Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Educação, Ideologia e Democracia debatidas em Jornada

Educação, Autonomia e Cidadania é o tema da 15ª Jornada Nacional da Educação
começou na noite desta terça-feira na Unifra.
 

Normal
0
21

false
false
false

MicrosoftInternetExplorer4


st1:*{behavior:url(#ieooui) }

Fez parte da abertura da jornada, a
apresentação do grupo musical CUICACultura, Inclusão, Cidadania e Arte. CUICA é um projeto de ensino de Percussão junto às escolas
públicas que existe desde 2005, financiado pela Lei de Incentivo à Cultura e coordenado pelo professor de música José Everton Rozzini.

A primeira palestra foi proferida
pelo professor Dr. Demétrio Magnoli, da Universidade de São Paulo (USP), com o tema “Educação, Ideologia
e Democracia”. Magnoli salientou a importância
destes três termos para a formação de uma sociedade e esclareceu da diferença
que existe entre eles. “Educar para a democracia é o inverso
de educar para a ideologia porque a primeira não possui verdades absolutas,
enquanto na ideologia tem-se uma verdade que não pode ser contestada”, explica.

O professor falou sobre a história da
educação, como surgiu e como era o seu propósito no passado e como a sociedade
foi se educando ao longo do tempo. “A história serve para as nações imaginarem
e conhecerem seu passado”, comenta Demétrio.

Além de fazer um paralelo entre a
educação mundial do século XIX com a atual, o professor disse que o Brasil está
em uma situação melhor do que alguns lugares da Europa e EUA, porque aqui
existe uma tentativa de educar para a ideologia. “Segundo o MEC, o Brasil não pode ser
considerado uma nação porque não existe uma única raça e, sim, é um território
onde habitam duas raças: a negra africana e a branca européia”, informa
Demétrio.

Até sexta-feira, dia 28, a Unifra sedia a 15ª
Jornada de Educação que contará com mais palestras.

 

Fotos: Potira Souto (Laboratório de Fotografia e Memória)

 


LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Educação, Autonomia e Cidadania é o tema da 15ª Jornada Nacional da Educação
começou na noite desta terça-feira na Unifra.
 

Normal
0
21

false
false
false

MicrosoftInternetExplorer4


st1:*{behavior:url(#ieooui) }

Fez parte da abertura da jornada, a
apresentação do grupo musical CUICACultura, Inclusão, Cidadania e Arte. CUICA é um projeto de ensino de Percussão junto às escolas
públicas que existe desde 2005, financiado pela Lei de Incentivo à Cultura e coordenado pelo professor de música José Everton Rozzini.

A primeira palestra foi proferida
pelo professor Dr. Demétrio Magnoli, da Universidade de São Paulo (USP), com o tema “Educação, Ideologia
e Democracia”. Magnoli salientou a importância
destes três termos para a formação de uma sociedade e esclareceu da diferença
que existe entre eles. “Educar para a democracia é o inverso
de educar para a ideologia porque a primeira não possui verdades absolutas,
enquanto na ideologia tem-se uma verdade que não pode ser contestada”, explica.

O professor falou sobre a história da
educação, como surgiu e como era o seu propósito no passado e como a sociedade
foi se educando ao longo do tempo. “A história serve para as nações imaginarem
e conhecerem seu passado”, comenta Demétrio.

Além de fazer um paralelo entre a
educação mundial do século XIX com a atual, o professor disse que o Brasil está
em uma situação melhor do que alguns lugares da Europa e EUA, porque aqui
existe uma tentativa de educar para a ideologia. “Segundo o MEC, o Brasil não pode ser
considerado uma nação porque não existe uma única raça e, sim, é um território
onde habitam duas raças: a negra africana e a branca européia”, informa
Demétrio.

Até sexta-feira, dia 28, a Unifra sedia a 15ª
Jornada de Educação que contará com mais palestras.

 

Fotos: Potira Souto (Laboratório de Fotografia e Memória)