Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Curta “Sempre às quartas” em Ipanema

O curta de ficção Sempre às Quartas, de Melina Guterres, será exibido nesta terça-feira, dia 4, às 22h, na noite cultural do Terça em Movimento, no bar e restaurante Conversa Fiada, de Ipanema, Rio de Janeiro.SEMPRE ÀS QUARTAS é uma produção gaúcha que fala sobre solidão, romance, fantasias, expectativas e esperanças. Foi escrito no intuito de gerar reflexão e dúvida. Francisco, personagem central, é um homem de 80 anos que coloca poesia em sua vida, recria seus dias e é capaz de viver um grande amor ou quem sabe inventar um. O suposto aniversário desse amor, narra o dia. 

O curta digital de 11’35” acaba de fechar uma parceria com a produtora Vestígio Filmes, do Rio de Janeiro cujo o objetivo é realizar o transfer, ou seja, transformar o digital em película, podendo assim concorrer em Festival de Cinema em nível nacional e internacional, restritos a película de 35mm.

Melina Guterres, diretora e roteirista, é jornalista e realizou o curta durante o curso de Jornalismo na Unifra. Ela trabalha com produção de cinema e vídeo desde de 2002. Em 2007, começa a atuar como roteirista e diretora. No momento, vive no Rio de Janeiro.

 

Sinopse do curta:

É quarta-feira, aniversário de Estelita, o grande amor de Franco, um homem romântico de 80 anos que sempre está a escrever cartas a ela, a quem visita sempre às quartas.
Neste dia, ele resolve se preparar melhor para o encontro. Precisa dizer verdades guardadas durantes anos e fazer um pedido.
Quem é esse homem? E que história de amor é essa?
Fantasia e realidade se fundem.
O que, de fato, é verdade na vida de Franco?

 

Mais sobre o curta: http://semprequartas.blogspot.com/

Mais sobre a diretora: http://melinaguterres.blogspot.com/

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O curta de ficção Sempre às Quartas, de Melina Guterres, será exibido nesta terça-feira, dia 4, às 22h, na noite cultural do Terça em Movimento, no bar e restaurante Conversa Fiada, de Ipanema, Rio de Janeiro.SEMPRE ÀS QUARTAS é uma produção gaúcha que fala sobre solidão, romance, fantasias, expectativas e esperanças. Foi escrito no intuito de gerar reflexão e dúvida. Francisco, personagem central, é um homem de 80 anos que coloca poesia em sua vida, recria seus dias e é capaz de viver um grande amor ou quem sabe inventar um. O suposto aniversário desse amor, narra o dia. 

O curta digital de 11’35” acaba de fechar uma parceria com a produtora Vestígio Filmes, do Rio de Janeiro cujo o objetivo é realizar o transfer, ou seja, transformar o digital em película, podendo assim concorrer em Festival de Cinema em nível nacional e internacional, restritos a película de 35mm.

Melina Guterres, diretora e roteirista, é jornalista e realizou o curta durante o curso de Jornalismo na Unifra. Ela trabalha com produção de cinema e vídeo desde de 2002. Em 2007, começa a atuar como roteirista e diretora. No momento, vive no Rio de Janeiro.

 

Sinopse do curta:

É quarta-feira, aniversário de Estelita, o grande amor de Franco, um homem romântico de 80 anos que sempre está a escrever cartas a ela, a quem visita sempre às quartas.
Neste dia, ele resolve se preparar melhor para o encontro. Precisa dizer verdades guardadas durantes anos e fazer um pedido.
Quem é esse homem? E que história de amor é essa?
Fantasia e realidade se fundem.
O que, de fato, é verdade na vida de Franco?

 

Mais sobre o curta: http://semprequartas.blogspot.com/

Mais sobre a diretora: http://melinaguterres.blogspot.com/