Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Seleção Gaúcha de Basquete perde na estreia do Campeonato Brasileiro sub 17

Normal
0
21

false
false
false

MicrosoftInternetExplorer4


st1:*{behavior:url(#ieooui) }

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:10.0pt;
font-family:”Times New Roman”;
mso-ansi-language:#0400;
mso-fareast-language:#0400;
mso-bidi-language:#0400;}

Neste domingo, 21 de novembro, ocorreu a
abertura do Campeonato Brasileiro Sub 17 de Basquete. A competição está sendo
disputada no ginásio do Coríntians, em Santa Maria.

Normal
0
21

false
false
false

MicrosoftInternetExplorer4

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:10.0pt;
font-family:”Times New Roman”;
mso-ansi-language:#0400;
mso-fareast-language:#0400;
mso-bidi-language:#0400;}

Divididas em dois grupos, A e B, as seleções jogam
entre si durante toda a semana. Os dois primeiros colocados de cada grupo, jogam
as semifinais. As equipes que ficarem em terceiro e quarto lugares, disputam a
quinta, sexta, sétima e oitava colocação. Os últimos disputarão a segunda
divisão do Campeonato em 2011.
 
Primeiro jogo
O primeiro jogo do Campeonato Brasileiro de Basquete
Sub 17, foi entre Santa Catarina X Paraná, válido pelo grupo B, fechando a partida em 73 X
39.  O maior pontuador da equipe de Santa Catarina foi Heitor, com
19 pontos, seguido de Humberto, com 14 pontos. Já na equipe do Paraná os maiores
pontuadores foram Cayo, com 11 pontos e Matheus e Guilherme, ambos com 8 pontos.
Mesmo com a grande desvantagem, a torcida paranaense continuou apoiando sua
equipe, como prova de espírito esportivo.
 
Segundo jogo

Minas Gerais e Ceará protagonizaram o segundo jogo, válido pelo grupo A.
As equipes se enfrentaram e o primeiro quatro terminou acirrado, com
as equipes em igualdades de pontos, parcial de 11/11. No segundo quatro, apesar
no jogo se manter em alto nível, a equipe mineira conseguiu despontar no placar,
fechando com parcial de 25/15. Diferença que se manteve semelhante ao final do
terceiro quarto, com parcial de 42/27. O placar final foi 53 X 42. Gemerson foi
o cestinha da equipe mineira, com 14 pontos e Victor o cestinha do jogo, da
equipe cearense, com 16 pontos.

Pará e Mato Grosso

Pará e Mato Grosso disputaram o jogo mais equilibrado da tarde de
domingo. Jogando pelo grupo B e com parciais de 19/15, 15/13, 12/15  e 20/18,
totalizando 66 X 61, a equipe paraense venceu a partida. O cestinha da equipe do
Mato Grosso foi Hugo Michel, com 20 pontos, Felipe Lima, do Pará, foi o cestinha
do jogo, com 25 pontos.

RS e Distrito Federal

O último jogo
deste domingo foi realizado pelas equipes do Rio Grande do Sul e do Distrito
Federal, válida pelo grupo A. A equipe gaúcha, jogando em casa, começou o jogo
nervosa e a equipe do Distrito Federal, com uma boa defesa, fechou o primeiro
quarto com parcial de 12/27. Nos quartos seguintes a partida foi acirrada, sem
grandes diferenças no placar, com parciais de 23/37 e 39/53, com o placar final
de 63 X 81. O cestinha da equipe gaúcha, foi Tobias Lovato, com 16 pontos e
Raphael Rodrigues, do DF, foi o cestinha do jogo, com 22 pontos.

O último jogo do
domingo foi realizado pelas equipes do Rio Grande do Sul e do Distrito Federal,
válido pelo grupo A. A equipe gaúcha, jogando em casa, começou o jogo, nervosa,
e a equipe do Distrito Federal, com uma boa defesa, fechou o primeiro quarto
com parcial de 12/27. Nos quartos seguintes a partida foi acirrada, sem grandes
diferenças no placar, com parciais de 23/37 e 39/53, com o placar final de 63 X
81. O cestinha da equipe gaúcha foi Tobias Lovato, com 16 pontos e Raphael
Rodrigues, do DF, foi o cestinha do jogo, com 22 pontos.

Técnico avalia

O técnico da
Seleção Gaúcha, Gustavo Cantarelli avalia o resultado do jogo: “O jogo de estreia
nunca é fácil. Controlar a ansiedade foi o diferencial, porque eles entraram
muito ansiosos. Com muita vontade de jogar, eles entraram em um ritmo muito
acelerado, não conseguiram… O Basquete é tempo de jogo, tempo de ação e
acabamos provando do nosso próprio veneno. A gente queria fazer uma defesa
forte e sair para o contra ataque e no começo do jogo quem fez isso foi a
equipe do Distrito Federal. A equipe do Distrito Federal tem seus méritos,
apresentou um bom padrão de jogo, excelente. Quando a gente buscava entrar no
jogo, buscava baixar o placar, aconteciam alguns equívocos, a gurizada vacilava
um pouco… Mas é aquela coisa, o jogo de estreia, é uma incógnita, a gente não
sabia como os guris iriam responder. Óbvio que a gente sempre pensa que é
positivo. Foi positivo, teve excelentes momentos, mas erramos muitas bolinhas
fáceis, bolinhas que no normal seriam cestas, mas acredito que a partir de
amanhã a ansiedade já vai estar um pouco mais baixa, nós vamos conseguir botar
em jogo realmente tudo que a gente treinou”.

Jogadores avaliam

Para Thaubert, ala/pivô da Seleção, o fator
principal para a derrota, também foi a ansiedade inicial: “Eu achei que não foi
o que a gente esperava no inicio do jogo, a gente entrou, a adrenalina subiu
muito à cabeça. A gente provou do nosso próprio veneno. O nosso propósito era
imprimir um jogo rápido no contra ataque, fazer uma defesa forte, e não foi o
que aconteceu. Eles fizeram cinco ou seis contra ataques com bola livre,
correram mais que a gente, tiveram a vantagem, mas agora, amanhã de manhã a
gente tem treino e tem que pensar em Minas, não tem outra alternativa, agora é
ganhar todos”.

Para Gustavo, o fator principal para o
próximo jogo, será aliar a emoção à concentração: “Eles estão super motivados,
jogando em SM, jogando em casa, nós temos quatro garotos que são aqui da
cidade,  eu mesmo já joguei aqui no Coríntians,
quando era mais jovem. Estou feliz por estar aqui, a torcida está incentivando,
tanto é que perdemos o jogo e bateram palma. E quanto à motivação, não tem
problema com isso, o problema é só conseguir aliar o coração com a cabeça, porque
jogaram com o coração demais e cabeça de menos hoje”.

Jogos da
segunda-feira:

14:00hs: Rio de
Janeiro X Paraná

16:00hs: São Paulo X
Distrito Federal

18:00hs: Santa
Catarina X Pará

20:00hs: Rio Grande
do Sul X Minas Gerais

 

O próximo jogo da Seleção gaúcha acontece
hoje, segunda-feira, dia 22 de novembro, as 20h, no Ginásio do Coríntians,
contra a equipe de Minas Gerais.  A UFSM,
através da Multiweb , deverá transmitir o jogo online, .

O evento ocorre com o
apoio da Prefeitura Municipal, Fundação de Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul
(Fundergs) e Confederação Brasileira de Basquete. 

Fotos: Anderson Puiatti (jornalista)

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Normal
0
21

false
false
false

MicrosoftInternetExplorer4


st1:*{behavior:url(#ieooui) }

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:10.0pt;
font-family:”Times New Roman”;
mso-ansi-language:#0400;
mso-fareast-language:#0400;
mso-bidi-language:#0400;}

Neste domingo, 21 de novembro, ocorreu a
abertura do Campeonato Brasileiro Sub 17 de Basquete. A competição está sendo
disputada no ginásio do Coríntians, em Santa Maria.

Normal
0
21

false
false
false

MicrosoftInternetExplorer4

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:10.0pt;
font-family:”Times New Roman”;
mso-ansi-language:#0400;
mso-fareast-language:#0400;
mso-bidi-language:#0400;}

Divididas em dois grupos, A e B, as seleções jogam
entre si durante toda a semana. Os dois primeiros colocados de cada grupo, jogam
as semifinais. As equipes que ficarem em terceiro e quarto lugares, disputam a
quinta, sexta, sétima e oitava colocação. Os últimos disputarão a segunda
divisão do Campeonato em 2011.
 
Primeiro jogo
O primeiro jogo do Campeonato Brasileiro de Basquete
Sub 17, foi entre Santa Catarina X Paraná, válido pelo grupo B, fechando a partida em 73 X
39.  O maior pontuador da equipe de Santa Catarina foi Heitor, com
19 pontos, seguido de Humberto, com 14 pontos. Já na equipe do Paraná os maiores
pontuadores foram Cayo, com 11 pontos e Matheus e Guilherme, ambos com 8 pontos.
Mesmo com a grande desvantagem, a torcida paranaense continuou apoiando sua
equipe, como prova de espírito esportivo.
 
Segundo jogo

Minas Gerais e Ceará protagonizaram o segundo jogo, válido pelo grupo A.
As equipes se enfrentaram e o primeiro quatro terminou acirrado, com
as equipes em igualdades de pontos, parcial de 11/11. No segundo quatro, apesar
no jogo se manter em alto nível, a equipe mineira conseguiu despontar no placar,
fechando com parcial de 25/15. Diferença que se manteve semelhante ao final do
terceiro quarto, com parcial de 42/27. O placar final foi 53 X 42. Gemerson foi
o cestinha da equipe mineira, com 14 pontos e Victor o cestinha do jogo, da
equipe cearense, com 16 pontos.

Pará e Mato Grosso

Pará e Mato Grosso disputaram o jogo mais equilibrado da tarde de
domingo. Jogando pelo grupo B e com parciais de 19/15, 15/13, 12/15  e 20/18,
totalizando 66 X 61, a equipe paraense venceu a partida. O cestinha da equipe do
Mato Grosso foi Hugo Michel, com 20 pontos, Felipe Lima, do Pará, foi o cestinha
do jogo, com 25 pontos.

RS e Distrito Federal

O último jogo
deste domingo foi realizado pelas equipes do Rio Grande do Sul e do Distrito
Federal, válida pelo grupo A. A equipe gaúcha, jogando em casa, começou o jogo
nervosa e a equipe do Distrito Federal, com uma boa defesa, fechou o primeiro
quarto com parcial de 12/27. Nos quartos seguintes a partida foi acirrada, sem
grandes diferenças no placar, com parciais de 23/37 e 39/53, com o placar final
de 63 X 81. O cestinha da equipe gaúcha, foi Tobias Lovato, com 16 pontos e
Raphael Rodrigues, do DF, foi o cestinha do jogo, com 22 pontos.

O último jogo do
domingo foi realizado pelas equipes do Rio Grande do Sul e do Distrito Federal,
válido pelo grupo A. A equipe gaúcha, jogando em casa, começou o jogo, nervosa,
e a equipe do Distrito Federal, com uma boa defesa, fechou o primeiro quarto
com parcial de 12/27. Nos quartos seguintes a partida foi acirrada, sem grandes
diferenças no placar, com parciais de 23/37 e 39/53, com o placar final de 63 X
81. O cestinha da equipe gaúcha foi Tobias Lovato, com 16 pontos e Raphael
Rodrigues, do DF, foi o cestinha do jogo, com 22 pontos.

Técnico avalia

O técnico da
Seleção Gaúcha, Gustavo Cantarelli avalia o resultado do jogo: “O jogo de estreia
nunca é fácil. Controlar a ansiedade foi o diferencial, porque eles entraram
muito ansiosos. Com muita vontade de jogar, eles entraram em um ritmo muito
acelerado, não conseguiram… O Basquete é tempo de jogo, tempo de ação e
acabamos provando do nosso próprio veneno. A gente queria fazer uma defesa
forte e sair para o contra ataque e no começo do jogo quem fez isso foi a
equipe do Distrito Federal. A equipe do Distrito Federal tem seus méritos,
apresentou um bom padrão de jogo, excelente. Quando a gente buscava entrar no
jogo, buscava baixar o placar, aconteciam alguns equívocos, a gurizada vacilava
um pouco… Mas é aquela coisa, o jogo de estreia, é uma incógnita, a gente não
sabia como os guris iriam responder. Óbvio que a gente sempre pensa que é
positivo. Foi positivo, teve excelentes momentos, mas erramos muitas bolinhas
fáceis, bolinhas que no normal seriam cestas, mas acredito que a partir de
amanhã a ansiedade já vai estar um pouco mais baixa, nós vamos conseguir botar
em jogo realmente tudo que a gente treinou”.

Jogadores avaliam

Para Thaubert, ala/pivô da Seleção, o fator
principal para a derrota, também foi a ansiedade inicial: “Eu achei que não foi
o que a gente esperava no inicio do jogo, a gente entrou, a adrenalina subiu
muito à cabeça. A gente provou do nosso próprio veneno. O nosso propósito era
imprimir um jogo rápido no contra ataque, fazer uma defesa forte, e não foi o
que aconteceu. Eles fizeram cinco ou seis contra ataques com bola livre,
correram mais que a gente, tiveram a vantagem, mas agora, amanhã de manhã a
gente tem treino e tem que pensar em Minas, não tem outra alternativa, agora é
ganhar todos”.

Para Gustavo, o fator principal para o
próximo jogo, será aliar a emoção à concentração: “Eles estão super motivados,
jogando em SM, jogando em casa, nós temos quatro garotos que são aqui da
cidade,  eu mesmo já joguei aqui no Coríntians,
quando era mais jovem. Estou feliz por estar aqui, a torcida está incentivando,
tanto é que perdemos o jogo e bateram palma. E quanto à motivação, não tem
problema com isso, o problema é só conseguir aliar o coração com a cabeça, porque
jogaram com o coração demais e cabeça de menos hoje”.

Jogos da
segunda-feira:

14:00hs: Rio de
Janeiro X Paraná

16:00hs: São Paulo X
Distrito Federal

18:00hs: Santa
Catarina X Pará

20:00hs: Rio Grande
do Sul X Minas Gerais

 

O próximo jogo da Seleção gaúcha acontece
hoje, segunda-feira, dia 22 de novembro, as 20h, no Ginásio do Coríntians,
contra a equipe de Minas Gerais.  A UFSM,
através da Multiweb , deverá transmitir o jogo online, .

O evento ocorre com o
apoio da Prefeitura Municipal, Fundação de Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul
(Fundergs) e Confederação Brasileira de Basquete. 

Fotos: Anderson Puiatti (jornalista)