Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Balanço positivo

 Dezesseis dias de Feira do Livro. Na contagem final, 40.150 exemplares vendidos e junto aos números, a sensação de dever cumprido e superação das expectativas. Para os autores de Santa Maria, o mérito de estar no 1º lugar na lista dos livros mais vendidos, com Os Dez Mandamentos, representa a participação e o interesse do público pelas obras locais e confirma o papel da Feira como grande acontecimento da literatura regional.

A Praça Saldanha Marinho quase não foi suficiente para comportar o número de visitantes, principalmente com a participação das escolas. O presidente da Câmara do Livro de Santa Maria, Télcio Brezolin, comemora a circulação do público: “Foi fantástico. O número de escritores e a interação entre autor e leitor foi muito importante”. Ele ressalta que a Feira é um momento especial de exposição das idéias, o que faz com que a praça se transforme em uma miniatura do que é produzido do universo. A oportunidade de inserção por meio da literatura torna o ambiente rico e aproxima os livros das pessoas que não costumam ir às livrarias.

 Para Télcio, alguns fatores da Feira 2008 merecem destaque. Um deles é o sucesso da obra conjunta Os Dez Mandamentos. “Essa participação de diversos autores resultou em um trabalho belíssimo e diferenciado, além da resposta dos leitores que foi ótima”, afirma ele. Os livros que resgataram a história de Santa Maria também despertaram o interesse das pessoas e a soma destes fatores fez com que a produção regional se sobressaísse, apesar da diversidade de temas escritos.

No entanto, a Feira do Livro Infantil surpreendeu, representando 40% das vendas, o que é significativo, contando com o grande número de tendas adultas que o evento comporta. “Esses dados são sinal de que os pais estão se preocupando mais com a educação dos filhos”, aponta Télcio.

Para a Feira do ano que vem, os organizadores continuarão investindo na mistura entre a leitura e as manifestações artísticas. O Circuito Elétrico, que levou a leitura aos bares e casas noturnas da cidade, é um projeto que foi bem recebido e deve seguir. De acordo com o presidente da Câmara do Livro, algumas coisas ainda precisam ser aperfeiçoadas, como a oferta de mais atividades paralelas, oficinas e a interação entre as escolas e a Feira. “Esperamos que este sistema siga evoluindo, porque sem conhecimento não se vai a lugar nenhum. Temos que ir atrás dos livros e criar de alguma forma o hábito de ler”, enfatiza ele.

 

Confira a lista dos livros mais vendidos:

Adultos:
Os Dez Mandamentos – Antonio Cândido Ribeiro et al. (Movimento)
Santa Maria Vivências e Memórias – Terezinha Pires e Gilda Santos (Anaterra)
A Menina Que Roubava Livros – Markus Zusak  (Intrínseca)
A Cidade do Sol – Khaled Hosseini (Nova Fronteira)
1808 –  Como uma rainha louca…um príncipe medroso… – Laurentino Gomes (Planeta)
O Cego e a Prostituta – Bicca Larré (As Letras)
Confraria (In)Verso – Vários (CAPOSM)
Esporte Clube Internacional de Santa Maria – Almanaque 80 Anos – Candido Otto da Luz
Diário Noturno – Gabriel o Pensador (Hip Hop Brasil)
Santa Maria Relatos e Impressões de Viagens – 2ª edição – José Newton Marchiori e Walter Noal Filho (Ed. UFSM)
                  
Infantis:

 

O Cãozinho das Imagens Douradas – Auri Sudati
Galinha Maricota, seu Zé, Pintinho – Zahyra de Albuquerque Petry (Sulina)
Travessia Mágica – Selma Feltrin
Coleção Bob Esponja – Dora a Aventureira (Caramelo)
Go Go Girl – Vicki Strazael (Fundamento)
Barbie – Walt Disney
Gênio Genial – Onilse Pozzobon
Zeca, um Herói Negro – Maria Rita Py Dutra
Um garoto chamado Rorbeto – Gabriel o Pensador (Cosac Naify)
Versos Meninos Rimas Meninas – Auri Sudati

 

 Fotos: Bibiane Moreira e Vinícius Freitas (Núcleo de Fotografia e Memória)

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

 Dezesseis dias de Feira do Livro. Na contagem final, 40.150 exemplares vendidos e junto aos números, a sensação de dever cumprido e superação das expectativas. Para os autores de Santa Maria, o mérito de estar no 1º lugar na lista dos livros mais vendidos, com Os Dez Mandamentos, representa a participação e o interesse do público pelas obras locais e confirma o papel da Feira como grande acontecimento da literatura regional.

A Praça Saldanha Marinho quase não foi suficiente para comportar o número de visitantes, principalmente com a participação das escolas. O presidente da Câmara do Livro de Santa Maria, Télcio Brezolin, comemora a circulação do público: “Foi fantástico. O número de escritores e a interação entre autor e leitor foi muito importante”. Ele ressalta que a Feira é um momento especial de exposição das idéias, o que faz com que a praça se transforme em uma miniatura do que é produzido do universo. A oportunidade de inserção por meio da literatura torna o ambiente rico e aproxima os livros das pessoas que não costumam ir às livrarias.

 Para Télcio, alguns fatores da Feira 2008 merecem destaque. Um deles é o sucesso da obra conjunta Os Dez Mandamentos. “Essa participação de diversos autores resultou em um trabalho belíssimo e diferenciado, além da resposta dos leitores que foi ótima”, afirma ele. Os livros que resgataram a história de Santa Maria também despertaram o interesse das pessoas e a soma destes fatores fez com que a produção regional se sobressaísse, apesar da diversidade de temas escritos.

No entanto, a Feira do Livro Infantil surpreendeu, representando 40% das vendas, o que é significativo, contando com o grande número de tendas adultas que o evento comporta. “Esses dados são sinal de que os pais estão se preocupando mais com a educação dos filhos”, aponta Télcio.

Para a Feira do ano que vem, os organizadores continuarão investindo na mistura entre a leitura e as manifestações artísticas. O Circuito Elétrico, que levou a leitura aos bares e casas noturnas da cidade, é um projeto que foi bem recebido e deve seguir. De acordo com o presidente da Câmara do Livro, algumas coisas ainda precisam ser aperfeiçoadas, como a oferta de mais atividades paralelas, oficinas e a interação entre as escolas e a Feira. “Esperamos que este sistema siga evoluindo, porque sem conhecimento não se vai a lugar nenhum. Temos que ir atrás dos livros e criar de alguma forma o hábito de ler”, enfatiza ele.

 

Confira a lista dos livros mais vendidos:

Adultos:
Os Dez Mandamentos – Antonio Cândido Ribeiro et al. (Movimento)
Santa Maria Vivências e Memórias – Terezinha Pires e Gilda Santos (Anaterra)
A Menina Que Roubava Livros – Markus Zusak  (Intrínseca)
A Cidade do Sol – Khaled Hosseini (Nova Fronteira)
1808 –  Como uma rainha louca…um príncipe medroso… – Laurentino Gomes (Planeta)
O Cego e a Prostituta – Bicca Larré (As Letras)
Confraria (In)Verso – Vários (CAPOSM)
Esporte Clube Internacional de Santa Maria – Almanaque 80 Anos – Candido Otto da Luz
Diário Noturno – Gabriel o Pensador (Hip Hop Brasil)
Santa Maria Relatos e Impressões de Viagens – 2ª edição – José Newton Marchiori e Walter Noal Filho (Ed. UFSM)
                  
Infantis:

 

O Cãozinho das Imagens Douradas – Auri Sudati
Galinha Maricota, seu Zé, Pintinho – Zahyra de Albuquerque Petry (Sulina)
Travessia Mágica – Selma Feltrin
Coleção Bob Esponja – Dora a Aventureira (Caramelo)
Go Go Girl – Vicki Strazael (Fundamento)
Barbie – Walt Disney
Gênio Genial – Onilse Pozzobon
Zeca, um Herói Negro – Maria Rita Py Dutra
Um garoto chamado Rorbeto – Gabriel o Pensador (Cosac Naify)
Versos Meninos Rimas Meninas – Auri Sudati

 

 Fotos: Bibiane Moreira e Vinícius Freitas (Núcleo de Fotografia e Memória)