Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Acupuntura, uma forma alternativa no tratamento de doenças

      A acupuntura é uma técnica da medicina tradicional chinesa praticada há mais de 4.000 anos, que pode ser indicada no tratamento de várias doenças. A modalidade terapêutica faz uso de finas agulhas que são inseridas em pontos específicos do corpo, além de outros instrumentos como mochas (bastão de artemísia), sementes e ventosas (recipiente de acrílico).

     De acordo com a fisioterapeuta e especialista em acupuntura, Fernanda Zinn, a técnica vê e trata o indivíduo como um todo. “O tratamento inter-relaciona o físico, mental e o emocional buscando o equilíbrio, sinônimo de saúde” afirma.

     Sobre as indicações da acupuntura, Fernanda ressaltou: “Ela apresenta efeitos analgésicos, anti-inflamatórios e relaxante muscular. Alivia a insônia, cefaléia (dor de cabeça), rinite e asma. Porém, como qualquer outro tratamento tem suas limitações. Não trata o câncer, mas ameniza os efeitos colaterais da quimioterapia, melhora a imunidade e equilibra o emocional” salientou Fernanda.

     Segundo a especialista, a Acupuntura geralmente não proporciona efeitos colaterais e, para a surpresa dos pacientes, a inserção da agulha não causa dor. “Alguns pontos são mais sensíveis, no entanto bem tolerados” ressalta.

      Fernanda destaca que a área a ser punturada recebe assepsia prévia e as agulhas utilizadas são descartáveis, sendo que nunca devem ser reutilizadas. “Isso permite que o método seja seguro e sem risco de infecções” diz.

     Sobre a duração do tratamento, a fisioterapeuta diz que ele deve ser realizado uma vez por semana, podendo passar a quinzenalmente. “O tempo de tratamento varia com o caso. Uma doença crônica requer mais sessões” afirma.

     A Coordenadora do Curso de Direito da Unifra, Rosane Leal da Silva, aderiu a acupuntura buscando a cura para as crises de enxaqueca e rinite. Ela fez o tratamento por duas vezes em cerca de três anos e afirma que em relação à enxaqueca obteve resultados favoráveis. Rosane recomenda o tratamento e diz que seus benefícios não são imediatos: “O paciente deve ir para o tratamento consciente de que ele é de médio a longo prazo, seus resultados não são imediatos” finaliza.

     O tratamento da acupuntura quando aderido de maneira correta, respeitando todos os cuidados por parte dos profissionais e a freqüência às seções pelos pacientes, pode ser considerada uma forma alternativa eficaz na busca da cura das enfermidades.

Fotos: Andressa Scherer (especial para ACS)

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

      A acupuntura é uma técnica da medicina tradicional chinesa praticada há mais de 4.000 anos, que pode ser indicada no tratamento de várias doenças. A modalidade terapêutica faz uso de finas agulhas que são inseridas em pontos específicos do corpo, além de outros instrumentos como mochas (bastão de artemísia), sementes e ventosas (recipiente de acrílico).

     De acordo com a fisioterapeuta e especialista em acupuntura, Fernanda Zinn, a técnica vê e trata o indivíduo como um todo. “O tratamento inter-relaciona o físico, mental e o emocional buscando o equilíbrio, sinônimo de saúde” afirma.

     Sobre as indicações da acupuntura, Fernanda ressaltou: “Ela apresenta efeitos analgésicos, anti-inflamatórios e relaxante muscular. Alivia a insônia, cefaléia (dor de cabeça), rinite e asma. Porém, como qualquer outro tratamento tem suas limitações. Não trata o câncer, mas ameniza os efeitos colaterais da quimioterapia, melhora a imunidade e equilibra o emocional” salientou Fernanda.

     Segundo a especialista, a Acupuntura geralmente não proporciona efeitos colaterais e, para a surpresa dos pacientes, a inserção da agulha não causa dor. “Alguns pontos são mais sensíveis, no entanto bem tolerados” ressalta.

      Fernanda destaca que a área a ser punturada recebe assepsia prévia e as agulhas utilizadas são descartáveis, sendo que nunca devem ser reutilizadas. “Isso permite que o método seja seguro e sem risco de infecções” diz.

     Sobre a duração do tratamento, a fisioterapeuta diz que ele deve ser realizado uma vez por semana, podendo passar a quinzenalmente. “O tempo de tratamento varia com o caso. Uma doença crônica requer mais sessões” afirma.

     A Coordenadora do Curso de Direito da Unifra, Rosane Leal da Silva, aderiu a acupuntura buscando a cura para as crises de enxaqueca e rinite. Ela fez o tratamento por duas vezes em cerca de três anos e afirma que em relação à enxaqueca obteve resultados favoráveis. Rosane recomenda o tratamento e diz que seus benefícios não são imediatos: “O paciente deve ir para o tratamento consciente de que ele é de médio a longo prazo, seus resultados não são imediatos” finaliza.

     O tratamento da acupuntura quando aderido de maneira correta, respeitando todos os cuidados por parte dos profissionais e a freqüência às seções pelos pacientes, pode ser considerada uma forma alternativa eficaz na busca da cura das enfermidades.

Fotos: Andressa Scherer (especial para ACS)