Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Diretor do Festival de Atibaia no SMVC

Caio Brasil, diretor artístico do Festival Internacional de Atibaia,  está na cidade para prestigiar o Santa Maria Vídeo e Cinema. Segundo ele, é sempre bom ter contatos como o intercâmbio para ampliar as parcerias.

A Mostra Nacional Competitiva, segundo Caio, trouxe muitas e variadas produções, o que para ele é um ponto positivo. "Santa Maria já é nossa parceira, e sempre vemos coisas boas daqui", avalia Caio. "Em muitos festivais que assisti, acabava vendo filmes repetidos. Aqui, vi muitos que ainda não tinha visto em nenhum festival", considera.

Caio ficou surpreso com o número de produções de filmes em Santa Maria. Segundo ele, ter produção constante como se tem aqui é "glorioso".

Com relação ao tema do 8º SMVC, Da Película ao Píxel, o diretor artístico é enfático: “O tema é justo, principalmente se formos ver os novos formatos e as novas mídias que vêm surgindo”. Caio ainda comenta que formatos como a nanometragem são ferramentas para deixar o cinema um meio ainda mais democrático.

"E a película nunca vai deixar de existir, mesmo que digam o contrário. Ela nunca vai acabar", analisa.

 

Foto: Evandro Sturm (Laboratório de Fotografia e Memória)

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Caio Brasil, diretor artístico do Festival Internacional de Atibaia,  está na cidade para prestigiar o Santa Maria Vídeo e Cinema. Segundo ele, é sempre bom ter contatos como o intercâmbio para ampliar as parcerias.

A Mostra Nacional Competitiva, segundo Caio, trouxe muitas e variadas produções, o que para ele é um ponto positivo. "Santa Maria já é nossa parceira, e sempre vemos coisas boas daqui", avalia Caio. "Em muitos festivais que assisti, acabava vendo filmes repetidos. Aqui, vi muitos que ainda não tinha visto em nenhum festival", considera.

Caio ficou surpreso com o número de produções de filmes em Santa Maria. Segundo ele, ter produção constante como se tem aqui é "glorioso".

Com relação ao tema do 8º SMVC, Da Película ao Píxel, o diretor artístico é enfático: “O tema é justo, principalmente se formos ver os novos formatos e as novas mídias que vêm surgindo”. Caio ainda comenta que formatos como a nanometragem são ferramentas para deixar o cinema um meio ainda mais democrático.

"E a película nunca vai deixar de existir, mesmo que digam o contrário. Ela nunca vai acabar", analisa.

 

Foto: Evandro Sturm (Laboratório de Fotografia e Memória)