Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Aos 97 anos e cheia de ideias

feira2011_agueda_gabriel.jpg"A esta altura da vida, aos 97 anos, o que podia fazer, ja fiz. Mas continuo tendo ideias."

                                                          Agueda Brazzale Leal

Normal
0

21

false
false
false

PT-BR
X-NONE
X-NONE

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-qformat:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin-top:0cm;
mso-para-margin-right:0cm;
mso-para-margin-bottom:10.0pt;
mso-para-margin-left:0cm;
line-height:115%;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:”Calibri”,”sans-serif”;
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-fareast-font-family:”Times New Roman”;
mso-fareast-theme-font:minor-fareast;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;
mso-bidi-font-family:”Times New Roman”;
mso-bidi-theme-font:minor-bidi;}

Dentro da programação da Feira do Livro 2011, nesta
quarta à tarde foram lançados dois livros pela Lei do Livro, da Câmara de Vereadores.

feira2011_agueda4_gabriel.jpgA Vida de Agueda Brazzale Leal, escrito por Ceura Fernandes, conta a
história de uma das professoras mais conhecidas do município, que só na escola
Olavo Bilac lecionou por 25 anos. Na sessão de autógrafos, além da autora do
livro, a professora Águeda, com 97 anos, também estava presente.

Presentes também estavam centenas de professores que ao longo de suas carreiras no magistério conviveram com a mulher que é considerada a grande mestra da História da Educação em Santa Maria. E outras dezenas de ex-alunos, entre eles o prefeito César Schirmer. Durante duas horas e meia, dona Agueda permaneceu ao lado da escritora e também professora Ceura Fernandes, autografando até o último livro distribuído gratuitamente pela Lei do Livro.

feira2011_agueda1_gabriel.jpgDona Agueda, como é carinhosamente chamada, foi alvo de várias homenagens, especialmente a da Câmara de Vereadores, que lhe concedeu a Comenda Prado Veppo. A distinção foi entregue pela primeira aluna da professora Agueda, dona Luci Cechella. Entre os vereadores presentes, a presidente da Câmara, Sandra Rebelato, o ex-presidente João Carlos Maciel,  Werner Rempel, João Klaus e as vereadoras Maria de Lourdes Castro e Helen Cabral.

 

O outro livro, O coronel, o
Jornalista e o Delegado: Cultura, Política e Violência em Santa Maria
, de
Cristiane Debus Pistoia, conta uma história sobre violência entre o coronel
Martin Höer, o jornalista Ernesto de Oliveira e o delegado Felippe Alves
D’Oliveira. A autora não pode estar presente na Feira, mas como tradicionalmente a Câmara de Vereadores faz, seu trabalho foi distribuído.

 

A Lei do Livro, da Câmara de Vereadores, publica no
mínimo um livro por ano, com temas regionais, com foco na cultura
santa-mariense. As inscrições para a próxima edição da Lei do Livro já estão
abertas e vão até o dia 2 de junho. Cada autor pode inscrever somente uma obra,
e ela deve ser inédita. O regulamento completo está no site da Câmara http://www.camara-sm.rs.gov.br

 

Fotos: Gabriel Saccol (Laboratório de Fotografia e Memória)

 

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

feira2011_agueda_gabriel.jpg"A esta altura da vida, aos 97 anos, o que podia fazer, ja fiz. Mas continuo tendo ideias."

                                                          Agueda Brazzale Leal

Normal
0

21

false
false
false

PT-BR
X-NONE
X-NONE

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-qformat:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin-top:0cm;
mso-para-margin-right:0cm;
mso-para-margin-bottom:10.0pt;
mso-para-margin-left:0cm;
line-height:115%;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:”Calibri”,”sans-serif”;
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-fareast-font-family:”Times New Roman”;
mso-fareast-theme-font:minor-fareast;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;
mso-bidi-font-family:”Times New Roman”;
mso-bidi-theme-font:minor-bidi;}

Dentro da programação da Feira do Livro 2011, nesta
quarta à tarde foram lançados dois livros pela Lei do Livro, da Câmara de Vereadores.

feira2011_agueda4_gabriel.jpgA Vida de Agueda Brazzale Leal, escrito por Ceura Fernandes, conta a
história de uma das professoras mais conhecidas do município, que só na escola
Olavo Bilac lecionou por 25 anos. Na sessão de autógrafos, além da autora do
livro, a professora Águeda, com 97 anos, também estava presente.

Presentes também estavam centenas de professores que ao longo de suas carreiras no magistério conviveram com a mulher que é considerada a grande mestra da História da Educação em Santa Maria. E outras dezenas de ex-alunos, entre eles o prefeito César Schirmer. Durante duas horas e meia, dona Agueda permaneceu ao lado da escritora e também professora Ceura Fernandes, autografando até o último livro distribuído gratuitamente pela Lei do Livro.

feira2011_agueda1_gabriel.jpgDona Agueda, como é carinhosamente chamada, foi alvo de várias homenagens, especialmente a da Câmara de Vereadores, que lhe concedeu a Comenda Prado Veppo. A distinção foi entregue pela primeira aluna da professora Agueda, dona Luci Cechella. Entre os vereadores presentes, a presidente da Câmara, Sandra Rebelato, o ex-presidente João Carlos Maciel,  Werner Rempel, João Klaus e as vereadoras Maria de Lourdes Castro e Helen Cabral.

 

O outro livro, O coronel, o
Jornalista e o Delegado: Cultura, Política e Violência em Santa Maria
, de
Cristiane Debus Pistoia, conta uma história sobre violência entre o coronel
Martin Höer, o jornalista Ernesto de Oliveira e o delegado Felippe Alves
D’Oliveira. A autora não pode estar presente na Feira, mas como tradicionalmente a Câmara de Vereadores faz, seu trabalho foi distribuído.

 

A Lei do Livro, da Câmara de Vereadores, publica no
mínimo um livro por ano, com temas regionais, com foco na cultura
santa-mariense. As inscrições para a próxima edição da Lei do Livro já estão
abertas e vão até o dia 2 de junho. Cada autor pode inscrever somente uma obra,
e ela deve ser inédita. O regulamento completo está no site da Câmara http://www.camara-sm.rs.gov.br

 

Fotos: Gabriel Saccol (Laboratório de Fotografia e Memória)