Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Vovós na passarela

Normal
0

21

false
false
false

PT-BR
X-NONE
X-NONE

MicrosoftInternetExplorer4


/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-qformat:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin-top:0cm;
mso-para-margin-right:0cm;
mso-para-margin-bottom:10.0pt;
mso-para-margin-left:0cm;
line-height:115%;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:”Calibri”,”sans-serif”;
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-fareast-font-family:”Times New Roman”;
mso-fareast-theme-font:minor-fareast;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;}


O que bem poderia ser um desfile do fashion week,
na realidade, era o desfile das vovós do Lar das Vovozinhas. Para comemorar os 64
anos da instituição, foi organizado um evento com direito a tapete vermelho e um
desfile com roupas de brechó e camisetas com pinturas de artistas plásticos locais,
feitas especialmente para a ocasião.

 

Foi na disciplina de Projeto de Extensão e Comunicação Comunitária que os acadêmicos de Publicidade e Propaganda da Unifra, Otávio
Gomes, Renata Druzian, Inaê Ramos e Mariana Pacheco, decidiram captar
voluntários para o Lar das Vovozinhas. Surge, então, a idéia de fazer um chá
com desfile de moda. O objetivo principal era sensibilizar a comunidade.

Para a coordenadora do curso de Publicidade e
Propaganda da Unifra, Cristina Jobim Hollerbach, o desfile foi uma forma de aumentar a
auto-estima das moradoras do Lar das Vovozinhas. “A idéia inicial era que as vovós
desfilassem, mesmo, porque uma das coisas que a gente procura na disciplina é incentivar
o pessoal a trabalhar, também, com a auto-estima das pessoas que estão nesses
lugares. As vovós se sentem muito abandonadas, inventam que a família tá
vindo, que vem visitar e tal, e muitas vezes não vêm. E daí, para trabalhar com
a auto-estima, a idéia era que elas desfilassem, apresentassem esse produto ali
para o Lar. O desfile foi muito bom”, comenta.


Com tratamentos de beleza e apoio de modelos de agência e salão locais, o desfile foi secundário, porque o
que realmente chamou a atenção foram as vovós: “O desfile ficou muito bonito
porque foi um desfile interessante, legal. O pessoal ficou muito alegre,
apoiou, aplaudiu. Elas se empolgaram, mandaram beijo, batiam palmas. Estavam
bem felizes”, conclui Cristina.

 

 

 

 
 
 
 

As camisetas podem ser adquiridas no Lar da Vovozinhas
ou pelo site de relacionamento Orkut, no endereço:

 
 
 
 
Fotos: Diego Fontanella (Laboratório de Fotografia e Memória) e Renata Druzian (aluna do projeto)

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Normal
0

21

false
false
false

PT-BR
X-NONE
X-NONE

MicrosoftInternetExplorer4


/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-qformat:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin-top:0cm;
mso-para-margin-right:0cm;
mso-para-margin-bottom:10.0pt;
mso-para-margin-left:0cm;
line-height:115%;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:”Calibri”,”sans-serif”;
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-fareast-font-family:”Times New Roman”;
mso-fareast-theme-font:minor-fareast;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;}


O que bem poderia ser um desfile do fashion week,
na realidade, era o desfile das vovós do Lar das Vovozinhas. Para comemorar os 64
anos da instituição, foi organizado um evento com direito a tapete vermelho e um
desfile com roupas de brechó e camisetas com pinturas de artistas plásticos locais,
feitas especialmente para a ocasião.

 

Foi na disciplina de Projeto de Extensão e Comunicação Comunitária que os acadêmicos de Publicidade e Propaganda da Unifra, Otávio
Gomes, Renata Druzian, Inaê Ramos e Mariana Pacheco, decidiram captar
voluntários para o Lar das Vovozinhas. Surge, então, a idéia de fazer um chá
com desfile de moda. O objetivo principal era sensibilizar a comunidade.

Para a coordenadora do curso de Publicidade e
Propaganda da Unifra, Cristina Jobim Hollerbach, o desfile foi uma forma de aumentar a
auto-estima das moradoras do Lar das Vovozinhas. “A idéia inicial era que as vovós
desfilassem, mesmo, porque uma das coisas que a gente procura na disciplina é incentivar
o pessoal a trabalhar, também, com a auto-estima das pessoas que estão nesses
lugares. As vovós se sentem muito abandonadas, inventam que a família tá
vindo, que vem visitar e tal, e muitas vezes não vêm. E daí, para trabalhar com
a auto-estima, a idéia era que elas desfilassem, apresentassem esse produto ali
para o Lar. O desfile foi muito bom”, comenta.


Com tratamentos de beleza e apoio de modelos de agência e salão locais, o desfile foi secundário, porque o
que realmente chamou a atenção foram as vovós: “O desfile ficou muito bonito
porque foi um desfile interessante, legal. O pessoal ficou muito alegre,
apoiou, aplaudiu. Elas se empolgaram, mandaram beijo, batiam palmas. Estavam
bem felizes”, conclui Cristina.

 

 

 

 
 
 
 

As camisetas podem ser adquiridas no Lar da Vovozinhas
ou pelo site de relacionamento Orkut, no endereço:

 
 
 
 
Fotos: Diego Fontanella (Laboratório de Fotografia e Memória) e Renata Druzian (aluna do projeto)