Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

O sonho do Tholl no aniversário de Santa Maria

Arquibancadas lotadas, pessoas sentadas no chão e uma grande fila no lado de fora do Centro Desportivo Municipal (CDM). Este era o cenário para quem foi conferir o Grupo Tholl. Com o espetáculo Tholl, imagem e sonho, o aniversário da cidade foi comemorado com quase uma semana de atraso. 
 

O grupo circense se apresentaria no dia 17 de maio, porém a chuva adiou o show para o domingo, 23 de maio. 

Acrobacias e comédia levantaram o público. O palco nunca ficava vazio, sempre um artista tirava o fôlego da platéia. Saltos ornamentais e pulos coletivos com cordas eram algumas das cenas que mais encantavam os presentes. As comédias também arrancaram gargalhadas e participação do público. Batendo palmas e até mesmo participando da cena no palco, o público interagiu com os artistas.

 

 

Os figurinos e cabelos estilizados e coloridos chamavam bastante a atenção. A iluminação do espetáculo e o som marcavam a passagem de cada um que se apresentava. O sincronismo dos monociclos e a precisão dos malabares deixavam todos apreensivos para ver o resultado final e, sem dúvida, era o esperado, um show à parte.


Para a estudante Caroline Ferreira, 20 anos, o grupo foi fantástico e valeu a pena  conferir a apresentação. “Foi lindo, não imaginei que fosse assim, tudo muito certinho, coreografias bem ensaiadas, ótimo de se ver”, relatou.

 

 


Na última apresentação, uma das cenas mais emocionante foi a chuva prateada, que durou cerca de 4 minutos. Com guardachuvas, os artistas coreografavam e dançavam e, assim, encantavam a platéia que aplaudia sem parar. Após as apresentações, cada participante subiu ao palco e agradeceu aos presentes.


O Tholl conta com três espetáculos, Exotique, Kaiumá, a Fronteira e Tholl, Imagem e Sonho. O elenco conta com 160 pessoas, entre eles, costureiras, sapateiros, técnicos, entre outros. O grupo está chegando perto de um milhão de espectadores, e já se apresentou em nove estados brasileiros.

 

Fotos:  Jéssica Martini e Rômulo D’Avila – (Laboratório de Fotografia e Memória)

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Arquibancadas lotadas, pessoas sentadas no chão e uma grande fila no lado de fora do Centro Desportivo Municipal (CDM). Este era o cenário para quem foi conferir o Grupo Tholl. Com o espetáculo Tholl, imagem e sonho, o aniversário da cidade foi comemorado com quase uma semana de atraso. 
 

O grupo circense se apresentaria no dia 17 de maio, porém a chuva adiou o show para o domingo, 23 de maio. 

Acrobacias e comédia levantaram o público. O palco nunca ficava vazio, sempre um artista tirava o fôlego da platéia. Saltos ornamentais e pulos coletivos com cordas eram algumas das cenas que mais encantavam os presentes. As comédias também arrancaram gargalhadas e participação do público. Batendo palmas e até mesmo participando da cena no palco, o público interagiu com os artistas.

 

 

Os figurinos e cabelos estilizados e coloridos chamavam bastante a atenção. A iluminação do espetáculo e o som marcavam a passagem de cada um que se apresentava. O sincronismo dos monociclos e a precisão dos malabares deixavam todos apreensivos para ver o resultado final e, sem dúvida, era o esperado, um show à parte.


Para a estudante Caroline Ferreira, 20 anos, o grupo foi fantástico e valeu a pena  conferir a apresentação. “Foi lindo, não imaginei que fosse assim, tudo muito certinho, coreografias bem ensaiadas, ótimo de se ver”, relatou.

 

 


Na última apresentação, uma das cenas mais emocionante foi a chuva prateada, que durou cerca de 4 minutos. Com guardachuvas, os artistas coreografavam e dançavam e, assim, encantavam a platéia que aplaudia sem parar. Após as apresentações, cada participante subiu ao palco e agradeceu aos presentes.


O Tholl conta com três espetáculos, Exotique, Kaiumá, a Fronteira e Tholl, Imagem e Sonho. O elenco conta com 160 pessoas, entre eles, costureiras, sapateiros, técnicos, entre outros. O grupo está chegando perto de um milhão de espectadores, e já se apresentou em nove estados brasileiros.

 

Fotos:  Jéssica Martini e Rômulo D’Avila – (Laboratório de Fotografia e Memória)