Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

1º Salão Científico reúne mais de 150 trabalhos da comunidade acadêmica

O 1º Salão de Iniciação
Científica
do Centro Universitário Franciscano iniciou na manhã de hoje com palestra
do presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do
Estado do Rio Grande do Sul (
Fapergs), professor Rodrigo Costa Mattos,
sobre “O Financiamento da Pesquisa no Rio Grande do Sul”.

Normal
0
21

false
false
false

MicrosoftInternetExplorer4

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:10.0pt;
font-family:”Times New Roman”;
mso-ansi-language:#0400;
mso-fareast-language:#0400;
mso-bidi-language:#0400;}

 

salao_cientifico_mattos_jemartini.jpgCosta Mattos apresentou a dinâmica de trabalho da
FAPERGS, os investimentos e as necessidades financeiras da fundação. Segundo
ele, o valor destinado a bolsas para doutorado e mestrado terá um aumento
significativo nos próximos quatros anos. Para ele, também deve se investir na
qualificação dos professores de ensino médio, para que a base de conhecimento
seja feita já no início da formação, que entre outros programas, é chamado de
Programa de Iniciação em Ciência e Matemática.

A
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (FAPERGS), tem a
finalidade fomentar a pesquisa em todas as áreas do conhecimento. Sua
atribuição é promover a inovação tecnológica do setor produtivo, o intercâmbio
e a divulgação científica, tecnológica e cultural. A fundação investe na formação
de recursos humanos, no fortalecimento e na expansão da infra-estrutura de
pesquisa no Estado.

Após a palestra, iniciou uma série de
apresentações de projetos de pesquisa com os acadêmicos e coordenadores de
cursos da Unifra. Todos os projetos serão apresentados hoje e amanhã, dias 26 e
27 de abril, no prédio 13, conjunto III.

salao_cientifico_jemartini.jpgA acadêmica de Enfermagem, Juliana Flores, diz
estar mais motivada para ir adiante com sua pesquisa. Segundo ela, a
apresentação da FAPERGS abriu alguns caminhos, soube do incentivo que pode
receber e da constante busca por qualificação na pesquisa científica.

 

O SIC em números

Segundo a pró-reitora de Pós-graduação e Pesquisa da Unifra, profª Solange Fagan, 159 trabalhos estão sendo apresentados no SIC. 120 destes trabalhos são desenvolvidos a partir de bolsas PROBIC e PROBEX (Programas de Bolsas de Iniciação Científica e de Extensão da Unifra). 17 trabalhos de Iniciação Científica são de bolsas PROBIC da Fapergs; 2 trabalhos do CNPq e 20 do PIBID (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência) da CAPES.

Hoje a Unifra soma 234 bolsistas em atuação.

 

 Fotos: Fabiane Millani (Laboratório de Fotografia e Memória)

Normal
0
21

false
false
false

MicrosoftInternetExplorer4

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:10.0pt;
font-family:”Times New Roman”;
mso-ansi-language:#0400;
mso-fareast-language:#0400;
mso-bidi-language:#0400;}

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

O 1º Salão de Iniciação
Científica
do Centro Universitário Franciscano iniciou na manhã de hoje com palestra
do presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do
Estado do Rio Grande do Sul (
Fapergs), professor Rodrigo Costa Mattos,
sobre “O Financiamento da Pesquisa no Rio Grande do Sul”.

Normal
0
21

false
false
false

MicrosoftInternetExplorer4

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:10.0pt;
font-family:”Times New Roman”;
mso-ansi-language:#0400;
mso-fareast-language:#0400;
mso-bidi-language:#0400;}

 

salao_cientifico_mattos_jemartini.jpgCosta Mattos apresentou a dinâmica de trabalho da
FAPERGS, os investimentos e as necessidades financeiras da fundação. Segundo
ele, o valor destinado a bolsas para doutorado e mestrado terá um aumento
significativo nos próximos quatros anos. Para ele, também deve se investir na
qualificação dos professores de ensino médio, para que a base de conhecimento
seja feita já no início da formação, que entre outros programas, é chamado de
Programa de Iniciação em Ciência e Matemática.

A
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (FAPERGS), tem a
finalidade fomentar a pesquisa em todas as áreas do conhecimento. Sua
atribuição é promover a inovação tecnológica do setor produtivo, o intercâmbio
e a divulgação científica, tecnológica e cultural. A fundação investe na formação
de recursos humanos, no fortalecimento e na expansão da infra-estrutura de
pesquisa no Estado.

Após a palestra, iniciou uma série de
apresentações de projetos de pesquisa com os acadêmicos e coordenadores de
cursos da Unifra. Todos os projetos serão apresentados hoje e amanhã, dias 26 e
27 de abril, no prédio 13, conjunto III.

salao_cientifico_jemartini.jpgA acadêmica de Enfermagem, Juliana Flores, diz
estar mais motivada para ir adiante com sua pesquisa. Segundo ela, a
apresentação da FAPERGS abriu alguns caminhos, soube do incentivo que pode
receber e da constante busca por qualificação na pesquisa científica.

 

O SIC em números

Segundo a pró-reitora de Pós-graduação e Pesquisa da Unifra, profª Solange Fagan, 159 trabalhos estão sendo apresentados no SIC. 120 destes trabalhos são desenvolvidos a partir de bolsas PROBIC e PROBEX (Programas de Bolsas de Iniciação Científica e de Extensão da Unifra). 17 trabalhos de Iniciação Científica são de bolsas PROBIC da Fapergs; 2 trabalhos do CNPq e 20 do PIBID (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência) da CAPES.

Hoje a Unifra soma 234 bolsistas em atuação.

 

 Fotos: Fabiane Millani (Laboratório de Fotografia e Memória)

Normal
0
21

false
false
false

MicrosoftInternetExplorer4

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:10.0pt;
font-family:”Times New Roman”;
mso-ansi-language:#0400;
mso-fareast-language:#0400;
mso-bidi-language:#0400;}