Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Falta de sinalização prejudica travessia

 

ruas_faixas2_ana_carolina.jpg
No último ano ocorreram muitas
mudanças e reformas no trânsito de Santa Maria. Sentidos de ruas foram mudados,
buracos recapados, faixas pintadas. Mas existem ainda várias a serem
arrumadas, sobretudo em lugares como esquinas bastante movimentadas, onde o fluxo de pessoas é
grande e o movimento de carros também. E não podemos esquecer de instituições
de ensino e escolas, que têm uma movimentação intensa e diária.

Normal
0
21

false
false
false

MicrosoftInternetExplorer4

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:10.0pt;
font-family:”Times New Roman”;
mso-ansi-language:#0400;
mso-fareast-language:#0400;
mso-bidi-language:#0400;}

O drama dos pedestres

ruas_faixas9_cristian.jpgAo pararmos em frente à Unifra,
localizada na rua Silva Jardim, observamos desrespeito de motoristas
na faixa de segurança, mas a má conservação também está ali.

ruas_faixas_lucas_ana_carolina.jpgLucas Cantelle,
universitário, muitas vezes já ficou esperando algum tempo para que algum carro
pare para poder atravessar a rua.  “Agora
mesmo fiquei parado aqui  um tempinho
para que alguém se habilitasse a respeitar a faixa, que quase já não existe”,
ressalta.

 

ruas_faixas1_cristian.jpgAlém de estudantes e professores também transitam no local pessoas de
todas as idades que vão até a instituição receber o atendimento da assistência
que alguns cursos prestam à comunidade. No caso da foto ao lado, a pessoa esperou – na faixa – dezoito carros passarem. Somente o décimo-nono deu prioridade ao pedestre.

 

 

 

 
ruas_faixas1_ana_carolina.jpgNo entorno do conjunto 3 da
Unifra, em horários de entrada e saída de estudantes, fica difícil a
locomoção.  Na rua  Duque de Caxias com a Silva Jardim há
momentos em que é quase impossível a travessia, porque ali não existe faixa e
sinalização. Quem transita no local sente-se muitas vezes inseguro.

 

 
 

ruas_faixas_silvana_ana_carolina.jpgÉ o
caso da universitária Silvana Scherer, que diz: “Acho tri perigoso porque tem
que cuidar os carros da Duque de Caxias e da Silva, que muitas vezes vêm em
alta velocidade  e fazem a curva
fechada.”

 

ruas_faixas_renata_ana_carolina.jpgExistem pessoas que acreditam
que se existisse mais sinalização ou até uma sinaleira, o trânsito melhoraria,
e muito, no local. Renata Ceratti, universitária, acredita que ao colocarem uma
sinaleira tudo melhora. “É muito ruim ficar esperando até conseguir um espaço
para atravessar. Em horários de pico aumenta ainda mais, uma sinaleira ficaria
maravilhoso”.

 

Prefeitura promete solução

Segundo o assessor da Secretaria
de Controle e Mobilidade Urbana  de Santa Maria, Valmir Kossnan, a
pintura das faixas de segurança em frente e ao lado da Unifra, na Silva Jardim
e na Duque de Caxias, já está no cronograma.

ruas_faixas2_cristian.jpgDentro de 15 dias os pedestres que
circulam nas imediações do Centro Universitário já poderão ter o direito de atravessar
a rua em segurança. É o que garante a Prefeitura.

 

 

 

 

 

Fotos: Ana Carolina Grützmann da Silva e Cristian Cunha (Laboratório de Fotografia e Memória)

 

 

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

 

ruas_faixas2_ana_carolina.jpg
No último ano ocorreram muitas
mudanças e reformas no trânsito de Santa Maria. Sentidos de ruas foram mudados,
buracos recapados, faixas pintadas. Mas existem ainda várias a serem
arrumadas, sobretudo em lugares como esquinas bastante movimentadas, onde o fluxo de pessoas é
grande e o movimento de carros também. E não podemos esquecer de instituições
de ensino e escolas, que têm uma movimentação intensa e diária.

Normal
0
21

false
false
false

MicrosoftInternetExplorer4

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:10.0pt;
font-family:”Times New Roman”;
mso-ansi-language:#0400;
mso-fareast-language:#0400;
mso-bidi-language:#0400;}

O drama dos pedestres

ruas_faixas9_cristian.jpgAo pararmos em frente à Unifra,
localizada na rua Silva Jardim, observamos desrespeito de motoristas
na faixa de segurança, mas a má conservação também está ali.

ruas_faixas_lucas_ana_carolina.jpgLucas Cantelle,
universitário, muitas vezes já ficou esperando algum tempo para que algum carro
pare para poder atravessar a rua.  “Agora
mesmo fiquei parado aqui  um tempinho
para que alguém se habilitasse a respeitar a faixa, que quase já não existe”,
ressalta.

 

ruas_faixas1_cristian.jpgAlém de estudantes e professores também transitam no local pessoas de
todas as idades que vão até a instituição receber o atendimento da assistência
que alguns cursos prestam à comunidade. No caso da foto ao lado, a pessoa esperou – na faixa – dezoito carros passarem. Somente o décimo-nono deu prioridade ao pedestre.

 

 

 

 
ruas_faixas1_ana_carolina.jpgNo entorno do conjunto 3 da
Unifra, em horários de entrada e saída de estudantes, fica difícil a
locomoção.  Na rua  Duque de Caxias com a Silva Jardim há
momentos em que é quase impossível a travessia, porque ali não existe faixa e
sinalização. Quem transita no local sente-se muitas vezes inseguro.

 

 
 

ruas_faixas_silvana_ana_carolina.jpgÉ o
caso da universitária Silvana Scherer, que diz: “Acho tri perigoso porque tem
que cuidar os carros da Duque de Caxias e da Silva, que muitas vezes vêm em
alta velocidade  e fazem a curva
fechada.”

 

ruas_faixas_renata_ana_carolina.jpgExistem pessoas que acreditam
que se existisse mais sinalização ou até uma sinaleira, o trânsito melhoraria,
e muito, no local. Renata Ceratti, universitária, acredita que ao colocarem uma
sinaleira tudo melhora. “É muito ruim ficar esperando até conseguir um espaço
para atravessar. Em horários de pico aumenta ainda mais, uma sinaleira ficaria
maravilhoso”.

 

Prefeitura promete solução

Segundo o assessor da Secretaria
de Controle e Mobilidade Urbana  de Santa Maria, Valmir Kossnan, a
pintura das faixas de segurança em frente e ao lado da Unifra, na Silva Jardim
e na Duque de Caxias, já está no cronograma.

ruas_faixas2_cristian.jpgDentro de 15 dias os pedestres que
circulam nas imediações do Centro Universitário já poderão ter o direito de atravessar
a rua em segurança. É o que garante a Prefeitura.

 

 

 

 

 

Fotos: Ana Carolina Grützmann da Silva e Cristian Cunha (Laboratório de Fotografia e Memória)