Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Filme de Orson Welles encerra temporada 2011 do Cineclube Unifra

O Cineclube Unifra encerra as
atividades de 2011, neste sábado, dia 26, com A Marca da Maldade, de Orson Welles.

Normal
0

21

false
false
false

PT-BR
X-NONE
X-NONE

MicrosoftInternetExplorer4

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-qformat:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:”Calibri”,”sans-serif”;
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-fareast-font-family:”Times New Roman”;
mso-fareast-theme-font:minor-fareast;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;
mso-bidi-font-family:”Times New Roman”;
mso-bidi-theme-font:minor-bidi;}

O filme se destaca pelas inovações
na narrativa e nos enquadramentos cinematográficos. A trama se
desenrola a partir de um assassinato na fronteira dos Estados Unidos com o
México, em um longo plano-sequência famoso na história do cinema. Um homem
coloca uma bomba em um carro e a câmera acompanha o veículo que parte do lado
mexicano para o lado americano onde ocorre uma explosão. A partir deste fato,
inicia-se o embate entre um policial mexicano (Charlton Heston) e um detetive
americano, interpretado por Orson Welles.

A Marca da Maldade é de uma proeza técnica
digna de Orson Welles, com destaque para a fotografia em preto e braço e a
trilha sonora de Henry Mancini, que mistura música latina, jazz e rock’n’roll.

A MARCA DA MALDADE (EUA, 1958, 95
MIN)

DIREÇÃO: ORSON WELLES

SÁBADO, 26 DE NOVEMBRO, 15 H NO
CINECLUBE UNIFRA

SALÃO AZUL DO CONJUNTO I (ANDRADAS,
1614)

O Cineclube Unifra é uma atividade acadêmica, sem fins lucrativos que
existe desde 2003 no Centro Universitário Franciscano. Os temas e respectivos
filmes são discutidos e selecionados pelos alunos. A finalidade deste espaço
cultural é discutir cinema, contribuir para a formação de um público crítico e
estreitar os laços com a comunidade.

 

Divulgação:

LINC –
Laboratório Integrado de Comunicação da Unifra (linc.unifra@hotmail.com)

Prof. responsável:
jorn. Bebeto Badke

Texto elaborado pela acadêmica de Jornalismo Joana Günther

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

O Cineclube Unifra encerra as
atividades de 2011, neste sábado, dia 26, com A Marca da Maldade, de Orson Welles.

Normal
0

21

false
false
false

PT-BR
X-NONE
X-NONE

MicrosoftInternetExplorer4

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-qformat:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:”Calibri”,”sans-serif”;
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-fareast-font-family:”Times New Roman”;
mso-fareast-theme-font:minor-fareast;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;
mso-bidi-font-family:”Times New Roman”;
mso-bidi-theme-font:minor-bidi;}

O filme se destaca pelas inovações
na narrativa e nos enquadramentos cinematográficos. A trama se
desenrola a partir de um assassinato na fronteira dos Estados Unidos com o
México, em um longo plano-sequência famoso na história do cinema. Um homem
coloca uma bomba em um carro e a câmera acompanha o veículo que parte do lado
mexicano para o lado americano onde ocorre uma explosão. A partir deste fato,
inicia-se o embate entre um policial mexicano (Charlton Heston) e um detetive
americano, interpretado por Orson Welles.

A Marca da Maldade é de uma proeza técnica
digna de Orson Welles, com destaque para a fotografia em preto e braço e a
trilha sonora de Henry Mancini, que mistura música latina, jazz e rock’n’roll.

A MARCA DA MALDADE (EUA, 1958, 95
MIN)

DIREÇÃO: ORSON WELLES

SÁBADO, 26 DE NOVEMBRO, 15 H NO
CINECLUBE UNIFRA

SALÃO AZUL DO CONJUNTO I (ANDRADAS,
1614)

O Cineclube Unifra é uma atividade acadêmica, sem fins lucrativos que
existe desde 2003 no Centro Universitário Franciscano. Os temas e respectivos
filmes são discutidos e selecionados pelos alunos. A finalidade deste espaço
cultural é discutir cinema, contribuir para a formação de um público crítico e
estreitar os laços com a comunidade.

 

Divulgação:

LINC –
Laboratório Integrado de Comunicação da Unifra (linc.unifra@hotmail.com)

Prof. responsável:
jorn. Bebeto Badke

Texto elaborado pela acadêmica de Jornalismo Joana Günther