Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Em defesa do meio ambiente

Na tarde de hoje, Eleonora e Rainer Müller, criadores da fundação “MO’Ô, que aborda questões sobre mudanças climáticas, estiveram na Unifra para divulgar as atividades do grupo. O objetivo da organização é “despertar a sensibilização ambiental na defesa do equilíbrio do meio ambiente”, explicam os idealizadores, ressaltando que estão propondo várias ações das quais envolvem governo, pessoas físicas e jurídicas, faculdades e escolas. A participação da sociedade se dá através de conselhos, como o de Defesa do Meio Ambiente (Condema), Conselho de Saúde, além de comitês e comissões.

A fundação atua em conjunto com outras entidades e instituições ligadas à defesa do meio ambiente nas mais diversas atividades e ações como, por exemplo, Condema, Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPN) e convênios com universidades tanto do país quanto estrangeiras. O MO’Ã promove implementação de gerenciamentos em municípios da região e é representante do Greenpeace em Santa Maria no programa “Santa Maria, cidade amiga da Amazônia”.

 No município, o MO’àdesenvolveu atividades no ano passado, participando de reuniões e de visitas ao prefeito, secretaria municipal da proteção ambiental, promotores, centros educacionais e solenidades. A fundação participou também da aula inaugural de projeto social “inclusão digital e meio ambiente”, no centro educacional Nossa Senhora da Providência, que teve parceria do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente e da Unifra. Essa parceria com a Unifra existe desde sua fundação e, hoje, pretendem trabalhar juntas. Os alunos do curso de Comunicação vão participar como colaboradores da fundação MO’à e essa parceria vai gerar mais divulgação dos projetos.

Criação
A fundação foi criada em agosto de 1996, em Santa Maria. A idéia nasceu da vontade de pessoas preocupadas com questões ambientais, que acabaram se tornando instituidoras. O nome MO’Ã em tupi-guarani significa proteger.

O estatuto em vigor foi aprovado em 1997 por ato da Procuradoria Geral do Estado que, por determinação legal,  recebe, anualmente, o relatório de atividades e prestação de contas.

Tem como estrutura um conselho administrativo, conselho fiscal e diretoria executiva, constituída por membros instituidores, fundadores e colaboradores.

A fundação está inscrita no cadastro nacional de entidades ambientalistas, Conselho Nacional do Meio Ambiente e Ministério do Meio Ambiente. Como é fundação, ela só pode receber doações, pois não contam com sócios.

Em junho deste ano, os fundadores vão fazer um alerta na Câmara de Vereadores sobre as variações do clima aproveitando o dia mundial do meio ambiente.

Para saber mais sobre a fundação MO’Ã e até mesmo ser seu aliado ligue para 55-3223-4806 ou envie um e-mail para fund.moa@tetrra.com.br

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Na tarde de hoje, Eleonora e Rainer Müller, criadores da fundação “MO’Ô, que aborda questões sobre mudanças climáticas, estiveram na Unifra para divulgar as atividades do grupo. O objetivo da organização é “despertar a sensibilização ambiental na defesa do equilíbrio do meio ambiente”, explicam os idealizadores, ressaltando que estão propondo várias ações das quais envolvem governo, pessoas físicas e jurídicas, faculdades e escolas. A participação da sociedade se dá através de conselhos, como o de Defesa do Meio Ambiente (Condema), Conselho de Saúde, além de comitês e comissões.

A fundação atua em conjunto com outras entidades e instituições ligadas à defesa do meio ambiente nas mais diversas atividades e ações como, por exemplo, Condema, Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPN) e convênios com universidades tanto do país quanto estrangeiras. O MO’Ã promove implementação de gerenciamentos em municípios da região e é representante do Greenpeace em Santa Maria no programa “Santa Maria, cidade amiga da Amazônia”.

 No município, o MO’àdesenvolveu atividades no ano passado, participando de reuniões e de visitas ao prefeito, secretaria municipal da proteção ambiental, promotores, centros educacionais e solenidades. A fundação participou também da aula inaugural de projeto social “inclusão digital e meio ambiente”, no centro educacional Nossa Senhora da Providência, que teve parceria do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente e da Unifra. Essa parceria com a Unifra existe desde sua fundação e, hoje, pretendem trabalhar juntas. Os alunos do curso de Comunicação vão participar como colaboradores da fundação MO’à e essa parceria vai gerar mais divulgação dos projetos.

Criação
A fundação foi criada em agosto de 1996, em Santa Maria. A idéia nasceu da vontade de pessoas preocupadas com questões ambientais, que acabaram se tornando instituidoras. O nome MO’Ã em tupi-guarani significa proteger.

O estatuto em vigor foi aprovado em 1997 por ato da Procuradoria Geral do Estado que, por determinação legal,  recebe, anualmente, o relatório de atividades e prestação de contas.

Tem como estrutura um conselho administrativo, conselho fiscal e diretoria executiva, constituída por membros instituidores, fundadores e colaboradores.

A fundação está inscrita no cadastro nacional de entidades ambientalistas, Conselho Nacional do Meio Ambiente e Ministério do Meio Ambiente. Como é fundação, ela só pode receber doações, pois não contam com sócios.

Em junho deste ano, os fundadores vão fazer um alerta na Câmara de Vereadores sobre as variações do clima aproveitando o dia mundial do meio ambiente.

Para saber mais sobre a fundação MO’Ã e até mesmo ser seu aliado ligue para 55-3223-4806 ou envie um e-mail para fund.moa@tetrra.com.br