Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Calçando responsabilidade social

 A preocupação da sociedade com os problemas socioambientais deu origem a uma nova demanda empresarial, a de responsabilidade social. As empresas começam a adotar uma nova postura que altera as estratégias comerciais. A Grendene é um dos grupos voltados para esse assunto e, para falar sobre as conquistas da calçadista, o VI Fórum de Comunicação Social da Unifra trouxe a gerente de exportação da empresa, Morgana Benn. Durante a palestra, realizada na noite de quinta-feira, discutiu-se o tema Marketing Social e Incremento dos Negócios.

  Em 2004, o empreendimento percebeu o poder de uma gestão focada no tema social. Após três tentativas inválidas de ingressar, com as sandálias Ipanema, no fechado mercado de calçados australiano, a Grendene aderiu à causa social Y Ikatu Xingu – Salve a Água Boa do Xingu. A campanha indígena pretende recuperar e preservar as águas do rio Xingu. A modelo usada para dar credibilidade à marca gaúcha foi Gisele Bündchen, que garantiu uma mídia imediata.

De acordo com Morgana, a parceria entre os índios e a top internacional gerou um impacto positivo, pois esteve ligada aos recursos hídricos. A propaganda atraiu os olhares internacionais ao associar a ‘brasilidade’, através de pinturas, cores, penas, palhas e sementes com o mundo fashion e o projeto social. Todos ganharam visibilidade, tanto o ramo calçadista,  quanto a campanha de preservação e os membros da aldeia Kisêdjê.

O primeiro produto, enfeitado com desenhos feitos pelos indígenas, abriu as portas para o mercado externo. A Grendene exporta para países como Espanha, Alemanha e Austrália e suas vendas aumentam de forma significativa. A Ipanema Gisele Bündchen continua a ser o principal foca de vendas. Nesse ano, o tema escolhido será o reflorestamento. “Serão plantadas 5 mil sementes e 1% das vendas será revertido ao reflorestamento”, comenta a palestrante.

 

Foto: Gabriela Perufo (Laboratório de Fotografia e Memória) 

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

 A preocupação da sociedade com os problemas socioambientais deu origem a uma nova demanda empresarial, a de responsabilidade social. As empresas começam a adotar uma nova postura que altera as estratégias comerciais. A Grendene é um dos grupos voltados para esse assunto e, para falar sobre as conquistas da calçadista, o VI Fórum de Comunicação Social da Unifra trouxe a gerente de exportação da empresa, Morgana Benn. Durante a palestra, realizada na noite de quinta-feira, discutiu-se o tema Marketing Social e Incremento dos Negócios.

  Em 2004, o empreendimento percebeu o poder de uma gestão focada no tema social. Após três tentativas inválidas de ingressar, com as sandálias Ipanema, no fechado mercado de calçados australiano, a Grendene aderiu à causa social Y Ikatu Xingu – Salve a Água Boa do Xingu. A campanha indígena pretende recuperar e preservar as águas do rio Xingu. A modelo usada para dar credibilidade à marca gaúcha foi Gisele Bündchen, que garantiu uma mídia imediata.

De acordo com Morgana, a parceria entre os índios e a top internacional gerou um impacto positivo, pois esteve ligada aos recursos hídricos. A propaganda atraiu os olhares internacionais ao associar a ‘brasilidade’, através de pinturas, cores, penas, palhas e sementes com o mundo fashion e o projeto social. Todos ganharam visibilidade, tanto o ramo calçadista,  quanto a campanha de preservação e os membros da aldeia Kisêdjê.

O primeiro produto, enfeitado com desenhos feitos pelos indígenas, abriu as portas para o mercado externo. A Grendene exporta para países como Espanha, Alemanha e Austrália e suas vendas aumentam de forma significativa. A Ipanema Gisele Bündchen continua a ser o principal foca de vendas. Nesse ano, o tema escolhido será o reflorestamento. “Serão plantadas 5 mil sementes e 1% das vendas será revertido ao reflorestamento”, comenta a palestrante.

 

Foto: Gabriela Perufo (Laboratório de Fotografia e Memória)