Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Santa Maria faz Semana de Conscientização sobre o Ruído

Imagine pessoas falando ao mesmo tempo, liquidificador funcionando, barulho de carros, buzinas, celulares tocando, barulho de construções, música alta, vendedores ambulantes gritando. Já ficou irritado ou cansado? Pois hoje,  27 de abril, é comemorado o Dia Internacional da Conscientização sobre o Ruído. Em Santa Maria está ocorrendo a segunda edição da Semana de Conscientização sobre o Ruído que começou ontem, dia 26, e vai até sábado, dia 30.

 

O evento ocorre sempre durante a última semana de abril e foi
instituído por Lei Municipal em 2010 com o objetivo de informar a
população sobre a influência do ruído na saúde física e psicoemocional
das pessoas.

Segundo a presidente da Sociedade Brasileira de Acústica (SOBRAC) e professora do curso de Engenharia Acústica da UFSM, Dinara Xavier da Paixão, as pessoas são as principais geradoras de ruídos e quem mais se incomoda com eles. Dessa maneira a professora acredita que a conscientização da população sobre o ruído é fundamental porque ele afeta a qualidade de vida das pessoas.

Mas o que é ruído?

O senso comum define como todos os sons indesejáveis, que não trazem uma sensação agradável. Porém, Dinara ressalta que o ruído é subjetivo. Alguém pode estar escutando música num volume alto, nesse caso o som é agradável para esta pessoa, mas pode ser um ruído para o vizinho. “Deve haver bom censo nas pessoas, não significa que as pessoas não devem fazer isso ou aquilo, mas não deveriam extrapolar”, comenta.

O ruído, ou a poluição sonora, não causa só problemas auditivos, mas provoca estresse, insônia, depressão, predispõe aos distúrbios cardiovasculares, aumento da pressão arterial, cansaço, gastrite, queda de rendimento na escola e no trabalho.

A presidente da SOBRAC dá destaque para a mesa-redonda “O ruído em Santa Maria – atualidade e perspectivas”, hoje à tarde, na Câmara de Vereadores, onde serão abordados assuntos como a legislação de Santa Maria para o tema. “Às vezes alguém tem algum problema com ruído e não sabe para quem ligar e recorrer, assim é importante discutir como é a lei, como a estão aplicando e o que pode ser feito para gerar uma conscientização”, diz a professora Dinara.

A programação

Quarta-feira:

Das 14 às 18h será distribuído na Praça Saldanha Marinha material informativo e um ônibus da Proteje estará realizando gratuitamente medições audiométricas com fonoaudiólogos em alunos das escolas municipais  que agendaram o serviço.

Às 17h30 ocorrerá na Câmara de Vereadores a mesa-redonda “O ruído em Santa Maria- atualidade e perspectivas”.

Quinta-feira:

Nas ruas de Santa Maria ocorrerá uma blitz informativa no trânsito.

Sexta-feira:

Terá uma oficina com estudantes de escola municipais na Escola Municipal de Ensino Fundamental Pe. Nóbrega durante a manhã e tarde. Em outubro ocorrerá a exposição dos melhores trabalhos.

Sábado:

Das 14h às 19h, no Calçadão, ocorrem medições demonstrativas de níveis de pressão sonora do ambiente e simulação de perda auditiva que será realizada pelo curso de Engenharia Acústica da UFSM.

A programação está sendo realizada pela Câmara Municipal de Vereadores, Prefeitura de Santa Maria, Comando Ambiental da Brigada Militar, Centro Universitário Franciscano (Unifra), Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), e pela Sociedade Brasileira de Acústica (SOBRAC).

 

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Imagine pessoas falando ao mesmo tempo, liquidificador funcionando, barulho de carros, buzinas, celulares tocando, barulho de construções, música alta, vendedores ambulantes gritando. Já ficou irritado ou cansado? Pois hoje,  27 de abril, é comemorado o Dia Internacional da Conscientização sobre o Ruído. Em Santa Maria está ocorrendo a segunda edição da Semana de Conscientização sobre o Ruído que começou ontem, dia 26, e vai até sábado, dia 30.

 

O evento ocorre sempre durante a última semana de abril e foi
instituído por Lei Municipal em 2010 com o objetivo de informar a
população sobre a influência do ruído na saúde física e psicoemocional
das pessoas.

Segundo a presidente da Sociedade Brasileira de Acústica (SOBRAC) e professora do curso de Engenharia Acústica da UFSM, Dinara Xavier da Paixão, as pessoas são as principais geradoras de ruídos e quem mais se incomoda com eles. Dessa maneira a professora acredita que a conscientização da população sobre o ruído é fundamental porque ele afeta a qualidade de vida das pessoas.

Mas o que é ruído?

O senso comum define como todos os sons indesejáveis, que não trazem uma sensação agradável. Porém, Dinara ressalta que o ruído é subjetivo. Alguém pode estar escutando música num volume alto, nesse caso o som é agradável para esta pessoa, mas pode ser um ruído para o vizinho. “Deve haver bom censo nas pessoas, não significa que as pessoas não devem fazer isso ou aquilo, mas não deveriam extrapolar”, comenta.

O ruído, ou a poluição sonora, não causa só problemas auditivos, mas provoca estresse, insônia, depressão, predispõe aos distúrbios cardiovasculares, aumento da pressão arterial, cansaço, gastrite, queda de rendimento na escola e no trabalho.

A presidente da SOBRAC dá destaque para a mesa-redonda “O ruído em Santa Maria – atualidade e perspectivas”, hoje à tarde, na Câmara de Vereadores, onde serão abordados assuntos como a legislação de Santa Maria para o tema. “Às vezes alguém tem algum problema com ruído e não sabe para quem ligar e recorrer, assim é importante discutir como é a lei, como a estão aplicando e o que pode ser feito para gerar uma conscientização”, diz a professora Dinara.

A programação

Quarta-feira:

Das 14 às 18h será distribuído na Praça Saldanha Marinha material informativo e um ônibus da Proteje estará realizando gratuitamente medições audiométricas com fonoaudiólogos em alunos das escolas municipais  que agendaram o serviço.

Às 17h30 ocorrerá na Câmara de Vereadores a mesa-redonda “O ruído em Santa Maria- atualidade e perspectivas”.

Quinta-feira:

Nas ruas de Santa Maria ocorrerá uma blitz informativa no trânsito.

Sexta-feira:

Terá uma oficina com estudantes de escola municipais na Escola Municipal de Ensino Fundamental Pe. Nóbrega durante a manhã e tarde. Em outubro ocorrerá a exposição dos melhores trabalhos.

Sábado:

Das 14h às 19h, no Calçadão, ocorrem medições demonstrativas de níveis de pressão sonora do ambiente e simulação de perda auditiva que será realizada pelo curso de Engenharia Acústica da UFSM.

A programação está sendo realizada pela Câmara Municipal de Vereadores, Prefeitura de Santa Maria, Comando Ambiental da Brigada Militar, Centro Universitário Franciscano (Unifra), Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), e pela Sociedade Brasileira de Acústica (SOBRAC).