Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

I Jornada Científica encerra com expectativas de próxima edição

 A I Jornada Científica de Jornalismo da Unifra encerrou na última quinta-feira, com saldos positivos. A promessa é que II Jornada aconteça já no primeiro semestre de 2008.  Os temas “rádio” e "mídia e política” encerraram as três noites e de trabalhos acadêmicos e, na quarta-feira, as temáticas apresentadas foram “Televisão” e “Esporte”.

Na primeira parte da exposição sobre televisão, com mediação da professora Fabiana Siqueira, a mesa de apresentação teve apenas participação de acadêmicas que pesquisam a violência, a recepção de desenhos animados, o tradicionalismo gaúcho,  entres outros temas associados à televisão ou ao telejornalismo. Na exposição de cada uma, ressaltou-se a temática, a maneira como está sendo pesquisada e os objetivos almejados.

 “Na minha pesquisa irei analisar o discurso utilizado pelos apresentadores do Jornal Nacional. Por exemplo: por que usar a expressão ‘guerra contra o tráfico’? a palavra guerra é muito forte e muito violenta para uma realidade mais violenta ainda”, ressaltou a acadêmica Camila Porto Nascimento.

O tradicionalismo foi o tema que mais instigou perguntas. A acadêmica Lesiane Luz da Rosa estuda o programa de televisão “Galpão Crioulo”, que vai ao ar há 25 anos pela RBS TV.

Após o intervalo, as temáticas foram sobre esporte, com mediação da professora Viviane Borelli. Os expositores eram apenas acadêmicos do sexo masculino, que mostraram suas linhas de pesquisa e os meios em que pretendem estudar: rádio, televisão e jornais impressos.

Para os expositores, foi um momento para trocas e aperfeiçoamento: “aprendi a melhorar a minha pesquisa por conhecer e entrar em contato com a dos colegas”, conta a aluna expositora, Larissa Branco Paz.

O público que compareceu à Jornada teve a oportunidade de questionar e tirar dúvidas com os apresentadores.  “O evento foi ótimo; realmente estava faltando um momento de trocas de experiências e bibliografias como este”, contou a acadêmica do sétimo semestre, Kellen Höher.

“Esta é uma ótima oportunidade para o acadêmico se preparar para defender sua monografia no final do semestre. Depois de apresentar para um salão cheio, apresentar para a banca será mais fácil”, declarou  o mediador da última noite, Carlos Alberto Badke.

Rádio e mídia impressa no último dia

Na temática do Rádio, o mediador foi o professor Gilson Piber e na mídia impressa, Carlos Alberto Badke. Os alunos comentaram as dificuldades e as metodologias aplicadas para, finalmente, chegar a um tema interessante e a um problema de pesquisa bem definido. Os apresentadores ressaltaram a importância de se delimitar o objeto de pesquisa, pois muitos acadêmicos tendem a pesquisar temas muito extensos e, conseqüentemente, sem profundidade.

No próximo semestre, a idéia é que a II Jornada aconteça junto ao Fórum de Comunicação da Unifra, dando-se também destaque à iniciação científica.

A organização avaliou a experiência de forma positiva, pois conseguiu-se instituir um espaço de conservação acerca da pesquisa em jornalismo, trocando-se experiências sobre metodologias, teorias e experiências empíricas de campo.

Fotografias: Bibiane Moreira e Rodrigo Simões (Núcleo de Fotografia e Memória)

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 A I Jornada Científica de Jornalismo da Unifra encerrou na última quinta-feira, com saldos positivos. A promessa é que II Jornada aconteça já no primeiro semestre de 2008.  Os temas “rádio” e "mídia e política” encerraram as três noites e de trabalhos acadêmicos e, na quarta-feira, as temáticas apresentadas foram “Televisão” e “Esporte”.

Na primeira parte da exposição sobre televisão, com mediação da professora Fabiana Siqueira, a mesa de apresentação teve apenas participação de acadêmicas que pesquisam a violência, a recepção de desenhos animados, o tradicionalismo gaúcho,  entres outros temas associados à televisão ou ao telejornalismo. Na exposição de cada uma, ressaltou-se a temática, a maneira como está sendo pesquisada e os objetivos almejados.

 “Na minha pesquisa irei analisar o discurso utilizado pelos apresentadores do Jornal Nacional. Por exemplo: por que usar a expressão ‘guerra contra o tráfico’? a palavra guerra é muito forte e muito violenta para uma realidade mais violenta ainda”, ressaltou a acadêmica Camila Porto Nascimento.

O tradicionalismo foi o tema que mais instigou perguntas. A acadêmica Lesiane Luz da Rosa estuda o programa de televisão “Galpão Crioulo”, que vai ao ar há 25 anos pela RBS TV.

Após o intervalo, as temáticas foram sobre esporte, com mediação da professora Viviane Borelli. Os expositores eram apenas acadêmicos do sexo masculino, que mostraram suas linhas de pesquisa e os meios em que pretendem estudar: rádio, televisão e jornais impressos.

Para os expositores, foi um momento para trocas e aperfeiçoamento: “aprendi a melhorar a minha pesquisa por conhecer e entrar em contato com a dos colegas”, conta a aluna expositora, Larissa Branco Paz.

O público que compareceu à Jornada teve a oportunidade de questionar e tirar dúvidas com os apresentadores.  “O evento foi ótimo; realmente estava faltando um momento de trocas de experiências e bibliografias como este”, contou a acadêmica do sétimo semestre, Kellen Höher.

“Esta é uma ótima oportunidade para o acadêmico se preparar para defender sua monografia no final do semestre. Depois de apresentar para um salão cheio, apresentar para a banca será mais fácil”, declarou  o mediador da última noite, Carlos Alberto Badke.

Rádio e mídia impressa no último dia

Na temática do Rádio, o mediador foi o professor Gilson Piber e na mídia impressa, Carlos Alberto Badke. Os alunos comentaram as dificuldades e as metodologias aplicadas para, finalmente, chegar a um tema interessante e a um problema de pesquisa bem definido. Os apresentadores ressaltaram a importância de se delimitar o objeto de pesquisa, pois muitos acadêmicos tendem a pesquisar temas muito extensos e, conseqüentemente, sem profundidade.

No próximo semestre, a idéia é que a II Jornada aconteça junto ao Fórum de Comunicação da Unifra, dando-se também destaque à iniciação científica.

A organização avaliou a experiência de forma positiva, pois conseguiu-se instituir um espaço de conservação acerca da pesquisa em jornalismo, trocando-se experiências sobre metodologias, teorias e experiências empíricas de campo.

Fotografias: Bibiane Moreira e Rodrigo Simões (Núcleo de Fotografia e Memória)