Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Seguranças fazem ronda com patinetes motorizados

feisma2010_seguranca_ericson.jpgImagine-se
caminhando pela rua quando, de repente, surge um miniveículo dirigido por um
homem em pé. Impossível ? Esta cena pode ser vista na 25ª edição da FEISMA, que
trouxe entre as surpresas preparadas para aos visitantes dois patinetes
motorizados. Os veículos são utilizados pela Apolo, empresa responsável pela
segurança da feira, para dar agilidade nos serviços prestados.

Normal
0

21

false
false
false

PT-BR
X-NONE
X-NONE

MicrosoftInternetExplorer4

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-qformat:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin-top:0cm;
mso-para-margin-right:0cm;
mso-para-margin-bottom:10.0pt;
mso-para-margin-left:0cm;
line-height:115%;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:”Calibri”,”sans-serif”;
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-fareast-font-family:”Times New Roman”;
mso-fareast-theme-font:minor-fareast;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;
mso-bidi-font-family:”Times New Roman”;
mso-bidi-theme-font:minor-bidi;}

           

O
miniveículo é semelhante a um brinquedo de criança, tanto no design como no
sistema de operação simplificado. O controle está ao alcance das mãos, pois o
acelador está no guidon, que também controla a direção que o motorista deseja
seguir. Conforme o proprietário da empresa, André Kupcke, o patinete é uma
mescla de bicicleta e moto. “Ele é um diferencial para a locomoção e para os
serviços de informação”, comenta Kupcke.

           

Para
conduzir as máquinas, que atingem 20 km/h , foram treinados dois seguranças.
Segundo Ronaldo Silva, é preciso agilidade e equilíbrio para não cair ou
esbarrar nos visitantes. Ele conta que o segredo está em saber acelerar e
posicionar-se no patinete, tentando não dispor o peso para frente do veículo.

           

Os
patinetes inaugurados na Feira foram trazidos de São Paulo. Cada um custou R$ 5
mil e possui uma bateria elétrica com durabilidade de até dez horas. Os
pequenos veículos já são utilizados por outros sistemas de segurança como a
Guarda Municipal do Rio de Janeiro, que adotou o sistema no verão de 2009, e a
polícia norte-americana. A polícia militar de São Paulo começou a testar o
motorizado em outubro de 2010.

 

           

Texto:
Letícia Sarturi Isaia         

Foto: 
Ericson Friedrich

Assessoria de
Imprensa – FEISMA Multifeira de Santa Maria

         

 

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

feisma2010_seguranca_ericson.jpgImagine-se
caminhando pela rua quando, de repente, surge um miniveículo dirigido por um
homem em pé. Impossível ? Esta cena pode ser vista na 25ª edição da FEISMA, que
trouxe entre as surpresas preparadas para aos visitantes dois patinetes
motorizados. Os veículos são utilizados pela Apolo, empresa responsável pela
segurança da feira, para dar agilidade nos serviços prestados.

Normal
0

21

false
false
false

PT-BR
X-NONE
X-NONE

MicrosoftInternetExplorer4

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-qformat:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin-top:0cm;
mso-para-margin-right:0cm;
mso-para-margin-bottom:10.0pt;
mso-para-margin-left:0cm;
line-height:115%;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:”Calibri”,”sans-serif”;
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-fareast-font-family:”Times New Roman”;
mso-fareast-theme-font:minor-fareast;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;
mso-bidi-font-family:”Times New Roman”;
mso-bidi-theme-font:minor-bidi;}

           

O
miniveículo é semelhante a um brinquedo de criança, tanto no design como no
sistema de operação simplificado. O controle está ao alcance das mãos, pois o
acelador está no guidon, que também controla a direção que o motorista deseja
seguir. Conforme o proprietário da empresa, André Kupcke, o patinete é uma
mescla de bicicleta e moto. “Ele é um diferencial para a locomoção e para os
serviços de informação”, comenta Kupcke.

           

Para
conduzir as máquinas, que atingem 20 km/h , foram treinados dois seguranças.
Segundo Ronaldo Silva, é preciso agilidade e equilíbrio para não cair ou
esbarrar nos visitantes. Ele conta que o segredo está em saber acelerar e
posicionar-se no patinete, tentando não dispor o peso para frente do veículo.

           

Os
patinetes inaugurados na Feira foram trazidos de São Paulo. Cada um custou R$ 5
mil e possui uma bateria elétrica com durabilidade de até dez horas. Os
pequenos veículos já são utilizados por outros sistemas de segurança como a
Guarda Municipal do Rio de Janeiro, que adotou o sistema no verão de 2009, e a
polícia norte-americana. A polícia militar de São Paulo começou a testar o
motorizado em outubro de 2010.

 

           

Texto:
Letícia Sarturi Isaia         

Foto: 
Ericson Friedrich

Assessoria de
Imprensa – FEISMA Multifeira de Santa Maria