Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Visita do Papa mexe com imaginário da Unifra

O Papa Bento XVI desembarca no Brasil amanhã, dia 9, com a missão de canonizar Frei Galvão. São Paulo é a primeira parada do líder católico, que também vai a Guaratinguetá e Aparecida conhecer o Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida.

Durante a visita, o Papa ainda vai participar da 5ª Conferência Geral do Episcopado da América Latina e Caribe. Para a reitora do Centro Universitário Franciscano (Unifra), Iraní Rupulo esta é uma oportunidade de abertura para novos estudos de questões católicas. “A 1ª Conferência Geral do Episcopado foi realizada em 1960, no Rio de Janeiro, com iniciativa dos bispos do Brasil, o que mostra ação e que o país tem uma igreja com notoriedade”, comenta a reitora.

Além da visão religiosa, a visita do Papa está movimentando todo o Brasil, sejam aqueles preocupados com o comércio ou com o turismo. A professora de Turismo da Unifra, Eva Coelho, acredita que o comércio de São Paulo vai ficar movimentado e o turismo também, pois pessoas de todas as regiões vão encontrar o líder espiritual dos católicos. “Essa visita também vai divulgar o Brasil no exterior, o que pode ser bom”, afirma a professora.

Morgana Aguiar Severo, funcionária da instituição, não está muito empolgada com a chegada do Papa, já que ainda não se definiu por qual religião deseja seguir, mas deixa bem claro que acredita em Deus. Ela tem fé que a vinda do pontífice possa trazer uma luz e, com isso, um pouco de paz para essa violência em que se vive.

Tem ainda quem ache que isso tudo é uma bobagem, perda de tempo e de dinheiro. A estudante de Fisioterapia, Fernanda Ribeiro, 18 anos, acha que não vai mudar nada para o país. “O Brasil já apareceu outras vezes com visitas de outros papas e nada mudou. Desta vez, não vai mudar também”, acredita Fernanda.

Motivos distintos fazem com que a chegada do Papa ao Brasil chame a atenção e desperte sentimentos. Seja pela religiosidade, economia, turismo ou outras razões, o certo é que a maioria dos brasileiros tem um posicionamento a respeito da vinda do Papa Bento XVI.

*Matéria produzida pela acadêmica de Jornalismo da Unifra, Mileni Denardin Portella, em atividade realizada durante o workshop de jornalista multimídia, realizado na segunda-feira, dia 7, com Marlon Herath, no V Fórum de Comunicação da Unifra.

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Papa Bento XVI desembarca no Brasil amanhã, dia 9, com a missão de canonizar Frei Galvão. São Paulo é a primeira parada do líder católico, que também vai a Guaratinguetá e Aparecida conhecer o Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida.

Durante a visita, o Papa ainda vai participar da 5ª Conferência Geral do Episcopado da América Latina e Caribe. Para a reitora do Centro Universitário Franciscano (Unifra), Iraní Rupulo esta é uma oportunidade de abertura para novos estudos de questões católicas. “A 1ª Conferência Geral do Episcopado foi realizada em 1960, no Rio de Janeiro, com iniciativa dos bispos do Brasil, o que mostra ação e que o país tem uma igreja com notoriedade”, comenta a reitora.

Além da visão religiosa, a visita do Papa está movimentando todo o Brasil, sejam aqueles preocupados com o comércio ou com o turismo. A professora de Turismo da Unifra, Eva Coelho, acredita que o comércio de São Paulo vai ficar movimentado e o turismo também, pois pessoas de todas as regiões vão encontrar o líder espiritual dos católicos. “Essa visita também vai divulgar o Brasil no exterior, o que pode ser bom”, afirma a professora.

Morgana Aguiar Severo, funcionária da instituição, não está muito empolgada com a chegada do Papa, já que ainda não se definiu por qual religião deseja seguir, mas deixa bem claro que acredita em Deus. Ela tem fé que a vinda do pontífice possa trazer uma luz e, com isso, um pouco de paz para essa violência em que se vive.

Tem ainda quem ache que isso tudo é uma bobagem, perda de tempo e de dinheiro. A estudante de Fisioterapia, Fernanda Ribeiro, 18 anos, acha que não vai mudar nada para o país. “O Brasil já apareceu outras vezes com visitas de outros papas e nada mudou. Desta vez, não vai mudar também”, acredita Fernanda.

Motivos distintos fazem com que a chegada do Papa ao Brasil chame a atenção e desperte sentimentos. Seja pela religiosidade, economia, turismo ou outras razões, o certo é que a maioria dos brasileiros tem um posicionamento a respeito da vinda do Papa Bento XVI.

*Matéria produzida pela acadêmica de Jornalismo da Unifra, Mileni Denardin Portella, em atividade realizada durante o workshop de jornalista multimídia, realizado na segunda-feira, dia 7, com Marlon Herath, no V Fórum de Comunicação da Unifra.