Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Assessoria de Imprensa na prática

    

     O corre-corre do jornalismo diário foi vivenciado pelos alunos do curso de Jornalismo da Unifra na Feira do Livro 2007. Sob orientação do professor Bebeto Badke, os acadêmicos matriculados na disciplina de Assessoria de Imprensa tiveram a oportunidade de planejar e colocar em prática um projeto destinado à assessoria da Feira.

     O período de organização e planejamento para o trabalho que foi desenvolvido na Feira foi de 2 meses. Os 25 alunos da disciplina, divididos em escalas, foram os responsáveis pela atualização do site e pela organização do jornal mural envolvendo a cobertura de todas as atividades relativas à Feira.

     Pelo segundo ano consecutivo a prática da disciplina é feita na Feira do Livro. Neste ano, foram postadas no site 60 notícias produzidas pelos alunos. Eles elaboraram as pautas, realizaram as entrevistas e postavam as notícias no mesmo dia em que aconteciam. A assessoria contou com o apoio do Núcleo de Fotografia e Memória, da Unifra, coordenado pela professora Laura Fabrício.

     Para Bebeto, os futuros jornalistas tiveram na Feira a oportunidade de aprender como se faz jornalismo diário, mas fundamentalmente que o trabalho de assessor de imprensa é suado e muitas vezes não é reconhecido pelos próprios colegas: “Existem jornalistas que não consideram o assessor de imprensa como fonte e a disciplina é para que alunos se dêem conta que assessoria de imprensa é feita por jornalismo e deve ser valorizada”, revela Badke.

     A estudante do 7° semestre Ana Karla Severo assume que antes de participar da rotina de um assessor de imprensa tinha preconceito em relação à profissão: “Talvez por escutar outros profissionais falando a respeito, e pela falta de informação, eu tinha um pouco de preconceito, mas a Feira foi um modelo de assessoria. Aqui pude perceber que os repórteres que trabalham com jornalismo diário precisam de informação. E essas informações, muitas vezes, podem ser provenientes da assessoria”, ressalta.

     Já Adriana Garcia, acadêmica do 5° semestre, que já faz estágio na área de assessoria, disse que a rotina da qual participou durante a Feira foi diferente do seu dia-dia como estagiária, pois a dinâmica foi mais acelerada “O planejamento foi essencial para  agruparmos as informações que precisávamos. Nós tivemos uma noção de como funcionava a Feira antes de começar a trabalhar. Isso ajudou para que conseguíssemos acompanhar o ritmo de trabalho e, assim, cumprir os prazos”, relata.

     Acesse as notícias do último dia da Feira do Livro produzidas pelos alunos de jornalismo da Unifra com a orientação do professor Bebeto Badke.

Fotos: ACS (Camila Nascimento)

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    

     O corre-corre do jornalismo diário foi vivenciado pelos alunos do curso de Jornalismo da Unifra na Feira do Livro 2007. Sob orientação do professor Bebeto Badke, os acadêmicos matriculados na disciplina de Assessoria de Imprensa tiveram a oportunidade de planejar e colocar em prática um projeto destinado à assessoria da Feira.

     O período de organização e planejamento para o trabalho que foi desenvolvido na Feira foi de 2 meses. Os 25 alunos da disciplina, divididos em escalas, foram os responsáveis pela atualização do site e pela organização do jornal mural envolvendo a cobertura de todas as atividades relativas à Feira.

     Pelo segundo ano consecutivo a prática da disciplina é feita na Feira do Livro. Neste ano, foram postadas no site 60 notícias produzidas pelos alunos. Eles elaboraram as pautas, realizaram as entrevistas e postavam as notícias no mesmo dia em que aconteciam. A assessoria contou com o apoio do Núcleo de Fotografia e Memória, da Unifra, coordenado pela professora Laura Fabrício.

     Para Bebeto, os futuros jornalistas tiveram na Feira a oportunidade de aprender como se faz jornalismo diário, mas fundamentalmente que o trabalho de assessor de imprensa é suado e muitas vezes não é reconhecido pelos próprios colegas: “Existem jornalistas que não consideram o assessor de imprensa como fonte e a disciplina é para que alunos se dêem conta que assessoria de imprensa é feita por jornalismo e deve ser valorizada”, revela Badke.

     A estudante do 7° semestre Ana Karla Severo assume que antes de participar da rotina de um assessor de imprensa tinha preconceito em relação à profissão: “Talvez por escutar outros profissionais falando a respeito, e pela falta de informação, eu tinha um pouco de preconceito, mas a Feira foi um modelo de assessoria. Aqui pude perceber que os repórteres que trabalham com jornalismo diário precisam de informação. E essas informações, muitas vezes, podem ser provenientes da assessoria”, ressalta.

     Já Adriana Garcia, acadêmica do 5° semestre, que já faz estágio na área de assessoria, disse que a rotina da qual participou durante a Feira foi diferente do seu dia-dia como estagiária, pois a dinâmica foi mais acelerada “O planejamento foi essencial para  agruparmos as informações que precisávamos. Nós tivemos uma noção de como funcionava a Feira antes de começar a trabalhar. Isso ajudou para que conseguíssemos acompanhar o ritmo de trabalho e, assim, cumprir os prazos”, relata.

     Acesse as notícias do último dia da Feira do Livro produzidas pelos alunos de jornalismo da Unifra com a orientação do professor Bebeto Badke.

Fotos: ACS (Camila Nascimento)