Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Polícia Federal exibe robô antibomba na Multifeira

feisma2010_robo_maiara.jpgUm robô encantou o público que percorre os corredores do
Pavilhão Guarani A nesta quinta-feira, dia 4, na FEISMA. Apesar da pequena
dimensão, a máquina, apelidada Airon, tem um grande significado para a Polícia
Federal, pois auxilia os policiais em ações que envolvam bombas.

Normal
0

21

false
false
false

PT-BR
X-NONE
X-NONE

MicrosoftInternetExplorer4

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-qformat:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin-top:0cm;
mso-para-margin-right:0cm;
mso-para-margin-bottom:10.0pt;
mso-para-margin-left:0cm;
line-height:115%;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:”Calibri”,”sans-serif”;
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-fareast-font-family:”Times New Roman”;
mso-fareast-theme-font:minor-fareast;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;
mso-bidi-font-family:”Times New Roman”;
mso-bidi-theme-font:minor-bidi;}

 

De acordo com o perito criminal da Polícia Federal,
Bernardo Chiodelli, o robô é utilizado para preservar as vidas dos
profissionais que enfrentam situações de risco. Ao invés de colocar alguém em
perigo, usam a máquina para desarmar as bombas e protegê-los de possíveis
fragmentos. “Em primeiro lugar vem a segurança, a vida humana”, diz Chiodelli.

 

Airon é de origem canadense e todo comandado por
computador. Para auxiliar na locomoção, três câmeras estão dispostas pelo seu
corpo. A primeira está junto à garra, uma perto das rodas frontais, para
indicar a direção, e a última, mais ao topo, com uma rotação de 360º.

 

Já o braço mecânico atinge 2 metros , mas são usados apenas
1,5 metros , e é capaz de erguer de 50kg a 80kgfeisma2010_robo2_maiara.jpg, dependendo de sua posição.
Além disso, é possível acoplar um canhão de água, que também possui uma câmera.
 Segundo Chiodelli, a água separa itens que compõem a bomba e evitam a
explosão. 

 

O modelo 2010, avaliado em US$ 100 mil, foi trazido de
Porto Alegre e ainda não foi utilizado em Santa Maria. Apenas outras três
capitais utilizam o mesmo modelo nas operações. Além da capital gaúcha, existem
dois robôs em Brasília, um em Salvador e outro em Rio de Janeiro.

 

 

Texto:
Letícia Sarturi Isaia

Fotos:
Maiara Bersch

Assessoria
de Imprensa – FEISMA Multifeira de Santa Maria

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

feisma2010_robo_maiara.jpgUm robô encantou o público que percorre os corredores do
Pavilhão Guarani A nesta quinta-feira, dia 4, na FEISMA. Apesar da pequena
dimensão, a máquina, apelidada Airon, tem um grande significado para a Polícia
Federal, pois auxilia os policiais em ações que envolvam bombas.

Normal
0

21

false
false
false

PT-BR
X-NONE
X-NONE

MicrosoftInternetExplorer4

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-qformat:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin-top:0cm;
mso-para-margin-right:0cm;
mso-para-margin-bottom:10.0pt;
mso-para-margin-left:0cm;
line-height:115%;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:”Calibri”,”sans-serif”;
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-fareast-font-family:”Times New Roman”;
mso-fareast-theme-font:minor-fareast;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;
mso-bidi-font-family:”Times New Roman”;
mso-bidi-theme-font:minor-bidi;}

 

De acordo com o perito criminal da Polícia Federal,
Bernardo Chiodelli, o robô é utilizado para preservar as vidas dos
profissionais que enfrentam situações de risco. Ao invés de colocar alguém em
perigo, usam a máquina para desarmar as bombas e protegê-los de possíveis
fragmentos. “Em primeiro lugar vem a segurança, a vida humana”, diz Chiodelli.

 

Airon é de origem canadense e todo comandado por
computador. Para auxiliar na locomoção, três câmeras estão dispostas pelo seu
corpo. A primeira está junto à garra, uma perto das rodas frontais, para
indicar a direção, e a última, mais ao topo, com uma rotação de 360º.

 

Já o braço mecânico atinge 2 metros , mas são usados apenas
1,5 metros , e é capaz de erguer de 50kg a 80kgfeisma2010_robo2_maiara.jpg, dependendo de sua posição.
Além disso, é possível acoplar um canhão de água, que também possui uma câmera.
 Segundo Chiodelli, a água separa itens que compõem a bomba e evitam a
explosão. 

 

O modelo 2010, avaliado em US$ 100 mil, foi trazido de
Porto Alegre e ainda não foi utilizado em Santa Maria. Apenas outras três
capitais utilizam o mesmo modelo nas operações. Além da capital gaúcha, existem
dois robôs em Brasília, um em Salvador e outro em Rio de Janeiro.

 

 

Texto:
Letícia Sarturi Isaia

Fotos:
Maiara Bersch

Assessoria
de Imprensa – FEISMA Multifeira de Santa Maria