Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Um sistema fora do padrão

 Já imaginou seu computador sem Microsoft? Quem sabe buscar outras alternativas? O 7° Santa Maria Vídeo e Cinema (SMVC) trouxe o palestrante argentino Matias Cláudio Barrientos, na tarde desta quinta-feira, 20 de novembro, para falar sobre o Software Livre na Produção Criativa, no auditório da Cesma.

                                                        

 

Barrientos esclarece o software livre como qualquer programa de computador que pode ser usado, copiado, estudado, modificado e redistribuído. Com um formato diferente, tem as mesmas funções que o mais conhecido, Microsoft. A adaptação é fácil para os novos usuários. Possui ferramentas para produção de áudios, vídeos, animações, imagens, entre outros.

 

 

O software livre ignora a frase “Proibida a reprodução deste produto”. Dentro do sistema é possível baixar músicas e vídeos sem os custos dos direitos autorais (Copyright), além de alterar arquivos com a permissão do autor, sem precisar contatá-lo. O programa se utiliza do Copyleft, um manual que aproveita as brechas do Copyright. Retira assim as barreiras de utilização do material disponível no sistema.

A criação do software livre vem da tentativa de abrir ao público um conteúdo produzido por eles mesmos, sem uso de registros. O palestrante expôs que não acha justo uma pessoa lucrar com o trabalho de muitos: “O homem está sempre procurando liberdade. Por que também não buscar a liberdade na tecnologia?”, questiona Barrientos.

 

Mais informações: www.paocomovo.net

 

O 7° SMVC vai até sábado, 22 de novembro, com sessões às 19h no Theatro Treze de Maio e bairros da cidade.

 

Fotos: Jaiana Garcia

 

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

 Já imaginou seu computador sem Microsoft? Quem sabe buscar outras alternativas? O 7° Santa Maria Vídeo e Cinema (SMVC) trouxe o palestrante argentino Matias Cláudio Barrientos, na tarde desta quinta-feira, 20 de novembro, para falar sobre o Software Livre na Produção Criativa, no auditório da Cesma.

                                                        

 

Barrientos esclarece o software livre como qualquer programa de computador que pode ser usado, copiado, estudado, modificado e redistribuído. Com um formato diferente, tem as mesmas funções que o mais conhecido, Microsoft. A adaptação é fácil para os novos usuários. Possui ferramentas para produção de áudios, vídeos, animações, imagens, entre outros.

 

 

O software livre ignora a frase “Proibida a reprodução deste produto”. Dentro do sistema é possível baixar músicas e vídeos sem os custos dos direitos autorais (Copyright), além de alterar arquivos com a permissão do autor, sem precisar contatá-lo. O programa se utiliza do Copyleft, um manual que aproveita as brechas do Copyright. Retira assim as barreiras de utilização do material disponível no sistema.

A criação do software livre vem da tentativa de abrir ao público um conteúdo produzido por eles mesmos, sem uso de registros. O palestrante expôs que não acha justo uma pessoa lucrar com o trabalho de muitos: “O homem está sempre procurando liberdade. Por que também não buscar a liberdade na tecnologia?”, questiona Barrientos.

 

Mais informações: www.paocomovo.net

 

O 7° SMVC vai até sábado, 22 de novembro, com sessões às 19h no Theatro Treze de Maio e bairros da cidade.

 

Fotos: Jaiana Garcia