Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Produção e Marketing Cultural na indústria da música


O publicitário e diretor da HD produções de Porto
Alegre, Heron Domingues, natural de Santa Maria, iniciou sua trajetória
profissional no mundo da música. Como muitos jovens, tinha uma banda – Fuga – mas desde aquela época não almejava ser
músico. Gostava, mesmo, era da produção.

Normal
0

21

false
false
false

PT-BR
X-NONE
X-NONE

MicrosoftInternetExplorer4


/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-qformat:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:”Calibri”,”sans-serif”;
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-fareast-font-family:”Times New Roman”;
mso-fareast-theme-font:minor-fareast;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;
mso-bidi-font-family:”Times New Roman”;
mso-bidi-theme-font:minor-bidi;}

Logo que entrou para o curso de Publicidade e Propaganda na Universidade
Federal da Santa Maria, passou a aplicar na
banda tudo o que aprendia nas aulas. Depois de formado foi para Porto Alegre com a missão de lançar uma outra
banda, quando chegou em uma gravadora
munido de todos os conhecimentos aprendidos no curso para cumprir o que havia
pretendido. Foi surpreendido pelo proprietário da gravadora com um convite de
trabalho. Foi contratado como divulgador e, a partir deste momento, começou a
trilhar a sua carreira profissional.

Tanto na palestra quanto na oficina ministradas na quinta-feira, no
Centro Universitário Franciscano, durante o 7º Fórum de Comunicação Social, apresentou
seus trabalhos e também dicas de como fazer parte do mercado musical, seja como
jornalista ou publicitário.

Entre alguns dos temas abordados está o por que músicas como o
sertanejo universitário, canções da Xuxa, grupos como tchê music, entre outros,
fazem tanto sucesso. Segundo Domingues, “quanto mais previsível e redundante,
mais aceita será a mensagem”, ou seja, quanto mais simples as letras, arranjos
e melodias mais fácil de serem compreendidas.
O que caracteriza como primordial é saber respeitar o público já que a
música não tem limites, explica Domingues.

Hoje a música é um dos principais conteúdos da internet, facilitando e
aumentando as possibilidades de divulgação, pois o universo das mídias está
crescendo e cada vez mais se consome a música, expõe o publicitário.

No currículo musical de Heron Domingues estão bandas como Ultramen, Comunidade Nin-jitsu,
Reação em Cadeia, entre outras que foram lançadas por ele. Além de capas de
diversos cd´s, como o grupo Tchê Barbaridade, produção de DVD´s como o da
Acústicos e Valvulados e o mais novo trabalho com O Rappa.

 

Fotos: Camilla Guterres (Laboratório de Fotografia e Memória)

 

 

 

 

 

 

 

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


O publicitário e diretor da HD produções de Porto
Alegre, Heron Domingues, natural de Santa Maria, iniciou sua trajetória
profissional no mundo da música. Como muitos jovens, tinha uma banda – Fuga – mas desde aquela época não almejava ser
músico. Gostava, mesmo, era da produção.

Normal
0

21

false
false
false

PT-BR
X-NONE
X-NONE

MicrosoftInternetExplorer4


/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-qformat:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:”Calibri”,”sans-serif”;
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-fareast-font-family:”Times New Roman”;
mso-fareast-theme-font:minor-fareast;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;
mso-bidi-font-family:”Times New Roman”;
mso-bidi-theme-font:minor-bidi;}

Logo que entrou para o curso de Publicidade e Propaganda na Universidade
Federal da Santa Maria, passou a aplicar na
banda tudo o que aprendia nas aulas. Depois de formado foi para Porto Alegre com a missão de lançar uma outra
banda, quando chegou em uma gravadora
munido de todos os conhecimentos aprendidos no curso para cumprir o que havia
pretendido. Foi surpreendido pelo proprietário da gravadora com um convite de
trabalho. Foi contratado como divulgador e, a partir deste momento, começou a
trilhar a sua carreira profissional.

Tanto na palestra quanto na oficina ministradas na quinta-feira, no
Centro Universitário Franciscano, durante o 7º Fórum de Comunicação Social, apresentou
seus trabalhos e também dicas de como fazer parte do mercado musical, seja como
jornalista ou publicitário.

Entre alguns dos temas abordados está o por que músicas como o
sertanejo universitário, canções da Xuxa, grupos como tchê music, entre outros,
fazem tanto sucesso. Segundo Domingues, “quanto mais previsível e redundante,
mais aceita será a mensagem”, ou seja, quanto mais simples as letras, arranjos
e melodias mais fácil de serem compreendidas.
O que caracteriza como primordial é saber respeitar o público já que a
música não tem limites, explica Domingues.

Hoje a música é um dos principais conteúdos da internet, facilitando e
aumentando as possibilidades de divulgação, pois o universo das mídias está
crescendo e cada vez mais se consome a música, expõe o publicitário.

No currículo musical de Heron Domingues estão bandas como Ultramen, Comunidade Nin-jitsu,
Reação em Cadeia, entre outras que foram lançadas por ele. Além de capas de
diversos cd´s, como o grupo Tchê Barbaridade, produção de DVD´s como o da
Acústicos e Valvulados e o mais novo trabalho com O Rappa.

 

Fotos: Camilla Guterres (Laboratório de Fotografia e Memória)