Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Leia, vista, ouça e mobílie com usados!

 O comércio de usados está crescendo na cidade. Hoje, caminhando pelas ruas centrais de Santa Maria podem-se encontrar estabelecimentos especializados na venda de móveis, roupas, sapatos, acessórios, livros, revistas, discos e CDs usados em bom estado e com um preço atraente. Muitos produtos chegam a custar 25% a menos em relação ao produto novo. Para chamar a atenção do consumidor, muitos estabelecimentos estão investindo em um ambiente diferenciado e em condições de pagamento facilitadas.

 

Roupas usadas como ‘novas’

 Quem pensa que brechó é sinônimo de roupa velha e traça se engana. A reportagem visitou uma loja na rua Doutor Bozano que possui  um ambiente climatizado, arejado e aconchegante  onde se encontram roupas de boa qualidade e de marcas conceituadas. Além disso, o que muita gente não imagina é que as formas de pagamento são facilitadas através de cartões de crédito. Sabrina Dutra, funcionária do estabelecimento, diz que o público é diversificado – desde pessoas com um menor poder aquisitivo até quem possui uma renda mais elevada, como uma juíza, cliente da loja. “Muita gente entra aqui e nem sabe que é um brechó” afirma a funcionária.

As roupas, neste brechó, são adquiridas por consignação, isto é, a loja atua como intermediária entre os clientes e os donos das roupas. Segundo Flávia Leitão, também funcionária, atualmente, 200 pessoas, em média, deixam roupas para serem vendidas. A seleção é feita rigorosamente, e após é feita lavagem das peças.

Nas lojas especializadas na venda de roupas usadas você pode encontrar desde roupas para o dia-a-dia até vestidos de festa. As peças mais comuns variam de R$ 1,00 a R$ 40,00. Já as roupas de festa possuem preço diferenciado e variam de acordo com o tecido e sofisticação.

Aline Nunes, estudante de Veterinária, adquiriu por R$ 50,00 um vestido para ir a um baile em uma loja de roupas usadas, pois não tinha dinheiro para comprar um novo. “O vestido é lindo. Minhas amigas pensaram que eu tinha comprado em uma boutique. Quando tiver que comprar um vestido novamente não pensarei duas vezes, vou procurar nos brechós” revela Aline.

Móvéis de qualidade com preço baixo

O comércio de móveis usados é movimentado na cidade devido ao grande vai e vem de pessoas, em especial estudantes e militares que, segundo dados do IBGE, constituem uma população flutuante de cerca de 30.000 habitantes.

Conforme Delton Gall, proprietário de um brique, loja especializada na venda de móveis usados, localizado na rua Rio Branco, os produtos mais vendidos são os destinados para o quarto e para a cozinha. Em seu estabelecimento, os valores vão de R$ 10,00, como é o caso de um bidê para quarto, até R$ 380,00, o valor de uma estante toda em madeira. Os demais móveis oscilam entre esses preços, uma geladeira, por exemplo, custa em média R$ 250,00.

 Géli Borges veio de Bagé para cursar direito e encontrou nos briques da cidade uma boa alternativa para mobiliar sua casa de uma forma mais acessível: “Para montar uma outra casa somente com móveis novos sairia muito caro, então eu e meus pais fizemos uma pesquisa em diversas lojas de móveis usados e notamos que havia produtos de boa qualidade e com o preço bem inferior que fariam o mesmo efeito de um móvel novo”.

A estudante diz que fez uma economia de cerca de R$ 2.000,00. Adquiriu máquina de lavar roupa, geladeira, freezer, fogão, cozinha completa,  sofá, cômoda, criado mudo e uma penteadeira por aproximadamente R$ 1.400,00. “Bati muita perna, mas valeu a pena! Com pouco dinheiro, consegui deixar minha casa aconchegante, confortável e bem decorada” diz Géli.

 

Ouça um bom som e pague menos


Que tal encontrar um CD da sua banda preferida por R$ 10,00? Em uma loja, localizada na rua dos Andradas, destinada à compra, venda e troca de CDs e discos de vinil isso é possível. Lá podem ser encontrados títulos variados para todos os gostos e estilos musicais. A proprietária Ângela Ramalho diz que a maior parte dos freqüentadores da loja são estudantes, porém existem algumas famílias que têm o hábito de ir a loja juntos: “O pai compra o vinil, já os filhos e netos compram CDs”, afirma.

 Mariana Carpes, estudante do ensino médio, é uma freqüentadora assídua da loja. Cliente há mais ou menos um ano, foi até a loja indicada pelos amigos. Desde aí, ela aparece, no mínimo, duas vezes por mês, para ver as novidades do seu estilo favorito de música, a dos anos 70. Compra, em média, dois a três CDs por mês, dependendo do dinheiro que dispõe.

Já a jornalista Carolina Weber coleciona discos de vinil e sempre que pode garimpa raridades da sua banda favorita, os Beatles, “Adoro comprar vinis, sempre que tenho tempo dou uma procurada nas lojas especializadas e faço uma forcinha pra comprar”, relata. Em Santa Maria, os preços dos vinis variam de R$ 3,00 a R$ 25,00 dependendo da raridade.

 

Os livros antigos e seu valor

Os lugares especializados na venda de livros usados geralmente são chamados de Sebos. Mas qual é a origem do nome Sebo? No tempo em que a luz era produzida por velas ou lamparinas, o leitor só dispunha deste artifício para pesquisar os livros de interesse. Assim, muitos livros ficavam lambuzados com a parafina das velas que escorria pelas mãos do leitor. Além dos sebos tradicionais, atualmente existem os recorrentes sebos virtuais (Mercado Livre, Buscapé, entre outros). Os sites de venda proporcionam uma maior comodidade ao consumidor que pode escolher sem sair de casa o livro desejado.

O advogado Lauro Trojahn adquiriu vários livros da sua área através de Sebos virtuais. “Um livro novo de Direito Penal não sairia por menos de R$100,00 consegui encontrar em um site de vendas por R$ 45,00 em ótimo estado. Gosto de comprar livros pela internet, pois posso negociar o preço e  ainda recebo a mercadoria sem sair de casa” relata Lauro.

Uma loja localizada na  rua Floriano Peixoto, especializada  na venda de livros novos e usados, disponibiliza, além da venda tradicional, a compra de livros pela internet.  Tem à disposição dos clientes café, um ambiente limpo e organizado. Os livros são catalogados conforme a área e os preços são diversificados. Tanto no site quanto na loja podem-se encontrar títulos a partir de R$ 2,00, como é o caso dos livros de receitas até coleções de contos por R$ 300,00.

 

Fotos: Núcleo de Fotografia e Memória (Fabiane Berleze)

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 O comércio de usados está crescendo na cidade. Hoje, caminhando pelas ruas centrais de Santa Maria podem-se encontrar estabelecimentos especializados na venda de móveis, roupas, sapatos, acessórios, livros, revistas, discos e CDs usados em bom estado e com um preço atraente. Muitos produtos chegam a custar 25% a menos em relação ao produto novo. Para chamar a atenção do consumidor, muitos estabelecimentos estão investindo em um ambiente diferenciado e em condições de pagamento facilitadas.

 

Roupas usadas como ‘novas’

 Quem pensa que brechó é sinônimo de roupa velha e traça se engana. A reportagem visitou uma loja na rua Doutor Bozano que possui  um ambiente climatizado, arejado e aconchegante  onde se encontram roupas de boa qualidade e de marcas conceituadas. Além disso, o que muita gente não imagina é que as formas de pagamento são facilitadas através de cartões de crédito. Sabrina Dutra, funcionária do estabelecimento, diz que o público é diversificado – desde pessoas com um menor poder aquisitivo até quem possui uma renda mais elevada, como uma juíza, cliente da loja. “Muita gente entra aqui e nem sabe que é um brechó” afirma a funcionária.

As roupas, neste brechó, são adquiridas por consignação, isto é, a loja atua como intermediária entre os clientes e os donos das roupas. Segundo Flávia Leitão, também funcionária, atualmente, 200 pessoas, em média, deixam roupas para serem vendidas. A seleção é feita rigorosamente, e após é feita lavagem das peças.

Nas lojas especializadas na venda de roupas usadas você pode encontrar desde roupas para o dia-a-dia até vestidos de festa. As peças mais comuns variam de R$ 1,00 a R$ 40,00. Já as roupas de festa possuem preço diferenciado e variam de acordo com o tecido e sofisticação.

Aline Nunes, estudante de Veterinária, adquiriu por R$ 50,00 um vestido para ir a um baile em uma loja de roupas usadas, pois não tinha dinheiro para comprar um novo. “O vestido é lindo. Minhas amigas pensaram que eu tinha comprado em uma boutique. Quando tiver que comprar um vestido novamente não pensarei duas vezes, vou procurar nos brechós” revela Aline.

Móvéis de qualidade com preço baixo

O comércio de móveis usados é movimentado na cidade devido ao grande vai e vem de pessoas, em especial estudantes e militares que, segundo dados do IBGE, constituem uma população flutuante de cerca de 30.000 habitantes.

Conforme Delton Gall, proprietário de um brique, loja especializada na venda de móveis usados, localizado na rua Rio Branco, os produtos mais vendidos são os destinados para o quarto e para a cozinha. Em seu estabelecimento, os valores vão de R$ 10,00, como é o caso de um bidê para quarto, até R$ 380,00, o valor de uma estante toda em madeira. Os demais móveis oscilam entre esses preços, uma geladeira, por exemplo, custa em média R$ 250,00.

 Géli Borges veio de Bagé para cursar direito e encontrou nos briques da cidade uma boa alternativa para mobiliar sua casa de uma forma mais acessível: “Para montar uma outra casa somente com móveis novos sairia muito caro, então eu e meus pais fizemos uma pesquisa em diversas lojas de móveis usados e notamos que havia produtos de boa qualidade e com o preço bem inferior que fariam o mesmo efeito de um móvel novo”.

A estudante diz que fez uma economia de cerca de R$ 2.000,00. Adquiriu máquina de lavar roupa, geladeira, freezer, fogão, cozinha completa,  sofá, cômoda, criado mudo e uma penteadeira por aproximadamente R$ 1.400,00. “Bati muita perna, mas valeu a pena! Com pouco dinheiro, consegui deixar minha casa aconchegante, confortável e bem decorada” diz Géli.

 

Ouça um bom som e pague menos


Que tal encontrar um CD da sua banda preferida por R$ 10,00? Em uma loja, localizada na rua dos Andradas, destinada à compra, venda e troca de CDs e discos de vinil isso é possível. Lá podem ser encontrados títulos variados para todos os gostos e estilos musicais. A proprietária Ângela Ramalho diz que a maior parte dos freqüentadores da loja são estudantes, porém existem algumas famílias que têm o hábito de ir a loja juntos: “O pai compra o vinil, já os filhos e netos compram CDs”, afirma.

 Mariana Carpes, estudante do ensino médio, é uma freqüentadora assídua da loja. Cliente há mais ou menos um ano, foi até a loja indicada pelos amigos. Desde aí, ela aparece, no mínimo, duas vezes por mês, para ver as novidades do seu estilo favorito de música, a dos anos 70. Compra, em média, dois a três CDs por mês, dependendo do dinheiro que dispõe.

Já a jornalista Carolina Weber coleciona discos de vinil e sempre que pode garimpa raridades da sua banda favorita, os Beatles, “Adoro comprar vinis, sempre que tenho tempo dou uma procurada nas lojas especializadas e faço uma forcinha pra comprar”, relata. Em Santa Maria, os preços dos vinis variam de R$ 3,00 a R$ 25,00 dependendo da raridade.

 

Os livros antigos e seu valor

Os lugares especializados na venda de livros usados geralmente são chamados de Sebos. Mas qual é a origem do nome Sebo? No tempo em que a luz era produzida por velas ou lamparinas, o leitor só dispunha deste artifício para pesquisar os livros de interesse. Assim, muitos livros ficavam lambuzados com a parafina das velas que escorria pelas mãos do leitor. Além dos sebos tradicionais, atualmente existem os recorrentes sebos virtuais (Mercado Livre, Buscapé, entre outros). Os sites de venda proporcionam uma maior comodidade ao consumidor que pode escolher sem sair de casa o livro desejado.

O advogado Lauro Trojahn adquiriu vários livros da sua área através de Sebos virtuais. “Um livro novo de Direito Penal não sairia por menos de R$100,00 consegui encontrar em um site de vendas por R$ 45,00 em ótimo estado. Gosto de comprar livros pela internet, pois posso negociar o preço e  ainda recebo a mercadoria sem sair de casa” relata Lauro.

Uma loja localizada na  rua Floriano Peixoto, especializada  na venda de livros novos e usados, disponibiliza, além da venda tradicional, a compra de livros pela internet.  Tem à disposição dos clientes café, um ambiente limpo e organizado. Os livros são catalogados conforme a área e os preços são diversificados. Tanto no site quanto na loja podem-se encontrar títulos a partir de R$ 2,00, como é o caso dos livros de receitas até coleções de contos por R$ 300,00.

 

Fotos: Núcleo de Fotografia e Memória (Fabiane Berleze)