de comunicação e profissionais da área sobre ferramentas que colaborem e possibilitem trabalhar na internet atualmente. Nas quatro horas de duração, os participantes tiveram a possibilidade de conhecer um pouco mais sobre as novas tecnologias, além de trocar experiências vividas no meio web.

     Para André Passamani, a internet e suas ferramentas possibilitam a aproximação das pessoas com interesses comuns. “As ferramentas da internet permitem que as pessoas trabalhem juntas, sem estarem juntas. O encontro (físico) das pessoas, muitas vezes, custa caro e a colaboração de outras pessoas, principalmente no campo da comunicação, é muito importante”, relata.

     A colaboração na web, segundo Passamani, pode se dar através da Ética Hacker de Linus Torvalds (criador do sistema operacional Linux). Esta ética baseia-se no compartilhamento de dados e conhecimentos através da associação de três definições: a sobrevivência, a sociabilidade e o entretenimento.  A sobrevivência se dá na medida em que uma pessoa entra num fórum de discussão para trocar informações, por exemplo, o computador do usuário está com problema, então ele busca a solução através de outros usuários que já passaram por essa dificuldade. Já na sociabilidade, o indivíduo interage com pessoas que possuam interesses parecidos e, através desses contatos, pode surgir a possibilidade de abrir portas para o mercado de trabalho. E, por último, o entretenimento quando as pessoas têm o hábito de conversar e trocar informações sobre coisas que gostem.

     Passamani diz que o profissional precisa encarar com bom humor as críticas recebidas sobre o seu trabalho, pois elas representam ganhos. Além disso, para o jornalista, o método de colaboração minimiza preconceitos, pois o que vale no ambiente web é a produção, já que, por exemplo, a boa aparência de quem produz não é levada em conta.

     A estudante do 7° semestre de Publicidade e Propaganda da Unifra, Ana Carolina Figueiredo, acredita que o workshop foi muito útil para sua vida acadêmica. “O que me atraiu foi o tema que é ligado diretamente a um projeto experimental que estou desenvolvendo na faculdade. Achei o workshop diferente dos modelos tradicionais. O palestrante permitiu que o tema ficasse bem mais interessante”, enfatiza.  

Fotos: Núcleo de Fotografia e Memória (Elenice Balejos)

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

     O chavão, citado pelo jornalista André Passamani, salienta um dos pontos discutidos na tarde de hoje durante a realização do workshop Colaboração e Produção em Ambiente Web, no V Fórum de Comunicação da Unifra. Na oficina, o jornalista bateu um papo descontraído com alunos de comunicação e profissionais da área sobre ferramentas que colaborem e possibilitem trabalhar na internet atualmente. Nas quatro horas de duração, os participantes tiveram a possibilidade de conhecer um pouco mais sobre as novas tecnologias, além de trocar experiências vividas no meio web.

     Para André Passamani, a internet e suas ferramentas possibilitam a aproximação das pessoas com interesses comuns. “As ferramentas da internet permitem que as pessoas trabalhem juntas, sem estarem juntas. O encontro (físico) das pessoas, muitas vezes, custa caro e a colaboração de outras pessoas, principalmente no campo da comunicação, é muito importante”, relata.

     A colaboração na web, segundo Passamani, pode se dar através da Ética Hacker de Linus Torvalds (criador do sistema operacional Linux). Esta ética baseia-se no compartilhamento de dados e conhecimentos através da associação de três definições: a sobrevivência, a sociabilidade e o entretenimento.  A sobrevivência se dá na medida em que uma pessoa entra num fórum de discussão para trocar informações, por exemplo, o computador do usuário está com problema, então ele busca a solução através de outros usuários que já passaram por essa dificuldade. Já na sociabilidade, o indivíduo interage com pessoas que possuam interesses parecidos e, através desses contatos, pode surgir a possibilidade de abrir portas para o mercado de trabalho. E, por último, o entretenimento quando as pessoas têm o hábito de conversar e trocar informações sobre coisas que gostem.

     Passamani diz que o profissional precisa encarar com bom humor as críticas recebidas sobre o seu trabalho, pois elas representam ganhos. Além disso, para o jornalista, o método de colaboração minimiza preconceitos, pois o que vale no ambiente web é a produção, já que, por exemplo, a boa aparência de quem produz não é levada em conta.

     A estudante do 7° semestre de Publicidade e Propaganda da Unifra, Ana Carolina Figueiredo, acredita que o workshop foi muito útil para sua vida acadêmica. “O que me atraiu foi o tema que é ligado diretamente a um projeto experimental que estou desenvolvendo na faculdade. Achei o workshop diferente dos modelos tradicionais. O palestrante permitiu que o tema ficasse bem mais interessante”, enfatiza.  

Fotos: Núcleo de Fotografia e Memória (Elenice Balejos)