Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Mostra de arte reúne artistas renomados

Normal
0
21

false
false
false

MicrosoftInternetExplorer4

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:10.0pt;
font-family:”Times New Roman”;
mso-ansi-language:#0400;
mso-fareast-language:#0400;
mso-bidi-language:#0400;}

sala_expo_artista_publico_alice.jpgA mostra de arte que abriu na última terça-feira (18) e vai
até 4 de novembro, na sala de exposições Angelita Stefani, congrega dois  artistas de Santa Maria, Juan Amoretti e
Regina Rigão. Uma Dupla Mostra Sua Arte apresenta 17 obras que utilizam técnicas
como colagem, óleo sobre tela e desenho crayon. 

 

 

 

Normal
0
21

false
false
false

MicrosoftInternetExplorer4

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:10.0pt;
font-family:”Times New Roman”;
mso-ansi-language:#0400;
mso-fareast-language:#0400;
mso-bidi-language:#0400;}

sala_expo_juan_alice.jpgJuan Moretti, que nasceu no Peru, veio para o Brasil,
precisamente para Santa Maria, com objetivo de mostrar e ensinar sua arte. Além
de pintor, foi professor da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Ele
apresenta na exposição uma sequência de obras contando sua trajetória. Utiliza
em seu trabalho óleo sobre tela e colagem, com penas e recortes extraídos de jornais
da cidade. Amoretti diz: “utilizo a colagem, a documentação do momento atual.
Eu uso colagem porque um dia isso vai ser recordação. O que estou documentando
agora vai ser passado. Então os futuros estudantes vão ver como era na minha
época, assim como os pintores sempre pintaram sua época”. A exposição também
tem a “Santa Ceia”, em que o artista trabalha com gesso.

 

sala_expo_regina_alice.jpgRegina Rigão trabalha
com óleo sobre tela e desenho crayon. Seu trabalho utiliza a figura feminina e
pássaros, com muita cor e imagens entrelaçadas com um contexto de ciclistas. Os
trabalhos mais recentes a artista denomina de “Baile de máscaras”.  Regina também trabalhou com a docência
acadêmica. “Eu trabalho sempre com a pintura a óleo, me identifico mais com a
pintura a olé e o desenho. Fui professora da UFSM da disciplina de Desenho.
Trabalho com pintura há quase 40 anos. Desde o ínicio sempre trabalhei com a
figura humana, a bicicleta, instrumentos musicais e pássaros. É uma constância.
Todo o meu trabalho eu monto três vezes, por isso que tem nuances,
transparências, que é um processo bem lento”.

sala_expo_tela_alice.jpgA abertura da mostra recebeu muitos alunos, professores,
apreciadores de arte. Quem prestigiou também foi a reitora da Unifra, Irani
Rupollo. “Ao abrirmos o espaço para as pessoas da comunidade santa-mariense,
que nós tenhamos o cuidado de selecionar qualidade. O professor Amoretti e a
professora Regina, pela qualidade de suas obras, a gente pode colocá- los sem
medo de errar”. Ela acredita ainda que essas exposições sejam importantes  para todos os estudantes, porque a pessoa se
torna mais profissional quando sua cultura é mais ampla, segura.

A coordenadora da sala de exposição, Ceres Zago, professora
do curso de Design da Unifra, diz que acha “um orgulho para Unifra recebê-los,
como é também importante receber outros artistas. Acho que tudo serve como um
leque de opções culturais que a gente consegue colocar na sala”. Ela ressalta
ainda que em breve virão outras. 

Para mais informações sobre a exposição, envie perguntas
para o email imas@unifra.br ou ainda pelo
telefone (055)- 3025-1202.  

A exposição fica até 4 de novembro no conjunto 3  da Unifra, do prédio 14, na rua Silva Jardim,
117.

 

Fotos: Alice Bollick (Laboratório de Fotografia e Memória)

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Normal
0
21

false
false
false

MicrosoftInternetExplorer4

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:10.0pt;
font-family:”Times New Roman”;
mso-ansi-language:#0400;
mso-fareast-language:#0400;
mso-bidi-language:#0400;}

sala_expo_artista_publico_alice.jpgA mostra de arte que abriu na última terça-feira (18) e vai
até 4 de novembro, na sala de exposições Angelita Stefani, congrega dois  artistas de Santa Maria, Juan Amoretti e
Regina Rigão. Uma Dupla Mostra Sua Arte apresenta 17 obras que utilizam técnicas
como colagem, óleo sobre tela e desenho crayon. 

 

 

 

Normal
0
21

false
false
false

MicrosoftInternetExplorer4

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:10.0pt;
font-family:”Times New Roman”;
mso-ansi-language:#0400;
mso-fareast-language:#0400;
mso-bidi-language:#0400;}

sala_expo_juan_alice.jpgJuan Moretti, que nasceu no Peru, veio para o Brasil,
precisamente para Santa Maria, com objetivo de mostrar e ensinar sua arte. Além
de pintor, foi professor da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Ele
apresenta na exposição uma sequência de obras contando sua trajetória. Utiliza
em seu trabalho óleo sobre tela e colagem, com penas e recortes extraídos de jornais
da cidade. Amoretti diz: “utilizo a colagem, a documentação do momento atual.
Eu uso colagem porque um dia isso vai ser recordação. O que estou documentando
agora vai ser passado. Então os futuros estudantes vão ver como era na minha
época, assim como os pintores sempre pintaram sua época”. A exposição também
tem a “Santa Ceia”, em que o artista trabalha com gesso.

 

sala_expo_regina_alice.jpgRegina Rigão trabalha
com óleo sobre tela e desenho crayon. Seu trabalho utiliza a figura feminina e
pássaros, com muita cor e imagens entrelaçadas com um contexto de ciclistas. Os
trabalhos mais recentes a artista denomina de “Baile de máscaras”.  Regina também trabalhou com a docência
acadêmica. “Eu trabalho sempre com a pintura a óleo, me identifico mais com a
pintura a olé e o desenho. Fui professora da UFSM da disciplina de Desenho.
Trabalho com pintura há quase 40 anos. Desde o ínicio sempre trabalhei com a
figura humana, a bicicleta, instrumentos musicais e pássaros. É uma constância.
Todo o meu trabalho eu monto três vezes, por isso que tem nuances,
transparências, que é um processo bem lento”.

sala_expo_tela_alice.jpgA abertura da mostra recebeu muitos alunos, professores,
apreciadores de arte. Quem prestigiou também foi a reitora da Unifra, Irani
Rupollo. “Ao abrirmos o espaço para as pessoas da comunidade santa-mariense,
que nós tenhamos o cuidado de selecionar qualidade. O professor Amoretti e a
professora Regina, pela qualidade de suas obras, a gente pode colocá- los sem
medo de errar”. Ela acredita ainda que essas exposições sejam importantes  para todos os estudantes, porque a pessoa se
torna mais profissional quando sua cultura é mais ampla, segura.

A coordenadora da sala de exposição, Ceres Zago, professora
do curso de Design da Unifra, diz que acha “um orgulho para Unifra recebê-los,
como é também importante receber outros artistas. Acho que tudo serve como um
leque de opções culturais que a gente consegue colocar na sala”. Ela ressalta
ainda que em breve virão outras. 

Para mais informações sobre a exposição, envie perguntas
para o email imas@unifra.br ou ainda pelo
telefone (055)- 3025-1202.  

A exposição fica até 4 de novembro no conjunto 3  da Unifra, do prédio 14, na rua Silva Jardim,
117.

 

Fotos: Alice Bollick (Laboratório de Fotografia e Memória)