Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Tombada a Casa de Cultura de Santa Maria

A Casa de Cultura de Santa Maria agora é patrimônio do município.

Normal
0

21

false
false
false

PT-BR
X-NONE
X-NONE

MicrosoftInternetExplorer4


/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-qformat:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:”Calibri”,”sans-serif”;
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-fareast-font-family:”Times New Roman”;
mso-fareast-theme-font:minor-fareast;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;
mso-bidi-font-family:”Times New Roman”;
mso-bidi-theme-font:minor-bidi;}

A
solenidade de assinatura do ato do Tombamento Municipal da Casa de Cultura e do
termo de parceria cultural com Cida Planejamento e Lathu Sensu Assessoria de
Projetos Culturais Ltda ocorreu na tarde de ontem, 15 de dezembro, na Casa de
Cultura de Santa Maria e contou com a presença da comunidade cultural
santa-mariense.

A
Casa é um local de importância para a cidade por disseminar e estimular
o acesso à cultura para a população da cidade. Também apóia a produção
cultural santa-mariense auxiliando eventos em parceria com diversas
instituições, além de disponibilizar espaços para a realização de exposições de
arte.

 O prefeito Cezar Schirmer salientou
que as melhorias no prédio histórico beneficiarão toda a comunidade, através da
disponibilização de salas para ensaios artísticos e apoio a eventos culturais.
Também parabenizou Cida Herok, da Cida Planejamento, e Lucia Tedesco Silber, da
Lathu Sensu, que assinaram o termo de parceria.

Na
ocasião, o secretário de Cultura, João Luiz Roth, falou da história da
edificação e também da  correspondência enviada pelo presidente do Conselho Estadual de Cultura, Cícero Alvarez. Na carta, Alvarez
parabeniza Santa Maria por estar em terceiro lugar no ranking de cidades
culturais do Estado (lista que não engloba a capital, Porto Alegre), segundo
revista Aplauso.

 

Histórico

O
prédio do antigo Fórum da Comarca de Santa Maria foi construído através de uma
desapropriação em 21 de julho de 1939, pelo prefeito municipal Dr. Antônio
Xavier da Rocha.

O
Município, através do Ato do Prefeito Dr. Miguel Meireles, transferiu o terreno
ao Estado, via escritura pública, a título gratuito, com cláusula de reversão
se lhe fosse dado destino diferente (Decreto-lei nº 7/42).

Em
1993, através do Movimento Fórum Cultural, surgiu a idéia de se criar uma Casa
de Cultura para Santa Maria, a "Cidade Cultura". Como a gestão municipal da
época tinha a intenção de transformar o prédio em espaço cultural, o movimento
trabalhou para conseguir este objetivo.

Em
1996 foi aprovada a Lei, através do empenho do presidente da Assembléia Legislativa, deputado Renan Kurtz e do deputado Marcos Rolim, revertendo a posse do prédio ao município desde que lá fosse instalado um Centro Cultural e, se não fosse para
este fim, retornaria ao Estado.

Foi em 1997,
com a instalação do EMAET (Escola Municipal de Artes Eduardo Trevisan), no
prédio do antigo Fórum, que a idéia da Casa de Cultura se concretizou. Em 1999,
vários projetos e departamentos estavam em atividade na Casa.

 
Fonte: Assessoria de Imprensa / Secretaria de Cultura de Santa Maria      
    

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A Casa de Cultura de Santa Maria agora é patrimônio do município.

Normal
0

21

false
false
false

PT-BR
X-NONE
X-NONE

MicrosoftInternetExplorer4


/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-qformat:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:”Calibri”,”sans-serif”;
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-fareast-font-family:”Times New Roman”;
mso-fareast-theme-font:minor-fareast;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;
mso-bidi-font-family:”Times New Roman”;
mso-bidi-theme-font:minor-bidi;}

A
solenidade de assinatura do ato do Tombamento Municipal da Casa de Cultura e do
termo de parceria cultural com Cida Planejamento e Lathu Sensu Assessoria de
Projetos Culturais Ltda ocorreu na tarde de ontem, 15 de dezembro, na Casa de
Cultura de Santa Maria e contou com a presença da comunidade cultural
santa-mariense.

A
Casa é um local de importância para a cidade por disseminar e estimular
o acesso à cultura para a população da cidade. Também apóia a produção
cultural santa-mariense auxiliando eventos em parceria com diversas
instituições, além de disponibilizar espaços para a realização de exposições de
arte.

 O prefeito Cezar Schirmer salientou
que as melhorias no prédio histórico beneficiarão toda a comunidade, através da
disponibilização de salas para ensaios artísticos e apoio a eventos culturais.
Também parabenizou Cida Herok, da Cida Planejamento, e Lucia Tedesco Silber, da
Lathu Sensu, que assinaram o termo de parceria.

Na
ocasião, o secretário de Cultura, João Luiz Roth, falou da história da
edificação e também da  correspondência enviada pelo presidente do Conselho Estadual de Cultura, Cícero Alvarez. Na carta, Alvarez
parabeniza Santa Maria por estar em terceiro lugar no ranking de cidades
culturais do Estado (lista que não engloba a capital, Porto Alegre), segundo
revista Aplauso.

 

Histórico

O
prédio do antigo Fórum da Comarca de Santa Maria foi construído através de uma
desapropriação em 21 de julho de 1939, pelo prefeito municipal Dr. Antônio
Xavier da Rocha.

O
Município, através do Ato do Prefeito Dr. Miguel Meireles, transferiu o terreno
ao Estado, via escritura pública, a título gratuito, com cláusula de reversão
se lhe fosse dado destino diferente (Decreto-lei nº 7/42).

Em
1993, através do Movimento Fórum Cultural, surgiu a idéia de se criar uma Casa
de Cultura para Santa Maria, a "Cidade Cultura". Como a gestão municipal da
época tinha a intenção de transformar o prédio em espaço cultural, o movimento
trabalhou para conseguir este objetivo.

Em
1996 foi aprovada a Lei, através do empenho do presidente da Assembléia Legislativa, deputado Renan Kurtz e do deputado Marcos Rolim, revertendo a posse do prédio ao município desde que lá fosse instalado um Centro Cultural e, se não fosse para
este fim, retornaria ao Estado.

Foi em 1997,
com a instalação do EMAET (Escola Municipal de Artes Eduardo Trevisan), no
prédio do antigo Fórum, que a idéia da Casa de Cultura se concretizou. Em 1999,
vários projetos e departamentos estavam em atividade na Casa.

 
Fonte: Assessoria de Imprensa / Secretaria de Cultura de Santa Maria