Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Professores também fazem vestibular

O segundo e último dia do Vestibular de Inverno 2009 da Unifra foi marcado pela tranquilidade dos candidatos. Ao contrário do primeiro dia, quando muitos vestibulandos chegaram cedo, nesta quarta-feira, 8 de julho, os candidatos foram aparecendo aos poucos e mais próximo do horário da prova. Alguns professores de escolas e cursinhos pré-vestibulares de Santa Maria chegaram por volta das 11 horas para realizarem o comentário das provas do segundo dia. Para eles, em todos os vestibulares é reservada uma sala, chamada ‘Sala do Professor’, onde dispõem de uma hora para responder e comentar as questões relativas à sua disciplina.

A sirene soou às 9h30min. avisando que já era possível deixar o local de prova. Pouco depois, surgiram os primeiros vestibulandos. Eles levaram exatamente uma hora para responder às 60 questões de múltipla escolha de Matemática, Química, Literatura Brasileira, Geografia e História, ou seja, gastaram, em média, um minuto por questão.

 O candidato ao curso de Odontologia, Eduardo Vargas, 18, disse ter gostado do nível de exigência da prova. “As provas estavam boas. Nem muito fáceis nem muito difíceis”, comentou.

        

 

 

 Para o concorrente a uma vaga no curso de Publicidade e Propaganda, Alencar da Silva, 22, das matérias do segundo dia só a Matemática deu trabalho. “A prova mais difícil foi a de Física. Em segundo lugar, a de Matemática”. Para ele, o tema da Redação de ontem, violência nas escolas, foi bastante oportuno. “Eu achei bacana. Estava bom para escrever. Acredito que dá para conseguir uma boa nota”, completou o candidato.

 

 A candidata ao curso de Jornalismo, Naila Rezer, 24, fez elogios à prova. “Não achei difícil. Penso que estava muito bem formulada. Tive maiores dificuldades na Física e na Biologia. Português e Matemática estavam fáceis e o tema da Redação foi bem interessante, bem atual”, concluiu a vestibulanda.

 

  Apesar das opiniões dos vestibulandos variarem quando o assunto é ‘dificuldade das matérias’, no geral, as exatas superam de longe as humanas como sendo as mais complicadas. Para a candidata ao curso de Engenharia de Materiais, Andressa Pereira, 19, a matéria mais difícil é a Matemática. No entanto, fazendo coro a outros tantos, ela aprovou o tema da Redação deste ano. “O tema estava bem acessível, bem elaborado”, exclamou.

 

 Professores fazem provas

A professora de História do Pré-vestibular Riachuelo, Liliane Jornada, participou de todos os comentários de vestibulares passados da instituição. Ela disse que as provas de História do Vestibular Unifra costumam ser muito interessantes. “Em todos esses anos, pude notar um padrão em termos de conteúdo e  imagens. Uma característica da prova de História do Vestibular Unifra é que ela exige muito conhecimento do aluno”, afirmou a professora.

O professor de Geografia da Escola Cilon Rosa, Frederico Schirmer, também comenta as provas do Vestibular Unifra desde 2003. Para ele, o candidato bem preparado não encontra dificuldades durante a prova. “As questões de Geografia do Vestibular Unifra abordam bem o conteúdo programático. Elas tem três níveis: fácil, médio e difícil. A prova procura ser atual, o que é a tendência hoje. Resumindo, é uma boa prova”, concluiu o professor.

 

Listão e matrícula

A relação dos aprovados no Vestibular de Inverno 2009 deve estar no site da Unifra a partir das 15 horas da sexta-feira, dia 10 de julho. Os classificados em primeira chamada devem realizar a matrícula na próxima semana, dias 14 e 15 de julho.

 

Fotos: Evandro Sturm (Laboratório de Fotografia e Memória) e Argeu Carvalho (Assesso
ria de Comunicação da Unifra)

 

 

           

 

 

           

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

O segundo e último dia do Vestibular de Inverno 2009 da Unifra foi marcado pela tranquilidade dos candidatos. Ao contrário do primeiro dia, quando muitos vestibulandos chegaram cedo, nesta quarta-feira, 8 de julho, os candidatos foram aparecendo aos poucos e mais próximo do horário da prova. Alguns professores de escolas e cursinhos pré-vestibulares de Santa Maria chegaram por volta das 11 horas para realizarem o comentário das provas do segundo dia. Para eles, em todos os vestibulares é reservada uma sala, chamada ‘Sala do Professor’, onde dispõem de uma hora para responder e comentar as questões relativas à sua disciplina.

A sirene soou às 9h30min. avisando que já era possível deixar o local de prova. Pouco depois, surgiram os primeiros vestibulandos. Eles levaram exatamente uma hora para responder às 60 questões de múltipla escolha de Matemática, Química, Literatura Brasileira, Geografia e História, ou seja, gastaram, em média, um minuto por questão.

 O candidato ao curso de Odontologia, Eduardo Vargas, 18, disse ter gostado do nível de exigência da prova. “As provas estavam boas. Nem muito fáceis nem muito difíceis”, comentou.

        

 

 

 Para o concorrente a uma vaga no curso de Publicidade e Propaganda, Alencar da Silva, 22, das matérias do segundo dia só a Matemática deu trabalho. “A prova mais difícil foi a de Física. Em segundo lugar, a de Matemática”. Para ele, o tema da Redação de ontem, violência nas escolas, foi bastante oportuno. “Eu achei bacana. Estava bom para escrever. Acredito que dá para conseguir uma boa nota”, completou o candidato.

 

 A candidata ao curso de Jornalismo, Naila Rezer, 24, fez elogios à prova. “Não achei difícil. Penso que estava muito bem formulada. Tive maiores dificuldades na Física e na Biologia. Português e Matemática estavam fáceis e o tema da Redação foi bem interessante, bem atual”, concluiu a vestibulanda.

 

  Apesar das opiniões dos vestibulandos variarem quando o assunto é ‘dificuldade das matérias’, no geral, as exatas superam de longe as humanas como sendo as mais complicadas. Para a candidata ao curso de Engenharia de Materiais, Andressa Pereira, 19, a matéria mais difícil é a Matemática. No entanto, fazendo coro a outros tantos, ela aprovou o tema da Redação deste ano. “O tema estava bem acessível, bem elaborado”, exclamou.

 

 Professores fazem provas

A professora de História do Pré-vestibular Riachuelo, Liliane Jornada, participou de todos os comentários de vestibulares passados da instituição. Ela disse que as provas de História do Vestibular Unifra costumam ser muito interessantes. “Em todos esses anos, pude notar um padrão em termos de conteúdo e  imagens. Uma característica da prova de História do Vestibular Unifra é que ela exige muito conhecimento do aluno”, afirmou a professora.

O professor de Geografia da Escola Cilon Rosa, Frederico Schirmer, também comenta as provas do Vestibular Unifra desde 2003. Para ele, o candidato bem preparado não encontra dificuldades durante a prova. “As questões de Geografia do Vestibular Unifra abordam bem o conteúdo programático. Elas tem três níveis: fácil, médio e difícil. A prova procura ser atual, o que é a tendência hoje. Resumindo, é uma boa prova”, concluiu o professor.

 

Listão e matrícula

A relação dos aprovados no Vestibular de Inverno 2009 deve estar no site da Unifra a partir das 15 horas da sexta-feira, dia 10 de julho. Os classificados em primeira chamada devem realizar a matrícula na próxima semana, dias 14 e 15 de julho.

 

Fotos: Evandro Sturm (Laboratório de Fotografia e Memória) e Argeu Carvalho (Assesso
ria de Comunicação da Unifra)