Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Unifra está entre os melhores centros universitários do país

Dentre os 137 centros universitários avaliados pelo MEC em todo o país, a UNIFRA tem o 12º melhor desempenho. No Rio Grande do Sul, o Centro Universitário Franciscano ocupa a terceira colocação entre as instituições avaliadas.

O INEP – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira –, órgão do MEC, divulgou na segunda-feira, dia 8 de setembro, o IGC – Índice Geral de Cursos –, indicador da qualidade das instituições de educação superior do Brasil. A avaliação é feita com base na qualidade dos cursos de graduação e de pós-graduação.

O IGC classifica separadamente as instituições de ensino superior, conforme a condição de universidade, centro universitário ou faculdades.

O cálculo do ICG, no que se refere à graduação, é feito com base no CPC – Conceito Preliminar de Curso. O CPC é composto pelo Conceito Enade (40%), o Conceito IDD – Indicador de Diferença entre os Desempenhos Observado e Esperado – (30%) e as variáveis de insumo (30%), que consideram corpo docente, infra-estrutura e programa pedagógico, levantadas pelo Censo da Educação Superior e pelo questionário sócio-econômico do Enade relativo aos anos de 2007, 2006 e 2005. Já Conceito IDD fornece às instituições informações comparativas dos desempenhos dos estudantes concluintes, em relação aos resultados obtidos, em média, pelas demais instituições, cujos perfis dos estudantes são semelhantes. Esse conceito busca determinar quanto de conhecimento os cursos agregam aos alunos. Para avaliação dos cursos de pós-graduação, é considerada a Nota Capes.

O resultado obtido pela UNIFRA foi bastante comemorado na Instituição. “O bom desempenho pode ser atribuído à organização institucional, à infra-estrutura adequada e ao trabalho intensivo de professores junto aos cursos de graduação e pós-graduação, bem como às políticas de apoio aos estudantes, com a oferta de estágios e bolsas de acompanhamento do desempenho”, pondera a pró-reitora de Graduação, professora Vanilde Bisognin.

 

 


LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Dentre os 137 centros universitários avaliados pelo MEC em todo o país, a UNIFRA tem o 12º melhor desempenho. No Rio Grande do Sul, o Centro Universitário Franciscano ocupa a terceira colocação entre as instituições avaliadas.

O INEP – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira –, órgão do MEC, divulgou na segunda-feira, dia 8 de setembro, o IGC – Índice Geral de Cursos –, indicador da qualidade das instituições de educação superior do Brasil. A avaliação é feita com base na qualidade dos cursos de graduação e de pós-graduação.

O IGC classifica separadamente as instituições de ensino superior, conforme a condição de universidade, centro universitário ou faculdades.

O cálculo do ICG, no que se refere à graduação, é feito com base no CPC – Conceito Preliminar de Curso. O CPC é composto pelo Conceito Enade (40%), o Conceito IDD – Indicador de Diferença entre os Desempenhos Observado e Esperado – (30%) e as variáveis de insumo (30%), que consideram corpo docente, infra-estrutura e programa pedagógico, levantadas pelo Censo da Educação Superior e pelo questionário sócio-econômico do Enade relativo aos anos de 2007, 2006 e 2005. Já Conceito IDD fornece às instituições informações comparativas dos desempenhos dos estudantes concluintes, em relação aos resultados obtidos, em média, pelas demais instituições, cujos perfis dos estudantes são semelhantes. Esse conceito busca determinar quanto de conhecimento os cursos agregam aos alunos. Para avaliação dos cursos de pós-graduação, é considerada a Nota Capes.

O resultado obtido pela UNIFRA foi bastante comemorado na Instituição. “O bom desempenho pode ser atribuído à organização institucional, à infra-estrutura adequada e ao trabalho intensivo de professores junto aos cursos de graduação e pós-graduação, bem como às políticas de apoio aos estudantes, com a oferta de estágios e bolsas de acompanhamento do desempenho”, pondera a pró-reitora de Graduação, professora Vanilde Bisognin.